sábado, 27 de setembro de 2008

Já que não vamos jogar...

Irei fazer uma análise das próximas três partidas do Miami.

San Diego Chargers - Time que começou mal a temporada, mas que obteve uma bela vitória diante do Jets de Brett Favre. Tem uma equipe com um ataque que está fazendo 30 pontos por jogo, mas a defesa tem levado quase os mesmos 30. Tentar colocar pressão desde o início em Rivers, deixando-o desconfortável no Pocket e/ou tendo que sair dele. A nossa defesa contra o jogo corrido tem-se portado bem, mas o RB adversário é apenas Ladainian Tomlison, por isso precaução é importante. Outro fator a ser observado é que a secundária deles tem um certo Cromartie, que deixamos passar no draft para pegarmos Jason Allen. Coisas da Era Randy Muller e Nick Saban.
É possível vencer? Sim, mas teremos que jogar no nosso limite. Jogo corrido e nenhum turnover são a receita. Além disso, Chad-P terá que evitar a ótima Secundária do Chargers e portanto usar bastante Fasano e Martin. Nossa defesa, além de parar LT terá pôr pressão em excesso em Rivers. Se isso acontecer, a vitória é possível. Mas creio que este jogo, nós iremos perder.

Houston Texans - Time do Futuro da NFL mas que mais uma vez começou mal a temporada. Não obstante duas derrotas, o estado do Texas foi afetado por um furacão, que causou destruição e adiamento do jogo contra o Ravens. Aqui, ao contrário do Chargers, o maior perigo se encontra na defesa, comandada por Mario Williams. Por isso a nossa OL é que terá que se virar para proteger Chad-P e fazer o nosso jogo corrido funcionar.
É possível vencer? Sim, é claro. Não vejo o time do Texans muito melhor do que o nosso. Mas o problema é um só: nunca vencemos o "novo" Houston". Não posso deixar de citar a "vexatória" virada do ano passado, que jogou por terra qualquer resquício de ânimo que ainda existisse em Miami. Jogo complicado, por ser fora de casa e por ter tabu envolvido, mas não eu acredito em uma vitória

Baltimore Ravens - Um time que me traz as únicas boas lembranças da temporada 2007, já que foi o único que conseguiu perder para o Miami, o que deve reconhecer é um feito e tanto. Mas o time começou com 2-0 ( e acho que teria vencido o Texans, caso o jogo não tivesse sido adiado ), e o Ravens de 2008 não é o mesmo de 2007. Para sorte nossa, o Miami também não.
É possível vencer? Sim, desde que consigamos suplantar a ótima defesa do Ravens. Já que o ataque do Ravens não chega a me dar medo. Já a defesa... Para suplantarmos a defesa adversária, Chad-P e os WRs terão que estabelecer o jogo aéreo, para que não fique óbvio que usaremos "apenas" o jogo corrido. Não custa lembrar que o OC do Ravens é o Cam Cameron. Que desta vez ele faça o que mais fez em Miami ano passado: perca. Mas perder não seria algo irreal, que fique claro.

Rookies Update - Season 2008 - Bye Week

Já que não teremos jogo amanhã, irei fazer uma análise dos Rookies até aqui:
  • First Roud Pick Jake Long - OT / Michigan - Nos dois primeiros jogos ele esteve discreto, sentido ainda as diferenças entre a NCAA e a NFL, o que arigor é normal. O único problema era que ele estava sendo batido facilmente pelos RE, comprometendo a proteção à Chad-P. Mas na partida contra o Pats ele atuou dos dois lados da linha, e abriu verdadeiras avenidas na "outrora" poderosa defesa do Pats. Mostrou uma boa evolução até aqui;
  • 2° Roud Pick (a) Phillip Merling - DE / Clemson - Tem se revesado com o experiente Vonnie Holliday na função de LE. Até aqui está confirmando o que todos já esperavam dele: um bom homem de DL que está atuando do pass rush, e com eficiência diga-se de passagem;
  • 2° Round Pick (b) Chad Henne - QB / Michigan - Só participou do fim da partida contra o Cards, quando o jogo já estava perdido. Mas a sua estréia como profissional foi animadora. Completou 7 de 12 passes para 67 jardas, sem erros e sem td também. Mas o único TD marcado pelo Miami, com Ronnie Brown saiu no drive que ele comandou. Para quem seria "Joke", nada mal...
  • 3° Round Pick Kendall Langford - DE / Hampton - A grata surpresa. Já é um Sólido Starter e na semana 3 concorreu ao prêmio de Rookie of the week. Já tem 3 sacks na temporada - maior marca entre os DEs Rookies - e deverá figurar no All-Rookie Team da Temporada 2008. É um dos destaques da defesa ao lado de Joey "Pezze" Porter e Channing Crowder. Cada dia que passo fico mais impressionado dele ter saído na 5ª escolha do 3° round do Draft. Jason Taylor começou desse mesmo jeito. Será que a história está se repetindo?
  • 4° Round Pick Shawn Murphy - OG / Utah State - Até aqui tem aparecido pouco, já que é reserva de Justin Smiley, que está rendendo como o esperado. Murphy tem sido o backup eficiente e está ganhando experiência. 
  • 6° Round Pick (a) Jalen Parmele - RB / Toledo - Cortado dos 53 man roster, voltou essa semana ao Miami. Só que para a Pratice Squad. Como esperado,  não mostrou grandes talentos. Quem sabe ainda venha a ser usado ano que vem, ou atráves ( toc, toc, toc ) com a contusão de alguém.
  • 6° Round Pick (b) Donald Thomas - OG / Connecticut - Um grande achado e uma grande infelicidade. O achado porque ele se tornou starter da posição de RT assim que as Tc começaram. Grande infelicidade porque na primeira partida ele rompeu o ligamento do joelho e ficou de fora de toda a temporada. Mas ao menos resta um consolo: sabemos que ele é bom e que irá evoluir junto com os outros membros desta jovem Linha Ofensiva.
  • 6° Round Pick (c) Felix Hilliard - RB / Montana - Cortado dos 53, não faz mais parte do Miami Dolphins.
  • 7° Round Pick Lionel Dotson - DT / Arizona - Está sendo usado como "pau pra toda obra". Joga de DT no lugar de Fergunson, de DE e até de LB. E tenho que afirmar que ele até que tem rendido bem dentro das circunstâncias. Deverá, por esse seu esforço, manter-se no Miami, ao menos até as TC do ano que vem.

Além destes temos os UDFA ( Undrafted Free Agents ):

  • Dan Carpenter - Até aqui 100% de acertos, Tudo bem que ele não tentou tantos assim, mas é um alento essa sua marca.
  • Davone Bass - Acreditem: ele está até aqui com mais destaque do o TGJ. Um bom achado no fim de feira, que está servindo para a posição. Se evoluir sempre, deve ficar para 2009;

No geral dá gosto de ver como este Draft de 2008 foi excelente. Se fizermos mais dois drafts neste nível, estaremos no Super Bowl antes de 2012.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Três Prêmios para o Miami

  • Tony Sparano foi escolhido como o "Head Coach of the Week" pelo seu trabalho ( e de Dan Henning - OC ) na vitória sobre o Pats. O fator primordial para a vitória dele foi o Playcalling agressivo, que deixou sem reação a defesa do Pats;
  • E o Ronnie Brown, como era previsível, foi eleito o jogador da Semana. Seria mesmo impossível outro jogador vencer o prêmio, após a impressionante atuação dele contra o Pats.
  • Joey Porter levou o prêmio de "Defensive Player of the Week". Justo prêmio para quem conseguiu três sacks e forçou um fumble contra o "outrora" todo poderoso Patriots.
  • Kendall Langford concorreu como "Rookie of the Week", mas perdeu a nomeação para Felix Jones, que de fato fez uma partida impressionante contra o Packers. Mas ainda faltam 13 jogos e a sua vez irá chegar.
  • E para completar, no vídeo das 10 jogadas mais impressionantes da rodada, Ronnie Brown, não teve uma, mas sim todas as suas "big plays" colocadas como mais impressionante da rodada. Como vencer o Pats faz bem...

Semana 4 - Bye Week

Uma epopéia!!! A histórica vitória diante do Pats não irá desaparecer tão cedo de nossas mentes - nem da dos Pats fãs.

Ninguém. É que estamos na nossa Bye Week, e folgamos. Folga que eu ainda não sei dizer se é uma boa ou não. Na semana que vem teremos a certeza.

O perigoso San Diego Chargers. Eles tem um ataque poderoso, mas a defesa tem se mostrado quase uma peneira. Se contra a grande defesa do Pats marcamos 38 pontos, quem sabe dê para fazer uns 28 na do Chargers. Detalhe: o jogo é em Miami

1-2. Após perdemos 13 jogos seguidos ano passado ( 16 contando com o fim da temporada de 2006 ), é um alento estamor 1-2. Se a nossa secundária fosse melhor, daria para estar 2-1.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Day after...

O Miami Dolphins conseguiu algumas marcas interessantes ontem e Ronnie Brown também. Vamos a elas:
  • O Miami passou das 200 jardas pela primeira vez desde 29 de Dezembro de 2002, quando Ricky Williams era o RB Starter do time e vivia a sua melhor fase. Sabem quem era adversário naquele dia? Só dou uma dica: estava invicto a 21partidas;
  • E quebramos justamente a série, recorde da NFL, de 21 vitórias seguidas em Jogos da Temporada Regular do Patriots, marca que antes pertencia ao Miami;
  • Nós também estávamos a 11 jogos sem vencer fora de casa. A última também fora contra o Patriots;
  • A quase três anos que o NE não levava mais de 30 pontos. Levou ontem e antes tinha levado 40 do Colts em 07/11/2005. Nada mal...;
  • E Ronnie Brown se tornou o único jogador da era moderna ( pós SB ) a conseguir marcar 4 Tds de corrida e um de passe. Na história geral do esporte, apenas mais um jogador tem esse feito: Paddy Driscoll, que pelo Chicago Cardinals ( atual Arizona ) fez o mesmo em 7/10/1923, contra o Rochester Jeffersons. Que feito do Brown;
  • Achou pouco? Ele ainda estabeleceu um recorde de TDs corridos da franquia com seus 4 de ontem;

Pra finalizar a última vez que havíamos vencido uma partida com folga fora contra o Pats mesmo. E depois daquele vitória vieram 16 derrotas em sequência. Quem sabe tenha chegado o momento das vitórias? Abaixo algumas explicações porque vencemos a partida com tanta vantagem:

Jogo corrido = a grande arma do Miami, funcionou. Corremos para 216 jardas. Eu disse que com 150 por jogo daria para sonharmos com um 5-11. Se conseguissémos marcas como essa de ontem em mais 6 jogos, dá pra sonhar com algo mais...

Linha Ofensiva = Jogando contra uma outrora dominante defesa, conseguiu abrir o "buracos" para as corridas de Ronnie Brown e Ricky Williams. Jake Long ( foto ), conseguiu se sair bem, jogando tanto de RT quanto de LT. Em TDs do Brown ele estava em dois de cada um dos lados. Mas não foi só ele, o setor como um todo mandou bem demais. Duvidas? Sabe quantos sacks sofreu Chad-P ontem? Isso mesmo, 0 sacks...

Playmaker = Todo time precisa de um e ontem esse foi Ronnie Brown. Que só para constar tem 5 Tds corridos na temporada. Melhor marca entre os corredores da Liga inteira ao lado de Michael Turner, do Atlanta Falcons ...


Clima = O ambiente no Miami está diferente. E para melhor é claro. Mesmo na derrota para o Jets foi possível perceber mudanças. Se eu fiquei chateado e cheguei a dizer - e disse mesmo - que as coisas estavam iguais é porque eu queria uma vitória. Sempre as quero, e sei que todos também. Agora é esquecer a epopéia de ontem, ajustarmos ainda mais os setores e encararmos o Chargers, adversário tão difícil quanto o Patriots...

domingo, 21 de setembro de 2008

Nada é impossível quando se torce para o Miami!!!!

Escrevo este post chorando de alegria, e não é mera figura de linguagem. Choro mesmo, da imensa alegria de ver que eu estava errado, de que não posso jamais duvidar da capacidade do meu time, mesmo que ele tenha demonstrado o contrário. A tarde de hoje já faz parte de nossa rica história e eu nunca a esquecerei, mesmo que não tenha visto o jogo ao vivo ( trabalho em uma rádio da minha cidade e por isso passo a tarde fora ). 
Quando cheguei em casa, dei um grito que minha esposa veio pensando que eu estava passando mal. Mas vamos deixar de firula e comentar, via imagens, a 2ª vitória do Miami em 22 jogos. Pra quem gosta de detalhes: a nossa barracuda começou justamente após o 21-0 de novembro de 2006. Será que agora, justamente após outra lavada sobre o Patriots, voltaremos ao bons dias? Só o tempo dirá.

No Forum o Quarterback eu apostei nele para MVP da Temporada. Se jogar assim mais vezes, posso acertar.

Até passe pra TD ele fez, para 19 jardas para o ótimo TE Anthony Fasano...

Seja bem vindo de volta Ronnie Brown. Como é bom vê-lo assim: sorrindo e decidindo jogos...

Alguém anotou a placa? Toda a "temível" defesa do Pats atrás dele. No anos 80 Burt Reinolds fez uma série de filmes com nomes parecidos: "agarre-me, se puderes"...

Show Time!!!

Até Ted Ginn Jr jogou bem, com 5 passes recebidos ( 49 jardas ), quase o dobro do que havia recebido em dois jogos...

Alegria, o Miami venceu!!! Ronnie Brown fez tudo hoje, até jogou como QB ( e bem, muito bem ) e passou pra o TD de Fasano...

Digam a NFL que o Miami ressurgiu. E foi diferente do ano passado ( com OT ), dessa vez demos um passeio no Pats...

E não foi só o ataque que jogou bem, a defesa rugiu alto. Interceptação, fumble forçados, sacks... como este de Joey Porter em cima de Matt Cassel. E a secundária não foi queimada. Alguém viu Randy Moss em campo??

Comprar uma camisa de Ronnie Brown? 60 dólares. Ingressos para o jogo do Miami? 120 dólares. Ver a "super" OL do Pats com essa cara, não tem preço!!!

Playcalling com agressividade? Coisa que não tínhamos a mais de 10 anos. Ronnie Brown correu sendo o QB e o Chad-P era o WR. Parabéns Dan Henning ( coloquei a foto do Sparano porque não achei a do Henning ). E o próprio Sparano merece parabéns, afinal ele foi quem montou o Staff...

Hoje seu trabalho foi facilitdo, mas ele fez uma ótima partida ( 17/20 e 226 jds ) e ainda se posicionou como WR em várias jogadas. Será que fazem isso outras 10 vezes? Sabe como é, agora que vencemos o Pats, quem sabe né...

Será que voltaremos aos nossos bons dias? Será que esta foto é uma passagem de bastão? Só o tempo dirá...