sábado, 9 de janeiro de 2010

Top prospects: Defensive Tackle

Começo a série por aquela que talvez seja o ponto de partida de uma grande defesa. Não conheço um grande time vencedor, sem ter um DT/NT ao menos bom ( na verdade tem que ser mais que bom ). Não acreditam nisso? Quando Fergunson começou a ser assolado por contusões e mesmo assim jogava, tinhamos uma defesa top ten contra o jogo corrido. Quando ele parou de jogar, na partida contra o Panthers, nossa defesa caiu bastante, fechando na 17ª posição contra as corridas. Preciso mesmo dizer mais alguma coisa sobre a importância de um ótimo jogador nesta posição?

Ok, Fergunson pode voltar da contusão e dominar a posição novamente, mas é fato que ele tem 34 anos e mesmo que volte bem, não deverá ter mais do que 2 temporadas pela frente. Sendo assim, é urgente o draft de um substituto para ele, mesmo que seja para ser reserva agora em 2010.
Jogadores bons/ótimos, mas que não devem ser draftados, pois poderão ser Top Five picks:
  • Ndamukong Suh, Nebraska - É de longe o melhor de todos os DT/NT do Draft, e por isso mesmo não irá vir jogar em Miami, a menos é claro que façamos um trade-up violento. E eu acho que isso valeria a pena. Ele é um monstro e pode jogar desde o começo na nossa defesa, porquê tanto joga em 3/4 quanto em 4/3. Pesa contra si as cirurgias já realizadas, mas pode ser considerado ótimo quanto a ética profissional e fora de campo;
  • Gerald McCoy, Oklahoma - É um valor tão bom quanto Suh, mas é mais leve ( 290 contra 305 ) e é um underclassman - jogadores que se declaram pro Draft antes de completarem os seus 4 anos de Universitário - e são chamamos de Júnior ( 3 anos ) ou Sophomore ( 2 anos ). Os Freshman ( o rookie da NFL ), são proíbidos de se declararem pro Draft. Este deve sair até a pick 7 ou 8, e uma eventual mudança não seria tão cara quanto por Suh. Ele também sabe jogar em 3-4;

Alvos mais realistas, já que devem sobreviver ao Top Ten do Draft:

  • Brian Price, UCLA - E um jogador e tanto, forte, atlético, determinado. Perfeito, não? Só tem um grande problema: é apenas um Júnior e não é considerado adequado para a defesa 3-4. Sua temporada de 2009: 16,5 tackles for loss e 10 sacks. Bons números, diga-se;
  • Dan Williams - Tennessee - É um jogador com cara de NFL e tem peso pra isso ( 327 kg ) e outro atributos também. Joga em uma Universidade que não faz parte da elite da NCAA, mas isso não vem a ser exatamente um problema. Pode atuar em 3-4 basicamente, e isso é o que nos importa. Conseguiu 56 tackles ( 8 for loos ) e 2 sacks, algo que sabemos ser complicado mesmo em defesas que atuam em 3-4. É um pick interessante, e o time se decidir por um NT, tem tudo para ser escolhido;
  • Terrence Cody, Alabama - Em uma palavra: um monstro. Ele pesa nada menos que 365 kg!!! E é porque perdeu 30!!! É um pick arriscado em vários sentidos, mas o maior é o seu peso, que lhe tira uma das mais importantes qualidades de um jogador de sua posição: agilidade. E não é nada versátil. Aliás como alguém com tantas arrobas poderia sê-lo? No entanto, consegue empurrar Centers de grande peso e bloqueia dois ao mesmo tempo. Alguma surpresa nessas duas qualidades?

Se formos de DT/NT no primeiro round, o nome será um destes ai. Se esperarmos pro segundo round, temos alguns nomes a serem observados:

  • Allen Bailey , Miami - O NT dos Hurricaines é um bom prospecto, que pode até, eventualmente, sobrar até nossa pick de segundo round. Mas eu acho isso quase impossível. Mas vai que acontece o mesmo que ocorreu com o Phillip Merling?
  • Jared Odrick, Penn State; Odrick teve números espantasos: 41 tackles ( 10 for loss ) e seis sacks. É um jogador perfeito para 3-4 e por isso, creio eu, deva sair ainda no primeiro round. Mas é mais provável sobrar pra gente do que Bailey, até pela reputação dos times dos dois;
  • Mike Neal, Purdue - Versatilidade. Esta é a sua vantagem na luta por um bom time. Tem quase tudo de regular pra bom, mas falta aquela grande skill. Sendo assim, é certeza estar disponível em nossa pick de segundo round. Se for escolhido, tem tudo para ser um atleta dedicado e que possui algum potencial de crescimento. Dificilmente será, um dia, um Top Ten em sua posição, mas também não será um dos piores.

É isto, se formos de DT/NT, um destes nomes deverá desembarcar em Miami. Quem será, só o tempo dirá... Segunda eu falarei dos Running Backs, a outra grande necessidade do time.

12 comentários:

Unknown disse...

Opa! Por mim os dolphins iriam de ILB.. Rolando Mcclain se estiver disponível seria uma ÓTIMA (para de tornar o líder dessa defesa), mas nada contra um NT. Em relação a posição de running back acho que deveriamos deixar para o ano que vem, pelo que pesquisei terá uma boa classe de RB.
Ah! E logo quando eu ia pedir para que os comentários fossem liberados, ocorreram certos problemas citados anteriormente, infelizmente.

Flávio Vieira disse...

eu irei falar de todos os prospects, de todas as posições...

começo pelos os que eu acho as principais carências do time...

Quanto ao ILB e ao nome, seria uma boa e temos a pick 12... sendo assim, seria uma boa mesmo...

Unknown disse...

Oi Flávio,
sou torcedor dos Dolphins e acompanho esporadicamente o teu blog. Costumo acompanhar mais o DiarioNFL e a comunidade NFL Temporada 2009 do Orkut.
Concordo com você quando diz que é preciso urgentemente um NT. Acredito que a base de qualquer defesa que use o 3-4 é um NT dominante. Basta ver Chargers, Patriots, Packers ou Ravens. Jason Ferguson ajudou bastante o time até se machucar. Mas ele já é velho e acho que seria melhor investir em um NT que seja o futuro do time, seja via draft ou Free Agency. Acho que a melhor opção seria um steal no Vince Wilfork dos Pats, pois ele vai ser unrestricted free agent, mas acho muito difícil conseguir, principalmente pq ele deve ganhar uma extensão monstruosa. Então dentre as opções do draft, eu escolheria fácil fácil Terrence Cody, um NT gigante estilo Shaun Rogers. Torço fortemente para o Dolphins escolher ele.
Mas conhecendo o Bill Parcells seria de se esperar que ele draftasse um LB, principalmente quando se observa a idade do Joey Porter e do Jason Taylor. Rolando McClain como citado aí pelo cara que comentou seria uma opção, mas acho muito difícil chegar até o pick dos Dolphins. A grande maioria dos mock drafts, bota ele no Broncos.
A preocupação do time tem que ser nessa ordem: NT > LB > DE > WR. Acredito que um bom pass rush, possa ajudar a, até agora frágil, secundária dos Dolphins. Na minha opinião, ela é o maior ponto fraco do time. Mais até do que o corpo de WR, que na minha opinião é underrated.
Abs,
Luiz Felipe Malta.

Unknown disse...

Não custa nada sonhar O.o

"Florida is home to me. Who wouldn't want to play at home?

Look here man, it's a business and guys go play across the map and everywhere. Whatever is the best situation for me and my family, that's what it will be. Trust me -- whatever decision I make will be for the best of me and my family."

-Patriots NT Vince Wilfork, reportedly said with a smile following their playoff loss on Sunday.

Wilfork is scheduled to be an unrestricted free agent this offseason and he wants a long-term deal. While part of me thinks he might be using the Dolphins as leverage for a new contract from the Pats, we can only dream that Vince might actually end up in South Florida. (thephinsider.com)

Flávio Vieira disse...

Ao Luiz Felipe:
Sim, eu creio que um NT é preponderante. Claro que um RB tb o é, mas podemos - em tese - esperar até 2011. Quanto ao pass-rush acho que os temos no elenco ( Starks, Wake ), mas precisamos de um novo coordenador de defesa, ou de um auxiliar pra LBs... E sinta-se a vontade para aparecer...

Ao Cássio:
Wilfork é um sonho, mas custaria caro demais. Mas se viesse, seria ótimo. Espero um que possa aprender com o próprio Fergunson, que é o Top Ten NFL com certeza...

Unknown disse...

Se não houver um acordo entre os jogadores e a NFL,e se confirmar o "uncapped year" os times que foram aos playoffs não poderão oferecer mais que 30% do salário dos jogadores para extensão/renovação. Creio eu que pelo menos poderíamos igualar a proposta dos Pats. Mas acho difícil Belichick não fazer nada em relação à isso. =(

Unknown disse...

Se não li errado acho que é isso ^^

Flávio Vieira disse...

o Uncappy year seria desastroso em todos os sentidos. E nós perderíamos, em tese, o Brown que será RFA no fim de 2010 e passaria a ser UFA já no FA de daqui a um mês e pouco... isso seria um desastre. Mas, quem foi aos Playoffs sairia atrás, é fato. Wilfork é um dos 3 melhores NT da Liga, em minha opinião e nossa defesa só teria a ganhar com a sua adição, é FATO. E ao que parece, nosso atual dono, não é exatamente um mão de vaca...

Unknown disse...

Pensei que com o uncap year Brown se tornaria RFA e não UFA, já que é necessário 6 "anos de liga" para se tornar UFA sem o cap (Pelo menos foi o que eu li no sun-sentinel.com e outros sites), o que tornaria outros jogadores como Le’Ron McClain, Pierre Thomas RFA também. E com o cap os jogadores precisam de 4 anos na liga para serem UFA.
Se não li errado =)

Flávio Vieira disse...

com quatro anos torna-se RFA, a depender - é óbvio - da duração do contrato inicial ( no caso, em um contrato de 5 anos, ele fica RFA no quarto ) até onde sei...

Mas irei procurar maiores informações...

Flávio Vieira disse...

http://www.oquarterback.com/?p=2759

texto bastante esclarecedor...

Unknown disse...

Valeeeeeu