sábado, 20 de julho de 2013

5 questões cruciais a serem respondidas nesta Training Camp

Poucas brigas, mas este da foto é pule de 10 para vencer a mais acirrada delas..

O Miami Dolphins abriu a Training Camp hoje, com os jogadores realizando reuniões e exames. Amanhã a equipe irá ter o primeiro treino de campo. Mas antes de começar os treinos existem 5 perguntas que queremos que sejam respondidas, de preferência, pro bem:
 
1. Ryan Tannehill pode dar o próximo passo? Esta é a pergunta que percorrer toda a temporada, e que com certeza vai determinar o sucesso ( ou não ) da temporada. Foram adicionados diversos recebedores ao elenco, e agora cabe a Tannehill usá-los. Se ele pode evoluir com a equipe, e alguns especialistas acreditam que ele vai, Miami deve ter uma temporada sólida, lutando por uma vaga nos playoffs. Se não, será um longo ano.
 
2. Será que a defesa conseguirá encontrar a química necessária? O Dolphins fez uma grande mudança para a sua defesa neste ano, permitindo que saídas como Sean Smith, Karlos Dansby e Kevin Burnett fossem repostas com gente como Brent Grimes, Dannell Ellerbe e Philip Wheeler em seus lugares. Mas a defesa encontrará a química necessária para o sucesso? Os jogadores precisam saber quando e onde os outros estarão, a fim de serem capazes de cobrir um ao outro de forma eficaz, assim como parar o ataque adversário. A equipe tem cinco jogos de pré-temporada neste ano, por isso é possível esperar por um setor preparado quando temporada regular começar? Se a resposta for sim, teremos mais chances de post-season. Se não, poderemos ter mais uma temporada iguais as anteriores, ou seja, sem playoffs.
 
3. Lamar Miller pode ser o nosso Powerback? Esta offseason viu repetidas comparações de Miller com Clinton Portis. Se os golfinhos têm encontrado um Portis como running back, nós teremos uma potente arma no ataque. No entanto, convém citar, Miller tem apenas 51 carregadas como profissional na NFL. Ele carregou a bola mais de 200 vezes em 2011 para o Miami Hurricanes, o que é um número parecido com o que pode carregar este ano com o Dolphins. Se ele vai conseguir realizar isso em alto nível, isso é outro papo.
 
4. A Linha Ofensiva será capaz de proteger Tannehill? A resposta para a pergunta número um é muito, mas muito mesmo, dependente desta resposta. A Linha ofensiva do Miami Dolphins começou um ano atrás com: Jonathan Martin RT, John Jerry RG, Mike Pouncey C, Richie Incognito LG e Jake Long LT. Agora em 2013 Martin é “apenas” Left Tackle, Tyson Clab foi contratado para o lugar de Martin, e a equipe adicionou Lance Louis com a intenção que ele vai desafiar Jerry para a posição de starter para Right Guard. Esta seria, a rigor, a única batalha na linha ofensiva. Claro que assim como a defesa, é preciso tempo para construir química.
 
5. Quem será o kicker da equipe? Os golfinhos têm um kicker veterano em Dan Carpenter e um novato em Caleb Sturgis. É a única e verdadeira batalha aberta na Training. No final, a menos que algo de anormal aconteça, a posição deverá ser de Sturgis. Nenhuma equipe gasta uma pick de quinto round em um Kicker sem ter a intenção de fazer dele o seu Starter. Some-se a isso o fato de que o salário de Carpenter  em 2013 ( US$ 3,02 milhões ) é mais do que a soma de todos os quatro anos do contrato de Sturgis ( US$ 2,3 milhões ) e temos um cenário bem claro de qual decisão será tomada. Reiterando que nunca vi um time manter dois kickers saudáveis durante a temporada ( nem mesmo um machucado, mas podendo ainda atuar durante a temporada ). Agora é apenas uma questão de assistir para ver se Sturgis é capaz de ser o Starter ao fim da pré-temporada.


E acabou a espera: Dion Jordan assinou contrato!!!

Agora é oficial: Dion Jordan é um Dolphins Player
Demorou mas ele assinou. Dion Jordan finalmente entrou em um acordo com o Miami Dolphins. O jogador oriundo da Universidade de Oregon e que atuava como DE, pode ser o elo de ligação entre uma defesa forte e uma defesa dominante.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Programação da Training Camp 2013

E lá vão nossas esperanças de uma temporada vitoriosa...
Amanhã começa mais uma temporada. A rigor amanhã serão feitos apenas exames médicos e testes físicos inerentes a estes. Os treinos que todos queremos ver só acontecem a partir do domingo, quando todos - até agora só Dion Jordan é a possível baixa - estarão em campo. A seguir os dias de práticas:
21/07 a  24/07 - 26/07 - 27/07 ( apenas para os torcedores que adquirem o carnê com todos os jogos da temporada ) - 28/07 ( somente para os membros de camarotes ) - 29/07 ( treino de scrimmage no Sun Life Stadium) - 31/0701/08 - 02/08 07/08 - 11/08 (apenas para torcedores com ingressos para abertura da temporada ) - 12/08 - 13/08 - 15/08


Aqui no Blog iremos fazer um cobertura em forma de rodízio: a cada dia um integrante do Blog trará o que de melhor rolou nos treinos ( que vão acontecer nos campos da Southeasthern University, localizada em Davie estado da Flórida ). Eu abro os trabalhos no domingo, ficando o amigo Derek Szabó na segunda e o Dan Pereira na terça. E assim até o fim da TC. 

Dia 30 é aniversário do Blog, quando teremos textos mais longos sobre o Blog, história do time e outras novidades. Se você leitor quiser participar mandando um texto, será muito bem vindo.

Finalmente: é amanhã!!!

Amanhã começa, de fato, a temporada...
Demora pra burro, mas finalmente vai começar a temporada. Com o início da Traininig Camp finalmente teremos notícias diárias sobre o nosso Dolphins. Serão duas semanas só de treinos. Depois vem a semana do Hall of Fame, onde iremos encarar o Cowboys de Tony Romo e cia.

Poucas batalhas existem de fato, mas eu tenho curiosidade de ver como o time irá usar Jared Odrick ( se como DE Starter ou irão deslocá-lo para o meio da DL ) e como se sairá Lamar Miller. No mais, salvo contusões ou uma surpresa hérculea, os Starters são todos bem conhecidos.

Enfim, a espera terrível de 7 meses chega ao fim amanhã. Lembrando que Dion Jordan, se não assinar hoje, perderá o treino de amanhã.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Irá Dion Jordan perder treinos da TC?

Esta cena poderá não ser vista nos primeiros dias da TC
E ao que parece as negociações estão mesmo travadas entre o Front Office do Dolphins e o Agente de Dion Jordan. O ponto central de discordância é quanto do contrato de rookie será garantido, ou seja, quanto ele terá certeza que vai receber. O Dolphins tenta diminuir ao máximo esse valor enquanto, é claro, o Agente do Miami tenta elevá-lo ao máximo possível.

Além disso o Miami tenta enquadrar o contrato no que é chamado de compensação pós corte. Basicamente funciona assim: se o Miami acertar um contrato de US$ 1 milhão e decidir cortar este atleta e o mesmo assinar com o Broncos por um valor de US$ 500mil, o time só teria que pagar outros US$ 500mil, ganhando assim uma folga no Cap.

Essa possibilidade tem que ser aceita pelo jogador. E é um ponto a mais para travar o contrato. E esses "entraves" podem fazer com que ele repita o que ocorreu com Ryan Tannehill que perdeu os dois primeiros dias da TC. Que isso não ocorra.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Seria Brent Grimes a nossa grande aquisição dos últimos tempos?

Grimes chegou debaixo de uma grande desconfiança. Mas agora é quase uma unanimidade...
Brent Grimes teve uma lesão feia na temporada passada. Passou por cirurgia complexa, daquelas que colocam carreiras em dúvida. Mas, ao que parece, ele superou tudo isso e agora com uma nova camisa está mostrando no treinamentos do que é capaz. E isso deixa todos nós felizes, é claro.

Ai surge a questão: seria ele uma aquisição melhor do que Mike Wallace? Bom quem sabe, né? Portanto deixe sua opinião na Caixa de Comentários...

terça-feira, 16 de julho de 2013

Acaba o prazo para assinatura de contrato mais longo e Starks vai jogar sob a Franchise Tag

Durante toda a off-season ele deixou claro que estava insatisfeito de não ter assinado um contrato longo. E agora?
Acabou hoje a tarde o prazo para que as franquias e os atletas tagados pudessem acertar vínculos maiores. E eis que o Miami simplesmente não fez esforço algum em acertar um contrato mais longo com o DT Randy Starks. E isso, como dito anteriormente, me preocupa. E muito.

Agora Randy Starks irá atuar a temporada sem ter um futuro definido, podendo até se dar bem mal na temporada. Como? Simples: se ele sofrer uma contusão tipo carrer ending, ele simplesmente não irá receber nada em 2014 além do seguro básico dos jogadores ( valor que eu desconheço ). Estaria eu exagerando? Talvez, mas é uma possibilidade. 

E eu fico preocupado porque Starks fez questão de deixar bem claro a sua insatisfação quanto a isso, faltando ( isso é permitido ) a treinos e dando declarações contundentes em mais de uma oportunidade. Se o time estivesse com problemas de Cap para esta ou para as próximas temporadas, ok até faria sentido esperar pra ver como as coisas se arranjariam. Mas com US$ 17mi sobrando é algo para se estranhar.

O certo agora é que Starks terá que se esforçar ao máximo para provar seu valor. E provavelmente só ficará em Miami pelas temporadas seguintes caso seja novamente Tagado em 2014, porque duvido que de bom grado ele aceite começar negociações de contrato sendo Free Agent. 

Resta-nos aguardar os próximos passos dessa "novela". Desnecessária com certeza...


segunda-feira, 15 de julho de 2013

Falta uma semana apenas

Ele segue sem assinar contrato. E é apenas um dos problemas...
Estamos a uma semana do inicio da Training Camp do Miami Dolphins. A prática que começa dia 21 será uma das poucas abertas ao público. Os insiders da Flórida é claro irão participar e acompanhar tudo, o quer dizer que, com desde 2008 tem acontecido, teremos relatos inspirados nestes cronistas dos EUA. A equipe aqui do Blog vai se revezar, um por dia, para trazer o que de melhor ( e pior também ) estiver acontecendo.

Mas esta semana traz algumas demandas para o Front Office, dentre elas a insatisfação de Randy Starks. Ele não esconde de ninguém que gostaria de obter um contrato mais longo, e ele tem razão em exigir isso, já que tem feito muito por este time e vem de uma temporada na qual foi pro-bowler. Acontece que o time tem US$ 17 milhões abaixo do limite para o Cap, e portanto não existe pressa por parte do Front Office. Mas convém chegar a um acordo mais longo. Todos só tem a ganhar com isso.

Outra demanda é assinar com Dion Jordan. Parece piada, mas assinar com a "estrela" do Draft tem sido um problema pro Miami, mesmo depois de o CBA ter tornado esta tarefa mais fácil. Na teoria ao menos. Se Jordan não assinar um contrato até o dia 19, ele não poderá se treinar no dia 21. E ai poderemos repetir o que houve com Tannehill em 2012. Chato isso, pois existe o máximo que pode ser pago, mas o problema reside em quanto deste "limite" será garantido. Quanto a Jordan ainda existe o tempo, pois o Dolphins queria 5 ao invés de 4.

Por fim o Miami fez uma proposta oficial para Vontae Leach, fullback recém cortado do Ravens. Ao que parece Leach teria gostado do valor, mas quer um contrato com duração de ao menos 3 anos. O Dolphins ofereceu um contrato de uma temporada apenas. Se ele gostou do valor, entrar em um acerto será mais fácil, creio eu...

Agora é esperar... pra quem espera pela temporada 2013 desde a semana 9 da temporada 2012, isso é quase nada...