quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

O que e onde economizar nesta off-season

Tem como aumentar o Salary Cap...
O grande assunto até o dia 10 de março será com quem iremos renovar ou não, quem vai sair livre e quem vai chegar. Mas tudo isso dependerá de como usarmos o CAP. Temos jogadores com contratos grandes que podem ser cortados e, eventualmente, aumentar o espaço no que podemos gastar. E o Miami está - neste momento - apenas - 1,6 milhões abaixo do limite. Teremos, portanto, que re-estruturar salários e cortar jogadores. Abaixo os jogadores com salários grandes e que podem render algum espaço no Cap...


  • Mike Wallace - Existe um burburinho em Miami de que ele deve ser cortado. Claramente, isso não é algo unânime. Se o conseguisse alguém para um troca ( praticamente impossível pelo contrato dele ), o time economizará cerca de $ 5,5 milhões dólares mas, por outro lado,  vai custar a equipe de $ 6,6 milhões de dinheiro morto. Sem troca, restam duas opções de corte: antes e depois de 01/06. Se escolhermos cortá-lo após a equipe libera $ 6,9 milhões ( com $ 5,2 milhões de Dead Money ). Se cortamos ele antes, o time só consegue livrar $ 2,5 milhões ( com $ 9,6 milhões de dinheiro morto ). Uma outra opção seria re-estruturar o seu contrato, aliviando o seu peso para estar temporada no CAP ( mais de $ 12 milhões ). Contudo isso apenas postergaria o problema para outra temporada.
  • Brian Hartline - Decepção. Essa é a palavra para definir a temporada de B-Hart. E se não cortamos Wallace, é quase certeza de que ele será cortado. E o motivo é bem claro : o time livra quase $ 6 milhões com a ação ( ficando com $ 1,4 milhões de dinheiro morto ) se for feito após 01/06. Antes não valeria a pena ( $ 4,2 milhões de dinheiro morto e economizar $ 3,1 milhões ). Contudo, ele estaria mais propenso a uma re-estruturação de contrato do que Wallace. Não serão muitas equipes a pagar alto para ter um WR que teve um 2014 decepcionante. 
  • Brandon Gibson - Imaginemos o impossível: Wallace e Hartline aceitarem re-estruturações, o que fazer com Brandon Gibson? Resposta é fácil: cortar. Ele tornou-se dispensável com a ascensão de Jarvis Landry.  Com o corte o time livra mais de $ 3,2 milhões com apenas 1 milhão de Dead Money. Tem o que pensar?
  • Cortland Finnegan - Como cortar um CB de nível sem ter alguém no elenco que possa assumir o lugar? Que tal se com o corte o time livrar $ 5.4 milhões ( com apenas $ 1 milhão de dead money ). E importante: tanto faz se antes ou depois de 1º de julho. Outra coisa que pode facilitar, é que ele estaria considerando até a aposentadoria, depois de tantas lesões. Em termos de Cap, tanto faz cortar ou ele aposentar-se, dá no mesmo.
  • Randy Starks - Como é dura a vida na NFL: ano passado Starks poderia ser um dos maiores free agents, mas o time o manteve. Agora parece um peso dentro do elenco.  Caso o time decida cortá-lo, em qualquer momento, vamos economizar $ 5 milhões ( com $ 1 milhão em dinheiro morto ). Prefiro manter Jared Odrick do que Randy Starks. Assim é a vida...
  • Dannell Ellerbe - Bom, com o advento de Jeilani Jenkins, Ellerbe virou um jogador que sobra no elenco. Ele, creio eu, só ficaria no elenco se aceitasse uma re-estruturação forte no seu ( mega ) contrato. Não parece-me que ele vá aceitar isso. Se for cortado antes de 01/06 o time salvaria $ 5,6 milhões ( mas com pesados $ 4 milhões em dinheiro morto ). Se o corto for após 01/06 ai o cenário é bem mais favorável, com apenas $ 1,4 milhão de dinheiro morto.
  • Nate Garner - Quanto vale manter um back-up para a linha ofensiva? Bom, se as opções aos Starters forem do nível de um Dallas Thomas talvez valha a pena. Se o cortarmos, a economia seria de $ 1.6 milhões com apenas $ 166 mil de dinheiro morto. Ai fica mais fácil decidir, não é mesmo?
  • Phillip Wheeler - O grande erro final de Jeff Ireland ( talvez seja Dion Jordan, páreo duro com certeza ), mas enquanto o DE/OLB vindo de Oregon custa pouquíssimo contra o Cap, Wheeler... Bom se o cortamos antes de 01/06, o time só livra $ 200 mile fica com $ 4,2 milhões de dinheiro morto. Acontecendo depois, a economia será de $ 3 milhões, com $ 1 milhão em dinheiro morto. Alguém sequer tem dúvida do que será feito?
Realizando todos os cortes e/ou re-estruturações o time poderá ter até $ 32 milhões para gastar. Contudo, no ano que vem o time teria menor Cap para acomodar o nosso "espetacular" QB...

Bom, isso é assunto para outro dia...

Nenhum comentário: