domingo, 13 de dezembro de 2015

Analisando o elenco: Runningbacks

Agilidade e inteligencia em doses certas? É o que parece...
40 anos atrás a Liga era focada no jogo corrido e nós tínhamos um elenco fortíssimo de corredores: Mercury Morris, Larry Csonka e Jim Kiick. Hoje além de um Quarterback de alto nível é preciso ter recebedores com qualidades específicas e um TE a lá Rob Gronkwoski. Mas nem por isso os RBs saíram do foco, apenas não saem mais nas primeiras escolhas do Draft. Ter uma dupla eficiente pode ser a chave para ser vitorioso na NFL.

Nossos dois mais expressivos - e esta análise olha não só para 2016 - e promissores jogadores no elenco são Lamar Miller ( 4º Round de 2012 ) e Jay Ajayi ( 5º round desse ano ). Antes de prosseguir, os números dos dois:




Ok, os números não são nada animadores, mas... lembrem que Corredores - mais do que Quarterbacks - dependem demais uma OL produtiva, o que claramente não temos. Miller correu para 2 jardas contra o Jets e a culpa não foi só dele, é claro. Mas, ao contrário de Tannehill, nunca esperamos que ele pudesse ser um All-Star certo? Ele veio num quarto round para ser mais um num setor que, na época, tinha Reggie Bush como estrela. Ele comporia uma unidade, ao contrário do QB que viria para ser o redentor da franquia. Por isso um foi escolhido ( erradamente ) no primeiro round e o segundo no quarto round, aproveitando uma oportunidade. Miller até aqui corresponde com o que pode-se esperar de jogadores do quarto round. Teve seus momentos muito bons e outros lamentáveis, mas é isso que ele é: um jogador regular, que em alguns dias vai conseguir mais de 100 jardas e em outros... com uma OL melhor e com ajuda do jogo do passe, ele sempre será uma boa arma. Sendo o carregador do ataque, jamais será soluça-o. Jamais...

Ainda sobre Miller tenho que ele não vai chegar na marca do ano passado. Faltam 4 jogos e pouco mais de 400 jardas e ele na o consegue isso nem a pau. Mas tem um dado interessante: ele está com número melhores agora do que ano passado em jardas recebidas e tem cuidado melhor da bola. São dois pontos interessantes para ele. Sem falar que ele precisa de apenas 3 TDs para igualar a temporada passada. Contudo, ele terá um ano pior. E vai ter que começar tudo de novo no ano que vem, pois teremos outro OC e, por tabela, outra mentalidade no ataque. E detalhe: ele é Free Agent.

Jay Ajayi jogou poucos snaps até aqui que parece insano colocar nele uma pecha de promissor. Pode parecer, mas eu acho que ele mostrou que pode ser útil, muito útil. Ele é rookie e quando usado foi bem. Melhor treinado e num esquema melhor ( sem falar com uma OL melhor ) tem tudo para ser um ótimo complemento a Lamar Miller. Contudo, se Miller sair ele NÃO PODE SER O STARTER, pois tem um histórico de contusões em sua carreira em Boise State  e começou esta temporada na geladeira. 

Olhando para o Draft, eu usaria uma escolha de middle rounds em um RB mesmo que Miller fique, pois é preciso ter um SETOR forte. E escolheria um RB para correr no meio da DL, daqueles capazes de conseguir aquelas 2 ou 3 jardas na marra. Se Miller sair, ai eu acho que teremos que usar uma pick de segundo ou terceiro round em um corredor. Tudo depende do que faremos com Miller. Eu o manteria, desde que ele nao quisesse um caminhao de dólares...

Nenhum comentário: