sábado, 4 de junho de 2011

Dois Toques: os 20 melhores jogadores, Parte II

Segunda parte da lista dos 20 melhores jogadores, que estão sob contrato, do Miami Dolphins, portanto nomes como Ronnie Brown e Ricky Williams não serão listados aqui.

  • 10: Sean Smith, Cornerback/Safety. Quem conhece o Blog a mais tempo sabe que o Sean é um dos jogadores dos quais mais gosto no elenco. E desde que foi Draftado em 2009, o time deixou de ter uma secundária péssima pra ter uma de elite.
  • 09: Vontae Davis, Conerback. Ele já é o Deffensive Back que mais causou problemas a Tom Brady. Precisa de algo mais?
  • 08: Kendall Langford, Deffensive End. Um achado em Draft. Starter da DL desde o primeiro dia em Miami, ele foi escolhido no terceiro round do Draft de 2008. De início, tenho que admitir, achei que seria apenas mais um, mas passados 3 anos o Front Seven é ele e mais 6, com certeza.
  • 07: Pau Soliai, Nose Tackle. Este, acreditem, é remanescente do Draft de 2007. Nem dá pra acreditar que de um dos piores Drafts já feitos por alguma franquia tenha rendido um jogador tão bom quanto Soliai. Foi o primeiro jogador a receber a Franchise Tag no Dolphins e fez uma temporada 2010 quase perfeita. Eu credito muito disso ao gênio Mike Nolan, nosso Coordenador de Defesa. Mas em todo caso, hoje é estrela de primeira grandeza do time.
  • 06: Randy Starks, Deffensive End. Este é outro sobrevivente do time de 2007. Ficou meio perdido no time em 2008, mas em 2009 virou starter da DL e de lá não mais saiu.
  • 05: Davone Bess, Wide Receiver. Abrindo o Top Five temos um jogador que nem draftado foi ( algo raríssimo em se tratando do Miami ) em 2008: D-Best, hoje um dos 15 melhores WRs da AFC. Ele cavou seu lugar no elenco e foi um dos motivos de um certo TGJ ter saído pela portas do fundos.
  • 04: Brandon Marshall, Wide Receiver. Em um time sem QB de elite, e com seus dois melhores RBs sem contrato, cabe a um WR que chegou ano passado a ser o melhor membro do ataque. E um dado, para os que acham que não valeu a pena a sua contratação, para ilustrar: ele foi o primeiro a passar das 1000 jardas em quase uma década no Dolphins.
  • 03: Karlos Dansby, Inside Linebacker. O maior salário entre os ILBs da NFL fez uma temporada que valeu cada centavo investido nele. Jogou demais e foi um dos líderes da defesa. Esperamos por mais em 2011 e ele com certeza dará.
  • 02: Cameron Wake, Outside Linebacker. Líder de sacks na AFC. Jogador a conseguir mais sacks sem ter sido draftado ( veio da Liga Canadense ). Ídolo da torcida e terror dos QBs adversários. Este é Wake, que com ajuda, tem tudo para se tornar um monstro ainda maior. E é um dos que menos ganham no elenco.
  • 01: Jake Long, Offensive Tackle. Existe uma certeza na NFL hoje em dia: Jake Long é, em apenas 3 temporadas, um dos 3 melhores em sua posição. 3 idas ao Pro-Bowl e um eleição pro time ideal da Liga em 2010 confirmam isso. Chad Henne, seu companheiro desde os tempos de Michigan, pode reclamar de tudo ( de playbook a falta de alvos ), mas de proteção não. Long ainda não cedeu nem 10 sacks até agora em sua carreira.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Dois Toques: os 20 melhores jogadores, Parte I

Estou trazendo mais uma matéria que li no Blog do Dolphins no EUA, o ThePhinsider.com. Desta vez é colocar em ordem decrescente os 20 melhores jogadores do elenco do Miami. Eu irei postar a ordem do autor, mas farei os meus comentários e irei citar outros jogadores que ficaram de fora.
  • 20: Brandon Fields - Punter. Acho que ele deveria estar mais acima, mas é com certeza um dos 20 melhores. Seus números melhoraram consideravelmente desde que chegou em 2007 ( isso mesmo, ele foi trazido no UDFA por Cam Cameron!!! ). Hoje é um dos melhores Punters da NFL e fez uma temporada da hora em 2010. Colocando os rivais em situações de perigo e longe de nossa end zone. Se o ataque funcionasse, nosso Punter não seria destaque, correto?
  • 19: Chad Henne - Quarterback. Sei que o autor ( lembrem-se que não sou eu nos comentários ) vai levar porrada de todo lado, mas temos concordar com uma coisa: ele é um dos 20 melhores. Eu o colocaria atrás do Fields, mas... a questão acerca dele é: este ano teremos o Henne de 2009 ( bom e promissor ) ou de 2010 ( horrível, instável e irregular )?
  • 18: Channing Crowder - Inside Linebacker. Ele já foi mais essencial ao time ( sobretudo em 2008 ), mas decaiu em 2009 e 2010, quando passou a ser atormentado com lesões. Pra mim 100% saudável é um dos 10 melhores ILB da NFL. Mas isso está bem distante. Por isso, atualmente, merece a cotação.
  • 17: Ritchie Incognito - Offensive Guard. Discordo diametralmente. Não é, pelo o que jogou em 2010, um dos 20 melhores nem a pau. Pra mim Lousaka Polite poderia estar aqui listado em seu lugar, talvez não na mesma posição, ou um Chris Clemons ou Reshad Jones. Mas enfim, ele colocou ele aqui. Em tese, pode jogar muito, mas ficou devendo em 2010 pra estar na lista.
  • 16: Dan Carpenter - Kicker. Era pra estar mais pra cima. Quem acerta um chute de 60 jardas é Top Ten do seu time. No mínimo. Ainda mais quando ele foi a melhor peça de ataque na temporada passada. Precisa dizer mais?
  • 15: Yeremiah Bell - Safety. A idade pesa. E ele que foi excelente em 2009, foi apenas bom em 2010. Mas este bom, ainda faz dele um dos melhores do elenco. Poderia estar mais acima ( sobretudo dos números 14, 13 e 12 ). Mas é dos nossos melhores playmakers.
  • 14: Brian Hartline - Wide Receiver. Não gostei da posição, mas da inclusão sim. Acho que tanto Fields quanto Carpenter são melhores que ele. Mas B-Hart é uma das grandes sacadas de draft. Bom jogador e com potencial.
  • 13: Mike Pouncey - Center. Como? Tá louco? Pirado? Pois é, também não gostei de colocar um rookie acima de vários veteranos e jogadores que já estão provando seu valor, em detrimento de um que nem participou de um snap, nem em treinamentos.
  • 12: Anthony Fasano - Tigh End. Sei não, mas serei curto: pelo que não jogou em 2009 e 2010 talvez nem entre os 20 deveria estar, mas com certeza entre os 12 nem em sonho.
  • 11: Koa Misi - Outside Linebacker. Fez uma boa temporada como rookie e tem enorme potencial. Mas pra ser o primeiro fora do Top Ten, sei não. Bell, Carpenter e Field mereciam mais.
Que fique claro que só entraram jogadores que tem contrato com o time ou, no caso do Soliai, que levaram Tag. Portanto nada de Ronnie Brown e Ricky Williams na lista.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Dois Toques: Como ficamos após o Draft...

O Draft já ficou para trás a mais de um mês, mas uma pergunta é latente: como estamos após as escolhas feitas? A resposta não é simples, mas tentarei esmiuçar a situação.

Quando terminou a temporada 2010 o Miami Dolphins era um oceano de incertezas: do QB, passando pelo Coordenador de Ataque ou pelo Head Coach, tudo era dúvida. O tempo passou e ficamos com Tony Sparano como HC, trouxemos um OC de qualidade duvidosa ( mas mesmo assim melhor que o anterior ) e fizemos um Draft, no mínimo, estranho. As escolhas cobriram praticamente o ataque ( 1 Center, 1 RB, 1 WR e 1 TE ) mas o time ficou com outros buracos, sendo praticamente um deles ( Quarterback ) essencial pro sucesso do time a médio prazo.

Na Linha de ataque podemos estar melhores do que em 2010. Ou não. Mike Pouncey é elogiado na mesma medida em que é criticado. Alguns o colocam como o cara certo pra ser o nosso Center por mais de uma década. Outros acham que em 3 anos eles estará fora da NFL. E isso é dito por gente importante no meio, tanto para o bem quanto para o mal.

No ataque em si, ganhamos sangue novo pro jogo corrido, um possível "deep threat" e um TE que joga em todas as posições do ataque ( menos QB ) e que não sabe bloquear. Em termos gerais Daniel Thomas deve, com a devida ajuda de outro RB, carregar o ataque a um patamar melhor do que estivemos em 2010. Mas não é garantido isso, é claro. Quanto a Edmond Gates é preciso reiterar que sua Universidade não é de elite e WRs que saem em Quarto Rounds costumam sumir mais do que virarem estrelas, bem mais pra ser sincero. Mas o grupo de recebedores fica melhor, em tese, com sua chegada. Já quanto ao TE que parece o Severino do Zorra Total, eu prefiro até esperar. Só que eu acredito que irei esperar por muito tempo. Mas enfim como nossos TEs atuais não são assim uma brastemp, vá lá que venha a ser uma boa.

Quanto as demais escolhas ( um DT e um CB ), por terem sido feitas em rounds atrasados merecem calma, até porquê só ouvimos falar deles justamente no dia do draft. Mas às vezes acontece de aparecer um Starter. Coisa de 5 em 5 anos ou mais até...

De um modo geral, e tentando responder a questão crucial deste tópico, eu diria que estamos na mesma. Tudo depende de como Brian Daboll vai usar estes limões e que gosto terá a limonada. Pode ser que passemos a ter um ataque "Top Ten", mas é preciso dizer que pior do que foi é impossível. Será mesmo? Tomara que sim...