sábado, 15 de outubro de 2011

Semana 6: Dolphins at Jets - MNF

Claro que Taylor não voltou hoje ao Miami, como todos sabem. É que ele irá voltar a jogar contra o Jest, pela primeira vez após ter ( infelizmente )passado por lá. Ele agora está do lado certo da Força...


Começo primeiramente me desculpando pela pouca atividade aqui neste espaço. E ao contrário do que possa parecer nada tem a ver com a nossa pífia campanha em 2011. E sim com uma carroça, que é o meu PC. Que está em dias de morrer. Portanto, desculpem-me todos os que passaram por aqui e se dececpionaram sem terem nada de novo para ler.

Feito este preâmbulo, segunda a noite teremos uma partida. Nâo apenas uma partida. Nela estaremos jogando nossa últimas fichas de termos uma temporada vitoriosa. Por mais que seja tentadora a ideia de perder e ficar com o First Overall Pick em 2012, eu não consigo pensar em sair derrotado de campo pros Jatos. Isso não é opção em uma partida contra o mais odiado rival e para o qual é único que temos mais derrotas do que vitórias. Sendo assim, eu irei torcer como nunca por um vitória na segunda-feira a noite. Além do mais porque com uma vitória, de tabela tiraremos o Jets de qualquer "Sanchez" de post-season, o que seria um troféu a mais. Querem outro? Vencemos as 3 últimas partidas na Big Apple e vencer agora significaria a pior sequência deles em casa em todos os tempos. Sendo assim, e como vencer a o objetivo principal do esporte, pra cima deles Taylor. Talento para isso, você tem de sobra. Faça Mark Shancez, como diria o bom Ivan Zimmermam, provar do "RASTEJA VERRMMMEEEEEE!!!"

Go Dolphins, Go!!!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

MVP Quarto de Temporada é...

Brandon Fields - Punter.

Quando o melhor jogador de um time vem ser o Punter é porque algo de muuuuiiiittttoooo errado está acontecendo. A ideia - e a eleição também - é do Blog ThePhinsider.com. Sensacional...

domingo, 9 de outubro de 2011

2011 = 2007?


Figura 1: Cam Cameron, o Head Coach que mais merdas fez na história de uma franquia em uma única temporada. Figura 2: A torcida revoltada e com extrema vergonha. Figura 3: Passaremos por isso de novo? O do 1-15? Acho que não merecemos isso...

Estava lendo o Blog do Dolphins nos EUA, e vi que alguns analistas e torcedores estão fazendo analogia entre a nossa temporada atual com a pior de nossa história, a fatidica 2007. Claro que não gostei da comparação, mas é verdade que existem alguma similaridades: estamos perdendo jogos nos quais poderíamos ter vencido e agora estamos sem QB Starter. No mais existem as diferenças: este elenco tem qualidade até boa, comparada com outros elencos da NFL, coisa que o de 2007 não tinha. Cometemos erros recentes ( saída de Ronnie Brown está entre as principais ) e escolhas toscas em drafts ( como as de Pat White e Jared Odrick entre as mais destacáveis ). O mais gozado é que em 2007 a situação era, infelizmente, parecida: perdemos Wes Welker pro Pats porque Cam Cameron não quis renovar o contrato dele e ele acabou sendo apenas o melhor Slot WR da temporada e nem preciso dizer que no Draft recente tinhamos catados as perebas Jason Allen e Ted Ginn Jr. Então, existem sim situações parecidas.

Se lembrarmos que o nosso QB Starter pra próxima partida é Matt Moore e lembrarmos que Cleo Lemon o era na mesma situação em 2007 é de doer. E agora nem temos um QB Rookie em quem depositar esperanças, posto que na pior temporada era ocupado por John Beck. Claro que ele acabou virando uma pereba talvez maior até do que TGJ. Mas ao menos tinhamos uma esperança. Pois agora o nosso QB reserva é o sensacional Sage Rosenfels. Ou como diria o editor do Blog ThePhinsider ao saber da contratação: Oh, Boy...

Enfim, quero crer que ainda consigamos vencer umas 4 ou 5 partidas e terminar com alguma honra a temporada. Porque outro 1-15 eu não aguento. Aliás, nós não aguentaremos...