segunda-feira, 21 de setembro de 2015

A visão do torcedor sobre a derrota e o desempenho de Ryan Tannehill

Opinião é algo que eu prezo. E gosto de ver quem tem a sua. Alguns não gostam de pessoas com opiniões fortes, mas eu me identifico com quem é assim, porque eu sou assim. Até agora, o Blog teve 220 acessos nesta segunda, o maior pico desde o Draft. Alguns leem e não comentam, mas dois deixaram suas visões acerca do que leram. O primeiro é sobre o texto sobre a derrota ( vexaminosa ) e o segundo é do que fez o apanhado das notícias. Leiam eles com atenção ( clique nas imagens para ampliá-las ). Eu volto para sintetizar:




No primeiro comentário temos alguém que comunga com a minha visão sobre Ryan Tannehill e o segundo não concorda. Antes de prosseguir eu quero deixar claro uma coisa: nós não perdemos por CULPA exclusiva de Tannehill, mas perdemos porque ele não é o líder que o time precisa. Ele não se coloca com o alguém que consiga superar as dificuldades, deixando sempre a impressão de que vá precisar - sempre - de 100% das condições favoráveis. Usando uma analogia com a Fórmula 1 é um carro que parece bom mas que só rende 100% em um asfalto perfeito e sob certa temperatura. Se esquentar ou esfriar, ai danou-se.

Thiago até dimensiona quanto da derrota é culpa de Tannehill ( algo que eu nao fiz e acho menor do que 80% ). Já RFialho acredita que é Tannehill quem esteja se queimando, ou seja, o time o prejudica. Discordo, mas respeito. A questão é que Tannehill não se impõe, não vemos ele mexendo ou tentando algo de diferente. Quando o QB é bom ( como sugere RFialho ) e é mal treinado ele tenta algo para sair da situação. Tannehill não faz isso, simplesmente porque não sabe fazer.

Por fim, quanto a ele não ter sido interceptado na temporada, isso não é nem de longe mérito dele e sim falta de qualidade das secundárias adversárias, porque ele pediu para tomar, ao menos, umas 4 até agora. Só que os rivais, digamos assim, foram bonzinhos... 

E voce? O que acha? Deixe seu comentário e eu posto aqui os melhores.

6 comentários:

Leandro Silva disse...

Sempre leio o blog de vários times após a rodada da NFL até pela falta de informações aqui no Brasil e particularmente gosto muito da paixão com que o Flávio faz seus comentários e até passei a gostar dos Dolphins. Já comentei algumas vezes no blog e me senti impelido a fazer novamente. Sou torcedor dos Broncos. E não pense que é algo tão fácil. Desde o grande Elway, vi QB medianos a ruins como Plummer, Cutler, Orton e Tebow (os que me vem a memória agora) vestirem a gloriosa Jersey laranja. E digo com toda certeza, ter um bom QB faz toda a diferença. Tannehill nunca será este QB. Ele é tipo um Cutler, um QB mediano com um contrato monstro dado pelos Bears que nunca será o líder que uma equipe precisa para vencer nesta liga. Some a isto uma comissão fraca e atrapalhada e temos a receita para o desastre (que no caso dos Dolphins significa outro 8-8 ou algo parecido). Enfim, não acredito que uma volta aos playoffs com boas chances de vitória acontecerá para os Dolphins enquanto Tannehill for o QB e principalmente Philbin for o HC.

Ruy Pimentel disse...

Eu acho que o nosso grande problema é o Tanehill. Quem vê NFL vê Aaron Rogers com Green bay cheio de problemas mas o QB faz parecer que só precisa de um boneco que saiba fechar o braço para ganhar. Enquanto o Tanehill nos engana com passes de 3 4 jardas que fazem aumentar o percentual de acerto mas não nos levam a Vitória e muito menos touchdown. Não adianta colocar melhor si de recever melhor defensor. Pq? Que defesa aguenta ficar tendo que voltar depois de 2 minutos de descanso? E quem faz o recebedor ser bom é o QB ou de repente o peyton teve lá os melhores recebedores? Acho que não. Bem Tanehill tem um jogo duro. O passe não parece ser uma coisa natural, sempre e sofrido, nunca vê quem Ta livre. Sempre o passe e pro recebedor na pressão.

Luiz Paulo disse...

Flávio, bom dia, seguindo a sua lógica, a derrota de ontem dos Colts foi culpa do Andrew Luck??

Flávio Vieira disse...

obrigado aos dois.

Quem bom que vc simpatiza com os Dolphins pela paixao nos meus textos Leandro. eu realmente entro, digamos assim, no personagem...

E Ruy eu digo isso desde sempre, mas na Tannehillandia ( o outro Blog ) eles devem estar muito felizes com o 1-1 até aqui, porque o ídolo deles está, digamos assim, com bons números...

Flávio Vieira disse...

bom Luis Paulo eu não vi a partida, portanto não posso fazer essa afirmação. Mas sei que o Luck é o tipo de QB que Tannehill jamais será: o que supera adversidades...

nem comparo em termos de qualidade, porque ai é crueldade... com Tannhehill, ele nao merece ser humilhado assim...

mas eu não coloco a culpa da derrota de domingo SÓ em Tannehill. Mas os QBs ganham mais que outros jogadores por algum motivo, não achas? E um deles, com certeza, é para comandarem o time às vitórias. Algo que Tannehill nunca FEZ e nem FARÁ.

Thiago Vieira Da Silva disse...

Luiz reparou que sempre tem uma desculpa, ora é a DL ora a RB cada jogo é uma, mas nunca o nosso QB, tem calouros que já incorporaram o a função de um LIDER o nosso QB esta a vários anos tentando se acha e nosso HC também esta viajando na maionese, eu to cansando de ver o Miami ano após ano ser o time que agora vai...
Falo aqui esse não não vai ser diferente 8-8.