segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Week 7: Dolphins 27 x 14 Bears - Uma inesperada vitória. Mas sempre é bom vencer!!!

Wake Time!!! Cameron Wake deu show, mais um...
Este post é um pelo menos: pelo menos não fica sem nada até o meio-dia de segunda. O fato é que o time jogou muito bem. Hoje é quase impossível destacar um atleta que tenha jogado muito mal. De um modo bem genérico: foi a melhor atuação até aqui. Sim, foi a melhor. Alguém pode arguir que contra o Pats foi melhor e eu responderei: no segundo tempo. Nesta tarde no Soldier Field como um todo a atuação foi a melhor da temporada, até pela qualidade do adversário.

Claro que não dá para não destacar alguns jogadores por suas atuações individuais. Vamos a eles:
  • Ryan Tannehill. A melhor atuação dele na NFL, com certeza. Se fizesse umas 6 dessas por ano - e ele não é capaz disso - o time teria ido a post-season nas duas temporadas passadas e estaria bem encaminhado para ir nesta também. Por hora, comemoremos que ele conseguiu uma grande atuação;
  • Cameron Wake. Este é, não me canso de dizer, o melhor jogador do elenco. E disparado, por muito, na frente dos outros. É espetacular vê-lo em ação, com dedicação de 110% em qualquer situação, entregando-se ao máximo em cada snap. Conseguiu sack, fumble e ainda recuperou a bola;
  • Charles Clay. Ele resolveu aparecer pra jogar. Já não era sem tempo, não é mesmo?
  • Lamar Miller. Outra boa partida dele. Nada de espetacular, mas um jogo sólido.
  • Reshad Jones, Brent Grimes e Cortland Finnegan. Os 3 tiveram seus grandes momentos e conseguiram praticamente anular o trio formado por Bennett, Jeffrey e Marshall. Tomar 14 pontos de um ataque com essas peças, foi um feito e tanto.
Por hora é isso. Durante a segunda eu faço um post, digamos assim, com mais conteúdo.

Nenhum comentário: