domingo, 12 de outubro de 2008

Miami Dolphins ( 2-2 ) at Houston Texans ( 0-4 )


Ano passado a situação era inversa e perdemos. Será hoje o dia de finalmente vencermos pela primeira vez o "sucessor" do Oilers?

O Miami tem hoje uma oportunidade rara para poder ficar com saldo em uma temporada, algo que não acontece desde o ano de 2005 ( quando terminamos o ano com 9-7 ). O adversário é forte e mesmo vivendo um começo péssimo de temporada ( 0-4 ) merece respeito. O jogo será no Reliant Stadium, em Houston, onde ano passado tomamos uma virada de doer. Por isso vamos ao que temos que fazer pra vencer:
  • Errar pouco - O Miami até aqui é um dos times que menos tem errado na temporada. Se nos mantivermos assim, poderemos vencer mais jogos. Quem erra menos, vence;
  • Continuar Correndo - Nas duas últimas partidas, graças a Wildcat Formation, o Miami venceu dois fortíssimos adversários, ambos melhores do que o Texans. Se estabelecermos a corrida novamente, outra vitória é possível sim;
  •  Linha Ofensiva - Até aqui só tenho motivos para estar alegre com os nossos "lenhadores". O nosso QB só foi sacado duas vezes na temporada, marca baixíssima, e Ronnie Brown tem encontrado avenidas pra correr. Pena só que Thomas esteja fora da temporada. Ele tem futuro na liga. Long, que alguns já apelidavam de "Joke", foi até citado entre os Rookie da Semana;
  • Secundária continuar melhorando - Enfrentamos um dos QBs mais quentes do momento na Liga e não fomos queimados ( tomar um TD de passe é normal, e é o que levamos nos jogos contra Pats e o Chargers ). Por isso o setor que era o pior do time, ao lado do WRs, está bem melhor. E quem sabe deixe o abacaxi pros Recebedores;
  • Pressão no QB adversário - Quem deve ser o Starter é Rosenfels - velho conhecido nosso - mas mesmo que seja outro, a nossa DL terá que manter o nível das atuações anteriores para que possamos vencer. Rivers deve estar tendo pesadelos até agora. Cassel idem. Tomara que o QB do Texans seja o terceiro na lista. Isso é trabalho para Porter, Merling, Langford, Roth, Fergunson, etc, etc;
  • Variar as jogadas ofensivas - Não existe bobos na NFL. Ok, essa frase é velha e batida, mas a Wildcat formation não irá funcionar pra sempre com a mesma eficácia. Por isso Chad-P terá que continuar achando os espaços e passando, até porque Ronnie Brown será o centro das atenções. Isso implica que os WRs terão que aparecer pra jogar. Esse será o papel de Camarillo, Bass, TGJ...;
Nas duas últimas partidas Tony Sparano passou por aqui, viu minha dicas, as usou nas partidas e o time venceu duas vezes. Será que ele vai ter tempo de fazer o mesmo hoje??

Go Dolphins, Go!!!! EU ACREDITO!!!!

UPDATE: Fizemos quase tudo dito ai em cima, mas... o Grande TGJ recebeu uma bola pra -1jarda. Como é que um time pode vencer quando o seu "grande" WR consegue essa proeza??

Nenhum comentário: