sábado, 3 de abril de 2010

Estrelas do Draft: Brandon Graham - DE/OLB

Graham é um monstro. Graham é um talento nato. Graham será um Dolphins Player? Em menos de 20 dias saberemos...

A nossa necessidade em um OLB é clara e se Kindle já estiver sido escolhido, nossas atenções devem recair - caso queiramos escolher um - sobre Brandon Graham. Vamos ao perfil dele:

  • Nome: Brandon Graham / Altura: 1,85 / Peso: 122 / Universidade: Michigan / Classe: Sênior
  • Pontos Fortes: Muito forte, dominante e resistente, tem biotipo adequado para as duas posições ( nem perde agilidade para ser OLB e nem força para ser DE ). Bom defensor, tem uma boa leitura do jogo. Razoavelmente versátil é bastante produtivo, lutando até o fim em cada snap, conseguindo chegar bem aos QBs e RBs.
  • Pontos Fracos: Não é muito explosivo, devido a ter velocidade e agilidade apenas na média. Não é muito bom em campo aberto. Sua altura não é considerada ideal, apenas adequada. tem braços pequenos, o que dificulta o embate contra os altos Tackles atuais. Seu potencial de crescimento é limitado, estando perto do seu máximo.
  • Notas: Foi titular de Michigan durante 2 temporadas e meia, o que lhe dá uma boa experiência, nomeado para o segundo time da All-Big Ten em 2008 e para o primeiro em 2009. Se Draftado encontraria dois amigos em Miami ( Long e Henne ). Segundo alguns analistas, parecido com Lamar Woodley.
  • Cotação: Em tese, sair no 12º pick do Draft, seria um reach. Não deve sobrar pro segundo round. Então só existem duas formas: esperar pro segundo ou fazer um Trade Up. Seria uma adição valorosa em nosso LB Corps.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Estrelas do Draft: Dez Bryant

Será ele o nosso futuro Recebedor de elite? Ou será um novo TGJ? Leia a matéria e veja porque a segunda pergunta é uma ofensa a Dez Bryant, melhor Wide Receiver do Draft 2010...

Que precisamos de um WR nato, capaz de realizar aquelas recepções que só as estrelas fazem, todos sabemos. Que querer isso de Bess, Hartline e Camarillo é ser por demais injusto com os mesmos, já que eles não possuem condições para tanto. Que TGJ jamais será 10% do que ele foi cogitado, é coisa para idiotas e afins. Que para superar secundárias como a do Patriots e do Jets é preciso talento puro, é outra verdade. Por essas e por outras é que, se formos escolher um WR no primeiro round, ele atende pelo nome de Dez Bryant. Não existe outro que valha esta posição no Draft ( metade inferior ) e ele é uma aposta infinitamente ( umas 50.000.000 vezes ) mais seguro que o Mr. Bust ( vulgo TGJ ). Por isso é uma ofensa compará-los. Com o Bryant, é claro.

  • Nome: Dez Bryant / Altura: 1,88 / Peso: 102 / Classe: Júnior / Universidade: Oklahoma State
  • Pontos Fortes: Boa aceleração, explosão e velocidade. Altura adequada a posição e tem grande impulsão, o que aumenta ainda mais a profundidade do seu jogo, além dos grandes braços que possui. Seguro com a bola, raramente comete fumbles. Uma de suas maiores virtudes é conseguir a separação dos marcadores, mesmo em rotas mais curtas. Ótimos instintos, bloqueia muito bem e pode - vejam só - contribuir nos retornos, onde é considerado um jogador produtivo.
  • Pontos Fracos: Sua imaturidade é seu principal calo. Agressivo por demais as vezes, prejudica o time com suas faltas. Alguns analistas contestam também a sua experiência em campo, haja vista, ser Júnior e ter jogado apenas 3 partidas em 2009, suspenso por violar regras da NCAA ( ao todo foi titular em apenas 19 jogos ). Tem o que melhorar na corrida de rotas, sobretudo nas que tem maior nível de complexidade, o que irá enfrentar em demasia na NFL. Também precisa de um maior nível de concentração, as vezes some dos jogos. Conta a seu favor que quando volta, decide.
  • Notas: Foi o melhor WR da NCAA em 2008, eleito também como retornador na divisão de sua Universidade. Tem 29 Tds em 29 jogos ( lembrando que foi starters em apenas 19 destes ), marca que é o seu grande cartão de visitas. Além de outros 3 como retornador. Qual a diferença entre a carreira dele e a da TGJ? Bryant é um WR, que pode contribuir como Retornador. O "grande" TGJ era um retornador que podia contribuir como Wide Receiver. E o Miami tem uma entrevista marcada com ele antes do Draft. Foi assim com Vontae Davis em 2009 e com Jake Long em 2008. Será?
  • Cotação: Top 10. Se cair, podemos pegá-lo quase que com certeza, já que os dois na sequência não precisam de WRs.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Estrelas do Draft: Dan Williams, DT/NT

Sam Bradford e sua rotina: viver sofrendo pressão de possíveis futuros jogadores do Dolphins

Dando proseguimento aos perfis de possíveis jogadores a serem draftados pelo Dolphins ( em suas duas primeiras picks ) falo do melhor talento de DT/NT que deverá estar disponível em nossa escolha. Os outros dois - verdadeiros monstros da posição - devem sair no Top Five do Draft, e só em sonhos é que Suh e McCoy sobrariam em nossas picks. Então vamos falar do alvo mais realista:

  • Nome: Dan Williams / Peso: 148 / Altura: 1.91 / Classe: Sênior / Universidade: Tennessee
  • Pontos Fortes: rápido, boa massa muscular, defensor nato, luta sempre e incansalvemente. Consegue dobrar dupla marcação. Ótimos instintos, boa leitura do jogo, versátil e ainda tem potencial a demonstrar, o que o torna uma pedra bruta, já com qualidades, mas que pode evoluir ainda mais.
  • Pontos Fracos: Não tem um repertório de jogadas, usando sempre - praticamente - a força como forma de vencer os adversário, não a inteligência. Varia muito nas partidas, não sendo constante. Não é muito resistente fisicamente, e caso não melhore, terá que ter um back-up consistente para revezar com ele.
  • Notas: Pode atuar em qualquer esquema ( 3/4 - 4/3 ). Foi titular durante 3 anos, tendo portando bastante experiência. Acumulou prêmios em sua carreira na universidade. Emobra não seja uma das maiores qualidades de um DT/NT ele tem 7 sacks, um dado alentador.
  • Cotação: É complicado qualificá-lo dentro de nossa pick. No primeiro round poderia ser considerado um Reach ( escolhido antes da hora ) e pode ser que não sobre pra nossa pick de segundo round. Por isso precisamos estabelecer o que queremos: se queremos renovar já o setor ou podemos esperar para 2011. Se escolhermos a primeira opção, ele será escolhido logo no primeiro round. Se for a segunda, teremos que esperar que ele sobre pro segundo. Algo nem tão improvável assim, mas que não é garantido. Uma terceira opção seria fazer uma Trade-Up, para escolher ele.

quarta-feira, 31 de março de 2010

Estrelas do Draft: Sergio Kindle - DE/OLB

O quarterback ( Sam Bradford ) da foto é o mais badalado do Draft 2010. Isso dá para demonstrar o quão bom é Kindle...

Começo as análises das estrelas do Draft ( de um total de 15 ) por uma necessidade proeminente do nosso time: Outside Linebacker. Mas na chamada do post está que ele é DE/OLB? Sim, e está correto, afinal ele vem de uma universidade ( Texas Longhorns ) que usa o sistema 4-3 - na verdade a maioria usa este sistema, podendo tanto ser DE em defesas que usem este sistema, como um OLB em defesas 3-4, caso da nossa. Ele é um talento puro e que - tenho quase 100% de certeza - será uma fera na NFL. Razões para acreditar nisso? Aqui estão elas:

  • Nome: Sergio Kindle / Altura: 1.91 / Peso: 116kg / Classe: Sênior / Universidade: Texas Longhorns
  • Pontos Fortes: Seu tamanho é o ideal para a posição, pois os Tackles estão cada vez maiores sem perder a agilidade, e portanto os LBs tem que seguir tal tendência. Tem bom uso das mãos e por vezes consegue bater dois bloqueadores, graças a sua espetacular explosão, fruto do capacidade fisíca natural. Instintos ótimos e consegue fazer o seu trabalho sem cometer faltas bobas. Ainda é bom em leituras dos ataques e sabe fazer coberturas, quando fica claro que o adversário mudou a jogada. Talento nato e raramente se machuca.
  • Pontos Fracos: Problemas de caráter são seu principal calo, o que o levou a ser suspenso por sua Universidade. Além disso precisará ganhar massa muscular para poder duelar de igual para igual com os fortes tackles da AFC Leste. No mais, sem grandes itens a citar.
  • Notas: Foi nomeado para o primeiro time da All Big em 2008 e para o segundo em 2009. Foi capitão do time na sua temporada como Sênior, e ex-companheiro de Bryan Orakpo. Teve problema com drogas na infância e adolescência, tendo sido abandonado por sua mãe, o que - em tese - prejudicou a sua formação "moral".
  • Cotação: Kindle é de longe o melhor OLB do Draft, e por isso, ou o pegamos na pick do primeiro round, ou então nada feito. Isso se ele sobrar até a n ossa pick.

Quais posições são mais prioritárias nos 3 primeiros rounds?

Dando sequência ao texto anterior, irei agora falar das posições em que precisamos - até com certa urgência de reforço. Não é uma análise em ordem de preferência, até porque em duas temos o mesmo nível de necessidade:
  • Outside Linebacker - Com a saída de Porter e a - até aqui - não renovação com Taylor temos no elenco, como melhor nome, Cameron Wake, que por mais que tenha se saído bem na temporada, superando as expectativas, precisará de ajuda qualificada para render. Alguns nomes saltam aos olhos e eu espero que Sergio Kindle vire um Phinático. Forte, ágil e eficiente, seria o nome certo para o nosso Weak Side, ficando o Wake no Strong Side. Outro nome possível, para primeiro round seria o de Sean Weatherspoon. Nos demais rounds, sempre é possível encontrar jogadores bons, às vezes até melhores do que gente de primeiro round ( vide Sean Smith, melhor que vários DBs que saíram antes dele, talvez até mesmo que Davis ). Nomes? Bom, existem vários: Navorro Bowman ( Penn State ), Thaddeus Gibson ( Ohio State ) e Rennie Curran ( Georgia ).
  • Defensive Tackle/Nose Tackle - Temos uma carência certa aqui: mesmo que J-Fergunson volte e jogue tudo o que pode ( algo possível, mas não fácil ) ele irá se aposentar logo, talvez ao fim desta temporada. Então precisamos de um jovem valor para ser preparado para substituí-lo ou então já ser jogado às feras agora em 2010. Tanto em um quanto no outro cenário, faz-se urgente o draft de um. Se pendermos para escolher aqui no primeiro round, não iremos conseguir nenhum dos dois melhores valores do Draft ( Suh e McCoy ), ficando assim pra nós o terceiro rankeado nos mocks drafts: Dan Williams. Que é um baita jogador e que seria perfeito pra nós. Em 2° e 3° rounds, nomes como os de Terrence Cody ( Alabama ), Brian Price ( UCLA ), Tyson Alualu ( California ) e Lamarr Houston podem aparecer.
  • Running Back - Alguém pode dizer: mas temos um setor de bom pra ótimo, e 2010 é ano bom de Ronnie Brown e Ricky Williams mostrou do que é capaz em 2009. Sim, fato para ambos os fatos. Mas um ainda não renovou e um Injure Prone de primeira grandeza e outro tem 32 anos ( terá 33 no fim da temporada ) e já afirmou que irá se aposentar no fim deste ano. Renovar então é necessário. Não digo que devamos gastar a pick de primeiro round ( com o nome de CJ Spiller sendo o único a talvez valer tal esforço ), mas sim no segundo round, indo buscar nomes como os de: Ryan Mathews ( Fresno State ), Jonathan Dwyer ( Georgia Tech ), Toby Gerhart (Stanford - e é branco, coisa rara entre RBs ) ou Joe McKnight ( Southern Cal ). Os dois primeiros valem a pick de segundo round, os dois últimos a de terceiro apenas.
  • Safety - Com a saída de Gibril Wilson e a idade avançada de Yeremiah Bell ( 31, quase 32 ) torna urgente a escolha de um Safety, obrigatoriamente um Free, para os três primeiros rounds. Claro que existe a possibilidade do deslocamento de Smith para essa função e a escolha de um CB, mas se formos pelo mais básico, eu escolheria na primeira escolha Eric Brry ( Tennessee ), o único a valer tal pick. Nas demais ( 2ª e 3ª ) poderemos ver aparecer nomes como: Chad Jones ( Louisiana State ), Nate Allen ( South Florida - o nome não me traz boas lembranças, mas a Universidade é boa ), Major Wright ( Florida ) e Morgan Burnett ( Georgia Tech ). Os dois primeiros valem a pick do segundo round, os demais apenas o de terceiro.
  • Wide Receiver - Quem tem como nome mais famoso do setor o "grande" TGJ precisa de receivers, certo? Em tese, sim. Com nomes produtivos como Bess e Camarillo aliado a um nome promissor como Hartline, o time precisa do quê neste setor? Do grande craque, daquele jogador capaz de exigir marcaçao dupla, facilitando para os outros os passes. Trocando em miúdos: Dez Bryant, poderia ser este cara. Excelente jogador é candidato a estrela e ao contrário do primeiro citado, tem - de fato - uma ótima carreira como universitário e não retorna, é WR MESMO!!!. Se não escolhermos um recebedor no primeiro round, temos outros nomes interessantes, mas que podem nunca serem o WR1, o que falta agora no time, : Brandon LaFell ( Louisiana State ), Demaryius Thomas ( Georgia Tech ), Damian Williams ( Southern Cal ), Mardy Gilyard ( Cincinnati ) e Eric Decker ( Minnesota )

domingo, 28 de março de 2010

Draft 2010 - Quais posições não precisamos Draftar nos 3 primeiros rounds

Draft nunca é uma ciência exata ( TGJ é prova viva no elenco sobre isso ), então é prudente não se surpreender com escolhas toscas ( como a de Pat White em 2009, por exemplo ) e até ,mesmo esperar que as coisas mais improváveis possam acontecer. Esta análise, portanto, é pessoal e apenas uma previsão do que não deve acontecer no Draft nos primeiros 3 rounds.
  • Quarterbacks - Temos 4 no elenco ( não irei analisar jogadores individualmente ) e são uma verdadeira salada: um é experiente, um é jovem e candidato a FQB, outro nem é tão jovem assim ( Thigpen ) mas pode virar o terceiro da lista e o último é uma verdade incógnita ( White ). Não há espaço para gastarmos picks ( e não só nos primeiros rounds ) com esta posição.
  • Cornerbacks - Com as adições de 2 bons e promissores jogadores em 2009, não faz sentido aparente para que se gaste pick com jogadores em 2010. A não ser que, na segunda pick nossa sobrasse um talento excepcional. É a única chance de vermos um CB ser escolhido no primeiro dia.
  • Offensive Lineman - Claramente estamos muito bem servidos no setor. Temos starters sólidos nas pontas da linha ( Long e Carey ) e cobertura no banco ( Garner e Gardner ), temos um Center eficiente com um bom banco ( Grove/Berger ) e Guards decentes ( Smiley, Thomas, Incognotico e Ndukwe ).
  • Inside Linebackers - Com a chegada de Karlos Dansby - para ser o playmaker que falta nesta corpo de Linebackers, e a permanência do valoroso Channing Crowder ( basta ver o desempenho da defesa quando ele fica de fora ), o draft de um ILB é descartável. A menos que - assim como para os CBs - sobre em nossa pick de segundo round um Mclain, algo impensável. No mais, sem ILB nos 3 primeiros rounds.

Amanhã, posto as posições nas quais deverão aparecer reforços nas primeiras escolhas.