sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Metade da Temporada: Quem é quem entre os rookies?

Levanta a mão quem é o melhor rookie do Draft de 2014...
Ano após ano, o Miami comete os mais absurdos erros na hora de reforçar o time via draft, que é por onde times vencedores são montados. Como 3 Drafts bons um time já pode virar Contender para a post-season e seguir acertando a mão ( conseguindo 2 ou 3 Starters sólidos ) no Draft, pode acabar vencendo um Super Bowl, como foi o caso de Ravens e Seahawks por exemplo.

Mas em Miami... pois é, na turma de 2013 ninguém consegue se destacar e único não tem um único Starter no elenco ( Dallas Thomas foi na partida passada, mas ele não é a primeira opção do elenco ). De 2012 o nome mais prolífico é o de Olivier Vernon, com Lamar Miller e Ryan Tannehill buscando o convencimento dos torcedores. E nos anos anteriores todo mundo sabe bem como escolhemos mal... aliás, trocamos ( ou doamos ) Brandon Marshall para o Bears e não conseguimos nada como as duas picks de terceiro round obtidas.

A classe deste ano, que eu critiquei bastante, parece que pode se mostrar melhor do que a de 2013. Mas nem tanto assim, mais porque a comparação era pequena e porque, sempre irei reclamar do time não ter feito uma Trade Down e mesmo assim escolher Ja'Wuan James ( OT - Tennessee. Ela, a propósito está sim jogando bem, resolvendo o problema como Right Tackle, mas eu sempre lembrarei deste erro. 

Mas é a segunda escolha que está dando o que falar: Jarvis Landry. Destaque nos retornos ( um dos 10 melhores da Liga ), ele começa a destacar-se nas recepções, onde é o segundo do elenco em jardas, só atrás de Mike Wallace. Empata com Rishard Matthews como segundo com Touchdowns ( outra vez o líder é Wallace, com 5 ), ambos tem 2.  A saber: 30 recepções, 301 jardas e 2 TDs. Um achado de jogador, sem dúvida.

Os outros jogadores... bom, eles até aqui apenas fazem figuração:
  • Billy Turner. Entra na rotação. Conseguiu perder para Dallas Thomas. E isso diz muito sobre ele até aqui;
  • Walt Aikens. Numa secundária com Grimes e Finnegan e tendo Taylor e Davis com reservas realmente não é nada fácil firmar-se. 
  • Arthur Lynch. Machucado, está fora do time;
  • Jordan Tripp. Atua como especialista. E só até aqui;
  • Matt Hazell. Cortado;
  • Terence Fede. Especialista. E só.
Pelos dois primeiros escolhidos, já é um Draft bom. Se mais alguém produzir algo, vira ótimo. Mas comparado com outros recentes, já de boa esta turma. Mas ainda assim, não é o que tornam times vencedores, que fique bem claro.

Nenhum comentário: