domingo, 2 de novembro de 2014

Week 9: Chargers 00 x 37 Dolphins - Que coisa, massacramos alguém...

Grimes é um monstro... duas interceptações espetaculares...

Quando o time conseguiu fazer 20x0 já era algo espetacular. Mas o segundo tempo reservou ainda mais emoções. Um outro TD na primeira possa ( fechando com 5 pontuações em 6 posses, sendo que Sturgis errara o Field Goal ). Mas ai apareceu Brent Grimes apareceu para outra Interceptação ( mais bela que a primeira ), Olivier Vernon forçou fumble e o recuperou, Tannehill passou para outro Touchdown e Sturgis conseguiu se recuperar acertando outro Field Goal.

Após fazer 20-0 ( poderiam ter sido 23 ), o time volta a campo e faz mais 17, com a defesa esmagando o ataque do Chargers, que não é ( ou era ) um ataque qualquer, já que segundo alguns analistas o QB dos Bolts estava cotado entre os nomes para MVP.

Uma partida quase perfeita do nosso time. Mas temos uma má notícia: Lamar Miller saiu machucado no final do segundo tempo.

E eu destaco dois Tweets de Omar Kelly, para exemplificar o que foi essa partida de hoje:


O primeiro deixa claro como nossa defesa foi dominante: o time com Rivers ficou 3-11 em conversões de terceiras descidas. E uma dessas foi perto do final da partida. Já o segundo é uma coisa que pode realmente se tornar realidade: será que a "imprensa" vai respeitar mais o nosso time depois de hoje? Uma atuação excelente como diz Kelly, ao dominarmos de forma categórica um Playoff contender ( para o qual deixamos a vaga ano passado ). 

Miami está o que se chama de "on fire" nos EUA. Temos duas partidas na sequência para fazer um impensável 7-3: Lions fora e Bills em casa. Duas vitórias - e o time de Michigan não é um adversário fácil - o time irá ao Mile High encarar Peyton Manning e cia. O importante agora é seguir vencendo. Afinal, vencer 3 seguidas é excelente, mas conseguir 5 seria especial...

Sobre atuações, Ryan Tannehill conseguiu uma épica. Daquelas para colocar na moldura do quarto. Foi excelente em quase toda a partida. Saiu, merecida e acertadamente, no final, após conseguir seu melhor rating da carreira ( 125,6 ). Destaque para Jarvis Landry ( acertamos em uma escolha de draft!!! ), Charles Clay e até para Mike Wallace. Pela defesa, quase os mesmos nomes de sempre: Wake, Vernon, Grimes e Jones. Hoje Cortland Finnegan não esteve no mesmo nível de Grimes e permitiu algumas recepções. Mas no geral, não comprometeu. 

O time venceu 3 seguidas, como já dissera, mas são 4 das últimas 5, e no meio disso teve aquela partida contra o Packers onde time... bom, talvez seja pedir demais deste time... Comemoremos. Não é todo ano em que o time faz uma partida assim. Vencer de ZERO eu nem lembro qual foi a última vez...

Nenhum comentário: