sábado, 18 de outubro de 2008

Câmera Undefeat - Ravens at Dolphins



Já que amanhã o jogo é contra o Ravens, clique na imagem e veja o lance da Temporada passada pro Miami. Eu fica arrepiado até hoje.

Ravens ( 2-3 ) at Dolphins ( 2-3 )


Deja vu? Pode até ser, mas desta vez estamos bem mais fortes e com a moral boa. Poderemos até perder, mas eles terão que jogar bastante pra isso...

Confronto que me traz boas recordações recentemente, mas que também remete-me à última vez em que jogamos uma partida de Post-Season ( 2001 dentro no nosso estádio - como amanhã - se não me engano foi 20x3 ). Em todo caso, fiquemos com a sensação do ano passado, a vitória na prorrogação com TD de Camarillo correndo livre pra marcar. Amanhã é um outro jogo e ao contrário de 2007, os times não tem grandes desfalques, e por isso deveremos ter outro jogaço. Tomara que o desfecho seja o mesmo!! Para que isso aconteça, três coisas em especial precisam ser favoráveis a nós na partida de amanhã:
  • Jogo Corrido contra a Defesa do Ravens - Que o ponto mais forte do Miami é o jogo corrido todos na NFL sabem. Que a defesa do Baltimore é uma das mais fortes contra a corrida, também é público e notório. Desse confronto depende, na minha opinião quem vence a partida. Não é que se o jogo corrido passar das 120jds é vitória garantida e nem que se a defesa limitar Brown e Williams a menos de 80 iremos perder. Mas que quem levar vantagem aqui estará mais perto da vitória isso é fato. Por isso nossa OL - sobretudo Long contra Suggs - terá que dar o suporte aos corredores e ao mesmo tempo proteger o Chad-P. Duelo fundamental pro resultado do jogo...
  • Secundária contra Flacco - Ok, Joe Flacco não é um Favre e Warner, mas tem se saído melhor do que parecia. Mas como o OC do Ravens é Cam Cameron - a Besta Mor do GDBAT - acho que ele poderia estar melhor caso estivesse nas mãos de outro OC. Mas como a nossa secundária é uma avó ( mãe duas vezes ) é bom termos bastante cuidado. Para que possamos ter sucesso neste confronto, a DL e os LB terão que pressionar sempre Flacco. E até aqui a OL do Baltimore não é uma barreira impenetrável. Trabalho extra para Merling, Langford, Fergunson, Porter, Ayodele, Crowder... Já que se dependermos apenas dos membros da Secundária...
  • Ataque aéreo contra a Secundária do Ravens - Aqui temos um ponto a nosso favor e vários contra. A Secundária do Ravens é uma das melhores de toda a Liga, mas não está jogando tão bem assim atualmente - o que ainda é ótimo se compararmos com a nossa própria. Como não temos um "único" WR que seja Playmaker, é bem capaz de vermos nossos TE sendo super marcados e passemos a depender dos nossos WRs, e é aqui que o problema é grande, já que o melhor deles é Camarillo. Já o TGJ... Por isso é bom que Penninngton ache os alvos - sejam WR/TE/RB e que ele tenha tempo para passar. Se isso acontecer, poderemos sim vencer o forte time do Ravens. Que aliás vem de uma cacetada diante do Colts... só que o Colts tem WRs, coisa que em Miami não existe...
Posso citar ainda a questão dos ST, mas o do Miami consegue tomar um TD em Retorno de Punt como o que levou domingo. E temos quase que sistematicamente começado os drives na marca de 20 ou até menos...
Que consigamos vencer, afinal se perdemos ficaremos com 2-4 e ai a Post-Season já era. Mas Flávio, Playoffs pro Miami? Pra quem bateu em Patriots e Chargers e está em uma divisão que se encontra aberta...

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Semana 7 vs Baltimore Ravens

Mais uma derrota dolorida e de virada no finalzinho contra o Houston Texans, que é a única equipe de toda a NFL que nunca perdeu pro Miami.

O Baltimore Ravens diante nossa torcida. Se lembrou de algo? Sim a nossa única vitória ( graças a DEUS ) foi contra o Baltimore, que à época estava bastante desfalcado, assim como o Miami. Agora os dois tims chegam praticamente inteiros e deverão fazer outro jogaço...

O nosso rival de divisão e líder da mesma, o Buffalo Bills, dentro de casa. Portanto, momento ideal para batermos neles e nos aproximarmos do Topo da Divisão. Loucura? Super Otimismo? Ter tido a chance de vencer 4 em 5 jogos também era...

2-3. Não fosse o péssimo - pra variar - desempenho da nossa secundária, estaríamos com saldo. Mas paciência, teremos três jogos seguidos em casa para estarmos, daqui a três jogos com 5-3...

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Algumas notícias nem tão boas assim...

  • Will Allen, CB Titular do Time ( o que convenhamos não quer dizer absolutamente nada ), está com uma contusão, sobre a qual ainda não se sabe a extensão real. Dois Jornais da Flórida, que cobrem o dia-a-dia do Miami em seu campo de treinamentos em Davie, falam coisas truncada: um fala que ele não treinou e que é Dúvida pra Domingo contra o Ravens. Já o outro informa que ele apenas não treinou pra se preservar para o embate frente ao Baltimore. Se com os titulares a secundária já é um avó ( mãe duas vezes ) imagine com os reservas...
  • O FB Casey Cramer é outro que está fora, ou quase. Domingo eu estranhei a presença de Cobbs em campo - até porque na WildCat Formation não usa-se o FB - mas ele não estava disponível pro jogo, mesmo que o Miami não o tenha incluído na Lista de Machucados. Agora sabe-se que ele está com problemas e deve ficar de fora do jogo contra o Ravens. Não que isso vá mudar o preço do dólar, mas é sempre bom ter um FB pra distrair a defesa, ainda mais se ela usa e abusa de Blitz, como é o caso do Ravens...

domingo, 12 de outubro de 2008

Dolphins 28 x Texans 29

Mudamos de Ténico, de QB, de GM mas continuamos sem conseguir vencer o Houston Texans. Então irei pegar carona na máxima que imagens falam mais que mil palavras:

Tudo parecia caminha pra mais uma bela vitória: Wildcat Formation funcionando, como nesse passe de 50 jardas de Pennington para Patrick Cobbs. Na jogada, variação da original, Brown passou pra Williams que ao invés de correr passou a bola pra Pennington que lançou pro desmarcado Cobbs... depois outro TD, este de 80 jardas, com ótimo da trabalho da OL ( na foto Long com Cobbs )

Chad Pennington fez outra partida consistente ( 19/25 - 284jds - 2 tds ), sofreu uma Int, sofreu 2 sacks ( ambos do Mario Williams ), e isso parecia o suficiente, mas...

Ai veio um Punt péssimante chutado pelo pior Punter de toda a Liga - Brandon Fields - e tomamos um TD. Neste momento o Miami liderava por 14x6 e jogando bem, dominando o ataque do Texans, e o caminho natural seria matar o relógio no segundo tempo. Seria...

Pois com o placar apertado, o time do Texans ( mais precisamente a dupla Schaub e Jonhson ) começou a jogar. Como neste TD em que, pra variar, a secundária falhou feio...

Lembram-se que eu falei que seria necessário jogar sem cometer erros? Pois eles existiram mais do que seria aceitável, como esse drop de Fasano, que não brilhou tanto quanto nas partidas anteriores. Além dele, o fenomenal TGJ recebeu um passe apenas. Sabe quantas jardas ele avançou nesse passe? -1. Será que merece vencer um time cujo o, em tese, melhor WR anda pra trás??

Nossos RBs não brilharam. Juntos, Ricky Williams e Ronnie Brown correram menos de 100 jardas, mas marcaram um TD cada um. Isso seria o suficiente, não fosse...

uma atuação impecável, ou quase, do QB adversário, que no segundo tempo castigou a nossa pobre secundária, que pra variar abriu o bico. Coisa triste esses setores do Miami...

Em que pese que a secundária conseguiu uma Int e ainda forçou este fumble da foto em um lance que seria TD do Texans, mas...

Vacilou feio na última posse de bola do jogo, em uma quarta pra 10 - lembra-se de algo? - e permitiu a recepção de André Johnson, onde o DB tentou a Int antes de pensar em evitar a recepção. Depois mais dois passes e ai o vacilo fatal: deixar Schaub livre pra marcar o TD... assim não dá. Triste essa secundária. Talvez pior até que os nossos WRs...

Miami Dolphins ( 2-2 ) at Houston Texans ( 0-4 )


Ano passado a situação era inversa e perdemos. Será hoje o dia de finalmente vencermos pela primeira vez o "sucessor" do Oilers?

O Miami tem hoje uma oportunidade rara para poder ficar com saldo em uma temporada, algo que não acontece desde o ano de 2005 ( quando terminamos o ano com 9-7 ). O adversário é forte e mesmo vivendo um começo péssimo de temporada ( 0-4 ) merece respeito. O jogo será no Reliant Stadium, em Houston, onde ano passado tomamos uma virada de doer. Por isso vamos ao que temos que fazer pra vencer:
  • Errar pouco - O Miami até aqui é um dos times que menos tem errado na temporada. Se nos mantivermos assim, poderemos vencer mais jogos. Quem erra menos, vence;
  • Continuar Correndo - Nas duas últimas partidas, graças a Wildcat Formation, o Miami venceu dois fortíssimos adversários, ambos melhores do que o Texans. Se estabelecermos a corrida novamente, outra vitória é possível sim;
  •  Linha Ofensiva - Até aqui só tenho motivos para estar alegre com os nossos "lenhadores". O nosso QB só foi sacado duas vezes na temporada, marca baixíssima, e Ronnie Brown tem encontrado avenidas pra correr. Pena só que Thomas esteja fora da temporada. Ele tem futuro na liga. Long, que alguns já apelidavam de "Joke", foi até citado entre os Rookie da Semana;
  • Secundária continuar melhorando - Enfrentamos um dos QBs mais quentes do momento na Liga e não fomos queimados ( tomar um TD de passe é normal, e é o que levamos nos jogos contra Pats e o Chargers ). Por isso o setor que era o pior do time, ao lado do WRs, está bem melhor. E quem sabe deixe o abacaxi pros Recebedores;
  • Pressão no QB adversário - Quem deve ser o Starter é Rosenfels - velho conhecido nosso - mas mesmo que seja outro, a nossa DL terá que manter o nível das atuações anteriores para que possamos vencer. Rivers deve estar tendo pesadelos até agora. Cassel idem. Tomara que o QB do Texans seja o terceiro na lista. Isso é trabalho para Porter, Merling, Langford, Roth, Fergunson, etc, etc;
  • Variar as jogadas ofensivas - Não existe bobos na NFL. Ok, essa frase é velha e batida, mas a Wildcat formation não irá funcionar pra sempre com a mesma eficácia. Por isso Chad-P terá que continuar achando os espaços e passando, até porque Ronnie Brown será o centro das atenções. Isso implica que os WRs terão que aparecer pra jogar. Esse será o papel de Camarillo, Bass, TGJ...;
Nas duas últimas partidas Tony Sparano passou por aqui, viu minha dicas, as usou nas partidas e o time venceu duas vezes. Será que ele vai ter tempo de fazer o mesmo hoje??

Go Dolphins, Go!!!! EU ACREDITO!!!!

UPDATE: Fizemos quase tudo dito ai em cima, mas... o Grande TGJ recebeu uma bola pra -1jarda. Como é que um time pode vencer quando o seu "grande" WR consegue essa proeza??