sábado, 22 de setembro de 2012

Week 3: Jets at Dolphins - A volta de Sparano.

Durante 4 temporadas ( sendo a última incompleta ) vimos Anthony Sparano sendo nosso Head Coach. Agora ele estará de volta ao Sun Life Stadium. Só que dessa vez ele será adversário?

Meu tempo permanece escasso, mas ao menos o Dolphins vem de uma vitória. E em casa. E agora iremos enfrentar o nosso mais odiado rival, o NY Jest. Que tem como OC nosso ex-Head Coach, Tony Sparano.

Vencer é mais do que uma simples obrigação. Ja a seria em condições normais, pois vencer em casa é o que diferencia uma equipe que vai chegar a Dezembro sonhando em jogar em Janeiro de uma que já estará pensando em Draft 2013 antes do fim de Outubro. Mas vencer um rival é fundamental por que além de ser critério de desempate ( e hoje os 4 times da AFC estão empatados em 1-1, mas o Jest é quem lidera por ter vencido um rival ), mas também para poder dar tranquilidade ao time para a viagem na sequência. E também é claro, porque se vencermos seremos líderes da divisão.

É possível vencer? Claro que o é. Mas não será fácil. Mas o que é que tem sido para nós recentemente?

domingo, 16 de setembro de 2012

Week 2: Raiders 13 x 35 Dolphins

 Nosso QB conseguindo seu primeiro TD corrido. A jogada foi bela e ele teve excelente visão

 A corrida de 65 jardas, ótimas fintas, excelente tackles. Uma das melhores atuações suas em todos os tempos.

 Foram 2 TDs marcados e 197 jardas no total ( 175 correndo ). Ele nem lembra o RB da época do Saints...

 Cena do primeiro TD de Tannehill, mas louve-se a finta que Fasano deu no McClin.

 Veja o camisa 17 correndo pro abraço. Fico devendo a foto dele chegando ou lançando. Se alguem achar, deixe o link na caixa de comentário. Por falar nessa palavra, ele foi excelente na partida. Não cometeu erros, manteve a posse de bola e tomou decisões acertadas...

 Joe Philbin consegue a sua primeira vitória em sua segunda partida. Como comparação, Tony Sparano precisou de 3. Parabéns Coach Joe...

 Carson Palmer poderá dizer aos seus netos: foi o primeiro QB a ser derrotado por Ryan Tannehill...

 Reggie Bush cumprimente membro da direção do Raiders após a partida. Todos os elogios para ele, corretamente eleito o melhor da partida.

Dolphins 35 x 13 Raiders

Melhor aquisição de sempre do Dolphins é Reggie Bush, já quem nem pick custou, apenas os times inverteram a ordem das mesmas no sexto round de 2011.

Vencemos. O destaque fica para Reggie Bush que terminou o jogo com 172 jardas e 2 TDs, numa média de 6.6 jardas por tentativa. Miller também anotou um TD e terminou o jogo com 65 jardas. Alguém aí sentiu falta do Daniel Thomas?

Tannehill lança seu 1º TD na NFL (além de correr para outro), e nenhum turnover. 18/30 passes, 200 jardas, nada mal. Hartline 9 recepções para 111 jardas. Tanneboy + B-Hart. Funcionou muito bem essa dupla hoje, apesar do touchdown ter sido do Fasano.

Defesa jogou muito contra jogo corrido, mas a secundária permitiu 373 jardas de Carson Palmer.

Week 2 - Raiders at Dolphins

Semana 2 da temporada, será que teremos a primeira vitória?

Nesta rodada iremos receber o Oakland Raiders, um recente freguês, afinal vencemos 12 das últimas 15 partidas ( e acreditem, o Raiders ainda vence a Série Histórica por 16-14-1 ). O time adversário sofreu uma derrota para o rival San Diego Chargers. E o que precisamos para termos alguma chance de vencer?
  • Ryan Tannehill ter uma partida segura. Nosso QB precisará manter a posse de bola e conseguir distribui-la com eficácia. Claro que será fundamental marcar na Red Zone.
  • Jogo corrido conseguir se estabelecer. Daniel Thomas não irá jogar, por isso teremos a estreia na NFL de Lamar Miller, sobre quem temos ( eu a menos ) as melhores expectativas.
  • Defesa conseguir turnovers. Vence a partida quem consegue forçar mais erros do adversário. Por isso precisaremos que nossa defesa esteja em alto nível.
  • Linha Ofensiva proteger Tanehill. Protegido, nosso QB Rookie poderá ter melhor atuação.
Parecem coisas básicas, mas - acreditem - só teremos chances de todas as 4 acima acontecerem. De nada nos servirá uma atuação razoável de nosso QB Rookie, se a defesa deixar Palmer tem tempo pra passar.