quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Jarvis "the juice" Landry em momento extrarrestre








 Podem criticar o quanto quiserem mas Jarvis é o melhor jogador escolhido em Draft por este time desde a época de Zach Thomas, Jason Taylor, Sean Maddison e Patrick Surtain. Nada de Chris Chambers, Ronnie Brown, Jake Long ou qualquer outro grande ( e raro ) acerto de draft que o Miami tenha conseguido desde eles, Landry é - por muito - melhor do que qualquer outro. Ele simplesmente transcende os limites da lógica. Nada para ele parece impossível e ele vai lá e consegue mais, sempre mais. Pouco importa se é uma andorinha sozinha ou se o Quarterback está mais para um ameba do que para um jogador decente: ele vai e consegue fazer as jogadas.

As imagens acima mostram a monstruosa recepção que ele conseguiu domingo. O passe, para variar, foi péssimo. Se tivesse sido ótimo esta acrobacia não seria necessária, não é mesmo? Mas ele foi no último andar, com o corpo esticado e - sabe-se lá como - foi buscar a bola, com apenas uma das mãos. Isso já seria espetacular, mas ele foi além: conseguiu evitar que a bola tocasse no chão, sofrendo a pancada do marcado ( que fez o que pode ). Na último foto ( não consegui achar outras após essa ) parece impossível que ele vá conseguir completar a recepção, mas... estamos falando de um fora-de-série.

Landry conseguira superar a marca de OJ McDuffie de 90 recepções. Pois bem, ele agora superou a marca das 100 recepções, entrando num seleto grupo de jogadores que conseguiram isso em uma temporada. Mas tem mais: ele agora é o recordista da NFL em todos os tempos para recepções nos dois primeiros anos com 188. Sabem quem é o segundo? Um tal de Odell Beckham Jr. Eu não sei o que comem os Receivers de LSU, mas é bom ficarmos de olhos nos próximos...

Para completar ele rompeu a barreira das 1000 jardas e igualou a marca de Mark Clayton, como jogador segundo anista a chegar em tal marca. E a temporada ainda não acabou. O que será que ele tem reservado para domingo, diante dos Pats? Em tempo: Ryan Tannehill talvez nem jogue. E isso pode ser uma ótima notícia... 

Aqui o vídeo, em inglês, da recepção de outro planeta de "The Juice":


Nenhum comentário: