sábado, 19 de setembro de 2009

MNF: Indianapólis Colts at Miami Dolphins

A volta ao horário nobre, contra um adversário nobre. Querem melhor oportunidade para conseguirmos uma vitória nobre?

O jogo é contra, em minha modesta opinião, o time do melhor QB da NFL desde que Dan Marino se aposentou. Aliás o próprio Marino considera Payton Manning seu sucessor.

Sendo assim, vamos ao que precisa acontecer, nesta ordem, para que vençamos este gabaritado ( porém na história um "quase freguês" ) adversário:

  • Pass-Rush dominante - A OL do Colts está passando por uma reformulação e não viveu grandes dias contra o Jaguars. Se conseguirmos pressionar PM, ele poderá não tão preciso nos passes, e ai nosso grande destaque pode aparecer: Sean Smith.
  • Secundária ser mais eficiente - Não irei brincar, se Ryan - que ainda é uma promessa - foi mortal contra nossa secundária, PM pode ser ainda mais letal. No entanto, se nosso Front-Seven ajudar, os nossos DBs tem que ao menos dificultar as coisas. Se conseguirem, temos uma chance bem maior de vitória.
  • Não cometer erros - Contra um time forte como é o caso do Colts. Errar é mortal. Portanto 0% de erros é necessário.
  • Correr e correr - Já é batido por aqui: correndo, cansa-se a defesa do adversário, desafoga-se o QB e ainda mantem-se a própria defesa descansada. Sendo assim, e como a defesa do Colts é frágil contra às corridas, é o dia para que Ronnie Brown, Ricky Williams e Patrick Cobbs apareçam. Quem sabe até Pat White. Não custa sonhar.

No mais, conseguir marcar mais pontos que o rival, não é óbvio?? Falando sério, tentar limitar os danos do melhor QB e tentar pontuar em quase todas as chances possíveis.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Como anda o Miami...

De uma péssima estréia contra o Falcons, mais pelo resultado do que pela atuação em si, que como expus no post anterior.

Indianapólis Colts, o time de Payton Manning, apenas o MVP de 2008. Mas o retrospecto dele e do time na história contra o Dolphins não é favorável. Ao Colts e a PM, é claro...

Contra o San Diego Chargers, que usa as corridas de Sproles e Tomlison, e que ano passado foram barrados na linha de 1 jarda no final do jogo... Será que conseguiremos vencer? Só o tempo dirá.

0-1, perder é ruim, mas era uma possiblidade. Agora é vencer os "cavalos"...

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

A grama do vizinho sempre é mais verde...

Grama. Porque será que a do vizinho, sempre nos parece ser mais verde?

Pois é. Eu poderia chegar agora e falar com tem gente falando por ai "não avisei" em certos Sites/Foruns, cuja credibilidade caiu consideravelmente nos últimos tempos, por comprar brigas "clubistíscas" e fazer "ofensas" gratuitas em todo post sobre o Miami. Não farei isso, porque sou antes de mais nada, ético. Eu sou, garanto.

Voltando a falar de quem merece minha atenção, o Miami Dolphins e meus inúmeros leitores ( 97 no domingo foi o terceiro maior da história do Blog ), eu lembrei, sempre, que os 4-0 na pre-season de nada serviriam na temporada. Só que eu não esperava que o time cometesse 4 erros, bobos, logo na estreia. O time do Falcons, à despeito de opiniões contrárias, não jogou nada demais e se assim o fizer, não irá para a Post-Season. O problema é que nós, também não, caso é claro fiquemos na mesma toada.

Mas porque a grama do vizinho é, sempre, mais verde? É aquela história do copo pela metade: estará ele meio cheio ou meio vazio? Ou se preferirem, o fim de tarde: temos um resquício de sol ou já é noite? Tudo depende do ponto de vista de quem olha.

Sendo assim, eu prefiro ver a atuação, péssima, de domingo com outros olhos:
  • Os receivers do Falcons conseguiram grandes avanços? Não. Gonzales é TE, não WR. Então de certo modo nossos CBs atuaram bem. Quem marca TE são os LBs, de modo mais específico um ILB ou um OLB, geralmente o do Strong Side. Sendo assim, temos um erro de posionamento nem tão grave pra se corrigir. E se serve de consolo, o melhor TE da liga já foi... Claro que o prómixo, Dallas Clark é fortíssimo, mas não tanto quanto o Super Gonzo.
  • O jogo corrido do Falcons é forte ou não? Eu diria que sim. Turner foi destaque em 2008 e um dos pilares do sucesso do time. Alguém o viu em campo domingo? Pois é, contra o jogo corrido, nossa defesa - que já era ótima - está melhor. Se conseguir apertar melhor os QBs adversários, temos sim chances de vencer partidas contra times "ajustados", como disseram por ai, vocês bem sabem onde.
  • Chad Pennington teve uma péssima atuação? Eu diria que não. Ele conseguiu uma ótima porcentagem de passes acertados, talvez a sua melhor qualidade, conseguiu passes longos - a sua pior - e tomou decisões corretas, ao meu ver. Cometeu um fumble onde o defensor passou por cima de Vernon Carey e uma Interceptação já com a faca no pescoço. Se ele mantiver essa média de jardas durante a temporada e conseguirmos correr com a bola, iremos longe em 2009...
  • O que houve com Fasano? Pois é, ele teve um dia péssimo, o pior de sua carreira. Ele não cometeu um único fumble em 2008 e domingo cometeu logo 2. Olhando pelo lado do copo meio cheio, ele não pode ser pior do que foi contra o Falcons. Então segunda a noite contra o Colts, com um pote de cola, ele será bem melhor.
  • E os nossos recebedores: foram bem ou não? Quando vc tem a melhor recepção da semana - a de Camarillo com os pés e bunda, nesta mesma ordem - é impossível dizer que fomos mal. Bess mostrou que é a estrela da companhia, TGJ recebeu seus passes ( mas pra variar, nada fez em retornos, sua "grande vantagem"??? ) e o time avançou pelo ar. Temos boas perspectivas pro futuro.
  • Iremos conseguir correr decentemente um dia? A defesa do Colts é frágil contra corridas. Será ali a chave pra vencer. A do Chargers também mostrou-se instável contra o Raiders. Sendo assim, eu acredito em 250 ou 300 jardas nestas duas partidas.

No mais, é esperar. Temos, sim, um calendário complexo, mas os outros times tb. E fomos o único da divisão a enfrentar um time de fora da Conferência e que tenha ido a post-season ano passado. Ou seja, pegamos um time forte de verdade, não um que acham forte ( no caso, o Texans, sempre o time do futuro ).

terça-feira, 15 de setembro de 2009

E os nossos rivais de divisão?

No Domingo eu fiquei impressionado - muito pra ser sincero - com a autoridade com que o Jets venceu ( ou teria sido massacrou?? ) o sempre "time da temporada" o Houston Texans. Foi de dar pena do Texans e até de se assombrar com o Jets. Teremos um rival pra lá de inspirado nesta temporada. Se bem que Sanchez foi interceptado. Mas nada que tenha ameaçado a vitória de nosso mais odiado rival.

Ontem no Monday Night, o Patriots venceu o Bills por 25 a 24 em um jogo em que o Bills perdeu o jogo, não o Pats venceu. Um erro no final, em um kickoff em que o retornador quis ganhar mais umas jardas e acabou cometendo um fumble idiota. Tom Brady fez então um Drive perfeito e virou o jogo. Nada que demonstre que o time será o rolo compressor de 2007, mas o "velho" Brady pode ter acordado...

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Analisando a jogada...


Como a temporada começou ontem - com derrota - dou o pontapé inicial no "analisando a jogada", demonstrando em detalhes o porque do resultado do dia anterior...

Neste lance, de terceira para 12 jardas, era óbvio que o lance seria de passe. Tão óbvio que temos 3 jogadores do Miami ( em vermelho ) marcando Tony Gonzalez, que estava destruindo nossa defesa. Mas o que faz o número 32 totalmente desmarcado? Falha - grotesca até - de marcação. O que faziam 3 jogadores em Gonzalez? A lei da física - e da NFL tb - não permitem 12 na defesa contra 11 do ataque, entaum era óbvio que iria sobrar alguém. Vejam que Yeremiah Bell está começando a fazer a volta, que no entanto resultará em um tackle tardio e que permitiu ao Falcons nova primeira descida, bem no meio do campo. Um pouco mais de atenção e Falcons teria que chutar um punt. Ponto importante, ainda sobre a corbertura: não foi um play action ( jogada feita pra enganar ) e sim uma shotgun ( vários recebedores em campo ).

Quanto a nossa DL, vejam que Ryan tem tempo pra realizar o passe. O time foi em um Blitz, que não deu certo. Ao menos Ryan não pode sair pros lados - estava marcado nisso - mas podo executar o passe, que ao meu ver já era por demais esperado por todos. A OL do Falcons fez um bom trabalho, mas se o passe foi mais longo - o que demandaria mais tempo - Ryan poderia ser pressionado, pois Taylor - o mais próximo defensor - já desistiu do lance. Se o mesmo tivesse sequência, ele poderia pressionar o QB. Em todo caso, a DL fez seu papel. A secundária - quando teremos esses problemas resolvidos - foi mais uma vez o ponto destoante.

O Rookie Sean Smith esteve bem, Matt Ryan o evitou mas quando exigido ele defletiu passes com grande qualidade. Já Will Allen foi um desastre, e do seu lado nasceram os grandes avanços por parte do Falcons. Yeremiah Bell e Gibril Wilson foram, os dois, péssimos. Mas isso pode ser pela falta de pressão em Ryan ou por uma má atuação mesmo. Em todo caso o QB da semana que vem é só um certo Payton Manning...

Trabalho extra para Tony Sparano e equipe. Corrigir a cobertura, aumentar a pressão da DL e colocar cola nas mãos de Anthony Fasano...

domingo, 13 de setembro de 2009

Dolphins 7 x 19 Falcons

Sem sofrer tanta pressão quanto todos nos gostaríamos, e com tempo, Matt Ryan apenas teve pontuar, colocando o time pra chutar FGs e conseguindo dois TDs. Atuação segura, para quem poderia ser um Bust...

Já Chad Pennington sofreu com as pressões e os buracos na nossa OL - que deveria ter melhorado em relação à 2008, mas não é o que parece - e ele cometeu este fumble ai da foto, que somados aos outros 3 erros ( dois fumbles do Fasano e uma Int do próprio Pennington ) foram determinantes. Eu digo: o Falcons não merecia vencer o jogo, mas o Dolphins mereceu perder...

De positivo mesmo, só a sensacional recepção com os pés - isso mesmo, com os pés!!!! - de Greg Camarillo, em um momento do jogo em que parecia que conseguiríamos a vitória... mas fica pra semana que vem, contra o Colts.

Aos mais apressadinhos eu diria algumas coisas:
  • Dificilmente iremos errar tanto quanto hoje novamente na temporada. Não sei exatamente o porquê, mas Anthony Fasano fez hoje a sua pior partida da vida. Deve voltar ao normal na semana que vem. Já culpar nosso QB pelo resultado é leviano: ele cometeu um erro só ( o fumble ), mas a OL deixou que a defesa passase como um raio ( Jake Long caiu ) e na Int, o time já perdia por 16x0, portanto era desespero;
  • Gostei da atuação do nosso front seven, pois conseguiu por alguma pressão em Ryan, menos do que o necessário, mas mesmo assim, parou o jogo corrido adversário.
  • A secundária não se portou tão bem quanto o esperado. No entanto, Ryan passou basicamente do lado de Will Allen, fugindo de Sean Smith. Sendo assim, Vontae Davis deverá aparecer no próximo jogo.

Week 1 - Dolphins at Falcons

É hoje. Iremos começar o nosso caminho na temporada 2009, em busca do Super Bowl. Será que conseguiremos? Se vencermos hoje, ficará mais fácil...

O jogo é no Geórgia Dome, campo sintético, mas o time está preparado para vencer. E pra vencer precisaremos de:
  • Pressionar Matt Ryan desde o primeiro momento jogo. Se conseguirmos deixá-lo desconfortável, ele poderá cometer erros, e toda a NFL sabe: errar contra o Miami, é mortal.
  • Correr contra a defesa do Falcons. Correndo deixaremos nossa defesa descansada e não forçaremos tantos passes, diminuindo a possibilidades de erros.
  • Controlar o relógio. Fizemos 10-3 ano passado quando ficamos com mais tempo em campo que o rival.

Palpite pessoal? Miami 20x10. E que assim seja...