sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Até quando ficaremos sem General Manager?

Ross no que ele melhor sabe fazer: NADA!!!
Stephen Ross é um Dono de Time estranho, muito estranho. Ele demora demais para tomar suas decisões ou então toma-as com rapidez exagerada. Até ai tudo bem se ele fosse de outro time que não o meu. Mas ele é dono do Miami Dolphins, do nosso time...

A demissão de Jeff Ireland deveria ter ocorrido ano passado. Mas ao invés disso ele deu a Ireland foi um aumento, como um prêmio pela incompetência. Ireland deveria ter aplicado a famosa frase: Rei morto, Rei posto. Mas estamos de Ross e do Miami, nunca se esqueçam disso...

Alguns dos diversos leitores talvez nem saibam, mas o General Manager é bem mais do que o cara que contrata jogadores, troca-os, corta-os e que gere o Salary Cap. Ele é responsável por coisas do dia-a-dia do time e tem papel fundamental em tomadas de decisões que influenciam o futuro do time. Querem um exemplo? Os times vencedores da Liga ( Patriots, Steelers, Ravens, Packers, Niners e mais uns 2 ou 3 times ) já tem uma clara ideia do que irão fazer no Draft, com seus olheiros já tendo feito relatórios e mais relatórios sobre, pelo menos, uns 100 jogadores, de acordo com o que definira GM e o Coaching Staff.

Vocês sabiam que Joe Philbin nem foi ao Sênior Bowl? E que quase todos os GMs foram? Só que nós não temos um GM!!! Se para mim a temporada de 2014 tem pouquíssimas chances de ser vencedora ( pelos motivos que vocês estão carecas de saber ), imagina quando você nem começou a fazer o planejamento?

Por isso que eu digo que estamos fritos e mal pagos... 

Nenhum comentário: