sábado, 27 de julho de 2013

Kevin Coyle: uma secundária diferente. E melhor!!!

kevin Coyle agora está com a secundária ao seu modo...
Em sua segunda temporada em Miami, o Coordenador Defensivo Kevin Coyle está começando a montar a secundária ao seu gosto. Sairam os CBs altos e físicos herdadas por Coyle e agora entram CBs rápidos e atléticos, mais aptos a jogar em cobertura. Esta é a grande razão pela qual Vontae Davis foi trocado por uma pick de segundo round e Sean Smith saiu na Free Agency.

Então, sem mais delongas, vamos dar uma rápida olhada no CBs que Miami e como eles estão se saindo até agora e quem devem ser os dois Starters: 
  • Brent Grimes – A grande contratação em anos, uma daquelas capazes de mudar o destino de uma franquia. Se ele não tivesse perdido a maior parte de 2012, com uma lesão no tendão de Aquiles, ele teria recebido um grande prêmio nesta offseason. Em vez disso, ele assinou um contrato de um ano com o Dolphins para provar o quão bom ele é. Considerado baixo, ele compensa isso com uma impulsão monstruosa. Muito atlético, ele é o tipo de cara que os quarterbacks não querem lançar do lado em que ele joga. Até agora, ele tem desfrutado de um bom começo. Ele parece estar sempre do lado certo, e poderá vir a ser o craque na secundária que Miami perdeu desde as saídas de Patrick Surtain e Sam Madison. 
  • Richard Marshall – Assim como Grimes, Marshall também perdeu a maior parte da temporada passada, com uma lesão nas costas. Uma coisa que se destaca em Marshall é que ele é muito físico e tem o conjunto ideal de habilidades para se encaixar com o sistema de Coyle. Dolphins fãs não viram muito dele ainda, mas ele pode vir a ser um componente valioso desta secundária, desde que ele não volte a ter problemas de contusão. 
  • Jamar Taylor - Este é o jogador que os treinadores querem que deixe Marshall como reserva, formando a dupla de starters com Grimes. Taylor continua sem treinar, devido à dor que o incomoda, por causa de uma cirurgia de hérnia. Forte, físico, exibe boa velocidade, mostra fluidez em seus quadris para virar e correr e sabe fazer as jogadas necessárias. Ele é definitivamente um jogador que se encaixa com o estilo de defesa do Coyle. 
  • Will Davis – Um jogador muito cru, uma aposta do Front Office. Esta Training Camp deverá ser de apendizado, tentando entender como funciona uma Secundária em nível profissional. O fato da alta posição na qual foi escolhido ( 3º Round, 93ª pick ) pode levar alguns a esperar que ele vire um Starter ou um reserva imediato, tendo impacto grande nesta sua primeira temporada. Contudo isso é querer demais. Davis era cotado para sair no fim do 4º Round ou começo do 5º. Com tal projeção parece que o Dolphins fez um reach. Nem tanto, apenas foi  necessidade de um CB com as qualidades que Coyle gosta: capacidade atlética natural, intrigante para cobertura e habilidades com a bola. Contudo ele precisa ganhar mais físico para jogar em alto nível na NFL. 
  • Dimitri Patterson – Um candidato para ocupar o posto de níquel. O que pesa contra é o seu ( alto ) salário de US$ 4,5 milhões. Mas se o Dolphins quiser mantê-lo, com certeza eles podem fazer um acordo mais razoável, não é mesmo? Ele já fez muito para ficar com a equipe, tendo feito até aqui uma forte TC, além de fazer boas jogadas. 
  • Nolan Carroll - Este é um jogador causa frustração. Ele é muito bom nos treinos, mas permite que todo o bom trabalho seja desfeito com suas performances nos jogos. Jogador inteligente e dedicado, que todo mundo quer vêlo em campo, mas que quando entra você logo o quer fora. Por causa de seus valores intangíveis, ele provavelmente vai ficar na lista da temporada. 
  • Os outros - Julian Posey, De'Andre Presley e RJ Stanford todos têm lutado contra o corte, tentando uma vaga apenas na lista dos 53. Destes, até agora eu elegeria Stanford como o que tem mais chances.

Nenhum comentário: