sábado, 9 de janeiro de 2010

E agora Ted Ginn Jr, qual vai ser a desculpa?

TGJ no ( único ) dia em que brilhou verdadeiramente na NFL. E isso em quase 50 jogos. Nada mal, não é mesmo? Afinal neste ritmo ele será Hall of Fammer daqui a uns 100 anos...

Estava pensando em falar sobre várias coisas ( sobretudo sobre Draft e como podem/devem voltar os contundidos ), mas ao passar no NFL.com eu resolvi ver como fechou o ano o "mito" TGJ. É de assustar qualquer um, que em seu "break out year", ou em bom português o ano em que deveria explodir de vez, ele piorou seus números como Recebedor, ficou na mesma como retornador, mesmo que tenha conseguido um recorde ( no jogo contra o Jets e seus dois retornos para 100 jardas ou mais no mesmo quarto ). Vamos aos seus números, comparando os 3 até aqui de sua carreira:
  • 2007: 34 recepções, 420 jardas ( 12,4 de média ) e 2 TDs e 1 de especialista;
  • 2008: 56 recepções, 790 jardas ( 14,1 de média ) e 2 TDs.
  • 2009: 38 recepções, 454 jardas ( 11,9 de média ) e 1 TDs, com dois de Specialista.

Claramente ele piorou em tudo no ano de 2009. Menos como especialista, e mesmo assim em quantidade de TDs, porque em termos de média, ficou bem parecido. E era o seu "ano". É complicado defender alguém que consegue a proeza ter menos jardas e menos TDs do que um rookie de quarto round ( Brian Hartline ) e menos passes recebidos do que um WR que não seria Starter na maioria dos times da NFL ( Greg Camarillo ). E claro e evidente, que se levarmos em conta que os QBs do Miami conseguiram mais de 40 TDs em 3 anos, ele ter apenas 5 mostra o quão bom ele foi... isso se levarmos em conta que ele deveria ser o "astro" do time, aquele a resolver jogos, fazer as catches mais improváveis, etc, etc... Eita, me esqueci, estou falando do TGJ, não do Rice, Moss, Wayne...

Convém lembrar que os seus defensores diziam: ele não tem QB que lance pra ele e que possa ter braço para aproveitar a sua maior virtude, a velocidade. Pois bem, esta desculpa ele não tem mais: Chad Henne mostrou ter um canhão no lugar do braço. E o que fez TGJ? Dropou passes que até mesmo um WR do Torneio Touchdown seguraria facilmente. Teve bola de vitórias nas mãos e nada.

O Miami irá ficar com ele em 2010? Mantenho o que disse quando o mesmo foi draftado: ele nunca deveria ter sequer sido cogitado pra jogar no Miami. Por mim, e pelos seus pífios números em 2009, e pela queda de rendimento, quando todos os WRs cresceram de 2008 pra esta temporada, ele seria trocado. Mas talvez receba mais uma chance. Todo mundo merece uma. Só que no caso dele, seria a quarta de fazer algo na Liga.

Ele já um Bust? Está ficando cada vez mais claro isso, sendo que pra mim, ele sempre foi um...

2 comentários:

Equipe Phinaticos disse...

Flavio pra mim o ginn ja era, acreditei nele até essa temporada se não foi até agora não vai mais

Flávio Vieira disse...

Sim, FATO. Eu mesmo nunca acreditei nele, critiquei seu draft, considerando-o um extremo desperdício... o tempo me deu razão. Infelizmente diga-se...