quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Será que iremos emplacar um membro no Hall da Fama?

A equipe que cuida da eleição dos membros do Hall da Fama para 2014 divulgou os 126 nomes elegíveis para concorrer a uma das 6 ou 7 vagas ( seguidamente vem sendo eleitos 7 a mais de 8 anos ). Entre estes existem 11 jogadores com alguma ligação com o Dolphins. Tem desde jogadores que mal vestiram nossa camisa ( Trent Green, QB de 2007 ) a ex-coachs ( Jimmy Johnson - 1996/99 ). Mas que foram grandes com nossa camisa, existem 4 nomes: Mark Clayton ( WR 1983/92 ) Zach Thomas ( LB 1996/2007 ),  e os DBs Sam Madison ( 1997/2005 ) e Patrick Surtain ( 1998/2004 ).

Clayton vem tentando entrar pro Hall da Fama desde 1997. E nada parece apontar que ele vá conseguir agora, pois existem jogadores em sua posição com feitos melhores ( que tal Marvin Harrison é desta turma? ) e que jogadores como ele acabam ficando no limbo, ou seja, sem conseguir entrar. Portanto, eu o coloco como carta fora do baralho.

Dentre os outros 3, eu destaco com mais chances Zach Thomas. É um All-Star nato e seus números ( fabulosos ) falam por si. Se ele tivesse vencido um anel de Super Bowl seria talvez melhor até do que Ray Lewis. Por isso sou contra esta tendência de valorizar em excesso aqueles que tenham vencido em detrimento do que não. Thomas tinha o biotipo errado pra posição ( era baixo ) e comandou uma defesa - com poucos outros talentos - a uma das melhores de sua época. A concorrência é grande, mas ele tem chances boas. Merece, sem dúvida um lugar em Canton, no estado de Ohio.

Os outros dois, pra mim tem poucas chances, quase nulas. Primeiro porque raramente são eleitos mais de um jogador por time ( exceto quando de épocas distintas, ou seja, um da atualidade e outro da período pré-Super Bowl ). Como os 3 jogaram juntos, a tendência é que os votos migrem pra Thomas, que teve melhor carreira. Mas tanto Surtain quanto Madison fizeram por merecer estarem no Hall da Fama, mas muitos outros também merecem e a concorrência é grande e desleal ( pela quantidade de grande jogadores ). Se tivesse que apostar em alguém, eu colocaria minhas fichas em Madison, que foi um jogador mais completo. Mas podem acabar tendo o mesmo destino de Mark Clayton.





Nenhum comentário: