domingo, 1 de janeiro de 2012

Week 17: Jets 17 x 19 Dolphins - A despedida ideal veio...

 E a vitória veio. Épica, digna de um mito. Com virada, com direito a Field Goal de 58 jardas nos segundos finais do segundo quarto, com direito a eliminação do rival mais odiado. Enfim uma despedida a altura do que foi Jason Taylor, que até recuperou um Fumble e o retornou até a End Zone. Seria perfeito, mas foi revisado. Uma pena é claro. Mas nada que estragasse a última partida de Jason Taylor. Me desculpem não falar dos outros, mas é que este jogo tinha uma estrela só. E está nunca mais voltará a NFL, o que é uma pena. Mas que na bela tarde de sol da Flórida, viveu o seu canto do cisne e da melhor maneira possível. Obriga por tudo Jason Taylor.

 Dan Carpenter foi a estrela do ataque: 12 dos nossos 19 pontos foram dele e ainda acertou um Field Goal de 58 jardas. O que é apenas o mais longo da temporada. Apenas isso...

Onde está a marra, grande Rex Ryan?
Grande Mark Sanchez. 3 Interceptações? Que beleza. Que cara de bundão...

 Jason Taylor em estado puro...
 Sentiremos saudades. Mas creio que ele logo dará um jeito de voltar. Seria um espetacular treinador de Linebackers...
 O pedido de todos...
 E no final, sendo carregado por seus companheiros...
 Sendo carregado, porque não, por todos os torcedores. Foi épico como deveria ser. Merecia ser em playoffs ou em um Super Bowl. Mas seria, provavelmente, do mesmo jeito ou da mesma intensidade.

Nenhum comentário: