domingo, 1 de maio de 2016

Draft 2016 - Round 3, Pick 10: Kenyan Drake, RB - Alabama

O time precisava de um RB? Que tal draftarmos o reserva de Alabama?
Depois de deixarmos Lamar Miller sair por um contrato que nosso Cap suportaria, depois de ver o Broncos cobrir a proposta que fizemos a CJ Anderson eis que veio o Draft e arrumamos um outro RB. Acontece que ele não é lá essas coisas todas, tem qualidades mas era - bom frisar isso - reserva em sua Universidade. O que, tenho que admitir, pode ser uma vantagem para ele ( correu menos e apanhou menos ainda ), mas por outro lado dá uma ideia do limite do que podemos esperar dele. Vejamos o que o "mago" Adam Gase vai conseguir tirar dele...

Nome: Kenyan Drake - Idade: 22 anos ( 26/01/1994 )
Universidade: Alabama - Posição: Runningback
Altura: 1,85m - Peso: 95kg

Visao Geral:

A explosão de Drake é uma arma para todos os fins, contudo seu histórico de lesões é um ponto crucial. é um pouco temperado pela sua história lesão. Na decisão da NCAA ele mostrou que pode ser uma ameaça como um returner de kickoff, marcando um Touchdown de 95 jardas para uma pontuação crucial. Foi reserva em sua carreira na NCAA por isso não possui muitas honrarias.

ANÁLISE

PONTOS FORTES - A melhor qualidade de Drake é a sua persistência na jogada, lutando até o último instante. Ele também possui uma boa capacidade de fintar nas corridas. Consegue jardas extras após o primeiro contato, algo valioso. Tem qualidade recebendo passes ( no que é comparada a Reggie Bush ). Retornador de boa qualidade. 

PONTOS FRACOS - Talvez sua maior fraqueza seja o fato de ser frenético demais. Por vezes sua mente parece levá-lo a realizar uma jogada que a situação não permite. Tendência de cortar para a linha lateral, em vez do meio do campo. Sua mudança de direção não é consistente. E, muitas vezes, ele solta a bola por tentar iniciar o movimento de corrida antes de te-la totalmente em seu domínio. Quebrou uma perna em 2014 e o braço em 2015, tendo portanto suspeitas quanto a sua durabilidade.

NFL COMPARAÇÃO - Charles Sims

ANÁLISE DA PICK - A Classe de 2016 para RBs era, de fato, fraca. Drake tem qualidades mas seus pontos falhos podem ser um limitador e tanto na NFL. Ele quebrou uma perna e um braço e seu rendimento após isso - naturalmente - não foi mais o mesmo. Ele será usado em complemento a Jay Ajayi, que já nao é exatamente um RB pronto para a NFL. Será muito ruim ter uma dupla tao crua e carente de grandes qualidades, mas como eu disse mais acima vai que o "mago" Adam Gase faz das suas né? A minha nota é um B+, por ter preenchido uma necessidade sem gastar picks, como foi na pick anterior a ele e como foi na posterior.

Nenhum comentário: