sábado, 19 de julho de 2008

Às vezes acontece algo de ruim, que acaba virando algo de bom...

É preciso ter sorte na vida. E o Beck parece ter. Clique na foto antes de ler o texto abaixo. Acredite, você irá entender melhor o que eu quero dizer...
Não escondo de ninguém que não gosto de nenhum dos QBs que o Miami tem a sua disposição. O que eu menos detesto - e por isso o meu candidato a Starter - é o Chad Henne, já que dele ainda não posso ter raiva, haja vista, que ele jamais jogou com a camisa do meu time. Mas não é dele e/ou sobre ele que irei falar...
Quando ficamos sem o Limão, sobrou apenas um QB ( ou quase, ou um projeto, sei lá... ) no elenco: John Bekc. Sim aquele mesmo que segundo Cameron seria melhor que Brad Quinn. Isso por si só já seria avassalador para uma franquia que teve Bob Griese e Dan Marino como FQB. Mas o período de Free Agency trouxe-nos mais um problema: Josh McCown. Quem lê este espaço periodicamente sabe bem o que penso dele. E quem torce pelo Cards e Raiders idem.
Pois bem, segundo o Diário NFL, Josh McCown cortou um dedo da mão com uma moto serra ( o que será que ele fazia?? Hummm, melhor não querer saber... ) e levou 6 pontos. Com isso ele não estará 100% fisicamente - bem longe disso aliás, para o início das Trainning Camps, dia 26. Quem saiu ganhando com isso? Beck? Não o Miami. Brincadeira, Beck ganha sim com isso.
Era um dos meus pesadelos ter que ver McCown como Starter do Miami. Agora até Henne entra no jogo, já que será ( ou deverá ) ser o reserva. Com isso ele poderá ter chances antes do esperado.
Mas que a sorte sorri para John Beck, isso é inegável. Tomara que ele corresponda em campo com a confiança que alguns tem nele. Se ele for melhor que o McCown já me darei por satifeito.
PS1: amanhã, às 04:00 da madrugada, irei para Santa Cruz - RN, cobrir o jogo do Salgueiro Atlético Clube - time da minha cidade - na Série C. Caso algum dos meus distintos leitores queira acompanhar este blogueiro ao vivo, é só entrar no site: www.supramax.com.br e clicar no símbolo da Salgueiro FM.
PS2: alguma outra novidade bombástica, ficará por conta do Pio, Colaborador do Blog. Se tivermos alguma bomba ( tipo Brett Favre assinar com o Miami, Dan Marino voltar a ser QB, etc... ) e a mesma não for relatada aqui, a culpa é dele... eu só volto na segunda a tarde...

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Tá chegando o dia...

Algumas questões que nos cercam ( e preocupam ) antes das Trainnings Camps:

Ricky Williams, Ronnie Brown e Reagan Mauia. Será que eles salvam o resto do ataque??
Jogo Corrido. Uma das principais apostas da Comissão Técnica para conseguir que o Miami volte a vencer. E essa aposta pode se dividir em três partes: a) Ronnie Brown manter-se saudável; b) Ricky Williams mostrar que ainda pode ser o Ricky Williams de 2002; c) Que Reagan Mauia possa facilitar a vida das duas estrelas. Ainda podemos ter outra aposta: que os "Late Round" Runnings Backs explodam. Ai sim, poderemos voltar a sorrir mais cedo do que todos apostam...

Phillip Merling: será ele o símbolo de uma nova defesa??

Linha Defensiva. Temos uma nova Defensive Line: Phillip Merling, Kendall Langford e Jason Fergunson ( além de outros 3 DTs recém contratados ). Sendo temos que esperar por falta de entrosamento e erros nesta primeira temporada juntos. Além disso é claro, todo nosso Staff de Treinadores é novo. Ninguém da "Era Cameron" ficou. Mas tenho confiança nos jogadores que já estavam no elenco ( Holliday, Roth, etc ). Teremos uma defesa forte novamente no médio prazo.

Será que Jason Taylor irá jogar este ano pelo Miami?? Só ele sabe a resposta...

Jason Taylor. Este é um grande problema a ser devendado até o início das Trainning Camps do Dolphins, no próximo dia 26. O Miami recebeu propostas por ele na semana do Draft, mas nenhuma agradou ao Front Office. Após o Draft, Packers, Ravens, Bengals e mais uns 4 times não revelados procuraram o Miami. Oferecem jogadores, escolhas, as duas coisas juntas mas ele ficou. Até agora existe um mistério: se ele vai participar das TC. A minha opinião é: ele até quer sair, mas só irá sair para um time que possa dar-lhe o que o Miami, infelizmente, não pôde e nem poderá: um anel de campeão de Super Bowl. Próximos capítulos, ou não, dia 26. Ou em edição extraordinária.

Na opinião de vários especialistas, temos o pior ataque da Liga. E o que merece quem tem o cara da foto ai como WR principal?

Wide Receivers. Que temos o pior elenco de WR de toda a Liga é de conhecimento público, e por demais notório. Agora chamarem o ataque como um todo de o pior da Liga, eu acho um exagero. Mas se bem que como merece ser chamado um time cujo WR principal é o Ted Ginn Jr, o WR2 vai ser o Ernest Wilford, que até fez boa temporada mas não é uma estrela, e o WR3 é o Dereck Hagan?? E eles terão que se virar sem um FQB, correndo o risco de terem como Starter o Josh McCown... Por isso, neste ano, TGJ tem calar a minha boca. Não só a minha, mas de todos os que ao vê-lo em campo pensam em Brad Quinn... Wilford tem qualidades para fazer uma temporada de regular para cima e o Hagan... deixa o Hagan fora dessa... Esqueci de alguém?? Do Camarillo, você deve ter pensado. Ele é tão ruim quanto o Hagan, mas pelo menos é esforçado. Mas não é todo dia que terá a chance de salvar o time como fez contra o Ravens...

Eu tenho pesadelos de ter que ver este cara como Starter do meu time...

Quarterbacks. É aqui que mora o maior do meus pesadelos, que já duram quase que uma década. Ter que ver ano após ano outras franquias arranjarem seus Franchise Quarterbacks me dói fundo no coração. E o Miami indo de McCown. Para quem um dia teve o prazer de ver o maior de todos é algo inaceitável. Que pelo visto vai continuar por vários anos. Quantos mais? Não sei, infelizmente. Só sei que neste ano, qualquer coisa é melhor do que ver Josh McCown de Starter. Eu prefiro o Henne, já que é impossível ele ser pior do que os outros dois. E o John Beck? Há, o que seria melhor que o Brad Quinn? Desse eu espero muito pouco. Só que ele não perca a disputa para o McCown. Por que se ele conseguir essa proeza, é bom ir embora e se aposentar. E eu que reclamava do Jay "passe para o lado e fumbles" Fiedler...

domingo, 13 de julho de 2008

Relembrar é bom... e projetar um futuro glorioso também...

Quantos momentos felizes como este - o único de 2007 - teremos na temporada que se aproxima?? Eu espero ao menos 5.

Ano passado, antes mesmo deste Blog ir ao ar, eu já não me mostrava tão otimista com a temporada. Sentia-me mal mesmo com o time e os negócios (??) realizados pelo FO, ou GDBAT, que tinham deixado este time ainda mais fraco do que nunca fora antes e que nunca deveria ser. A chegada de TGJ, a perca de Brad Quinn, a saída de Welker - que mostraria desastrosa em todos os sentidos, a contratação de um veterano para comandar(??) o ataque... erros em cima de erros. Vários deles nos deixaram mais longe do SB do que nunca estivemos antes. Sonhar em ganhar o título só para a próxima década, infelizmente. Mas mesmo assim, pessimista, eu ainda nutria esperanças de estar errado, de que vencer partidas era possível, de sonhar com um Wild Cad não era paixão de torcedor mesmo.


Um ano se passou, e no dia 31, o Blog comemora o seu primeiro aniversário. Espero que o segundo, daqui a um ano tenha um clima alegre, já que este ano, o clima é melhor que o do ano passado, mesmo sabendo que não iremos vencer mais do que 5 jogos. Mas porque, então, o clima é melhor? Porque agora tenho esperanças, vejo um trabalho sério sendo feito, fizemos um ótimo draft, um período de Free Agents conservador mas bom assim mesmo. O time é jovem em alguns setores, com veterenos em outros, mas é um time para 2010. Essa temporada e a outra, serão para ajustar os setores. E com fé em DEUS e plena confiança em Sparano e seus auxiliares, tenho certeza de que verei meu time sendo respeitado novamente. Mesmo que isso leve 3 anos. Mas verei isso. E nisso que está depositada a minha esperança. Que assim seja. Viva o Miami Dolphins. O único time invicto da História da NFL.