sábado, 26 de setembro de 2015

Week 3: Se quiser salvar a temporada, Dolphins precisam jogar como time de Super Bowl...

Precisamos vencer nas trincheiras diante do Bills...
A chamada do post é forte porque a situação é tensa e delicada. Pegamos 2 times mais frágeis do que nós e quase que saíamos deles com 0-2 ( não fosse Jarvis Landry é um salvador Retorno de Punt para Touchdown, não custa lembrar ). E agora teremos, até a Bye Week na semana 5, dois confrontos encardidos contra times divisão ( ambos com transmissão da ESPN ): Bills e Jets - este último em Londres...

Para quem por ventura ainda não souber, existem duas maneiras de se conseguir a classificação para a Post-Season: vencendo a divisão ( Pats está 2-0 e muito pouco provável deixe de conseguir o 13 títulos de Divisão em 14 anos!!! ) ou como uma das duas equipes via Wild Card. Normalmente, para se almejar vencer a sua divisão, uma equipe precisa fazer - ao menos - 4-2 contra seus rivais diretos ( o que conseguimos em 2008, nao por outro motivo, a última vez que o Pats perdeu a AFC Leste ). Via Wild Card é necessário vencer, ao menos, 9 partidas, o que nao fazemos também desde 2008 ( quando vencemos 11 ). Sendo assim, bater nos rivais é meio caminho andado para o Paraíso. 

Além disso, iremos encarar os dois rivais "mais fracos da divisão". Fracos em termos é claro, porque o deste domingo ( Bills ) só perdeu para o Pats e o da semana que vem está com 2-0 e com uma defesa que está dando o que falar... Vencendo ambos - e hoje nós passamos longe de favoritos para os dois confrontos - poderemos arrancar bem na tabela, indo para a semana de folga com 3-1. Mas, contudo, perdendo... bom, ai seria o caos pleno: 1-3 com 0-2 dentro da divisão e tendo duas partidas com derrotas quase certas diante do Pats. E com 2-4 dentro da divisão ( e ainda assim teríamos que vencer Bills e Jets fora de casa ) nenhum equipe vence divisão e nem consegue vaga na post-season...

Por isso, para poder seguir sonhando com post-season, o time terá que atuar como um time de Super Bowl, ou seja, sendo o mais próximo possível da perfeição. Alguém ai acredita? Com Tannehill de Quarterback? Sinceramente, eu não consigo... Mas é o que resta esperar. Porque se jogar a mesma "coisa" que fez diante de Redskins e Jaguars, vai perder. E perder feio...

Nenhum comentário: