quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Que tal falarmos de post-season?

Será que este ano vai?
Está cada vez mais difícil não olhar para Janeiro e não nos ver jogando lá. Ainda temos seis partidas, podemos até mesmo ficar ainda com saldo negativo, mas dessa vez parece que algo de fato está acontecendo. Mesmo que não seja neste ano, em 2017 com as adições corretas ( LB e um QB ) este time pode dar - enfim - o grande salto. Mas ainda temos este ano e temos que pensar no que precisamos fazer para chegarmos onde tem 7 temporadas que pisamos. Antes, a divisão que, acreditem ou não, está ao alcance:


Com a derrota do Patriots no Sunday Night, temos agora uma divisão ao alcance. Não estou cantando que iremos vencer o Pats na última partida da temporada e ficar com o título, mas sim que temos direito de pensar nisso. O detalhe importante é que o ranking dentro da divisão é o mesmo ( 2-1 ) e se derrotarmos os Pats zeramos o confronto. Neste caso, se terminarmos empatados e iríamos para o desempate. Em todo caso, se ficarmos com a mesma campanha do Pats e não ganhemos a divisão, estaremos com 11-5 ou 10-6, o que já será espetacular. Agora olhemos as vagas do Wild Card:


Hoje o Miami é o primeiro fora. Pode parecer frustante, mas eu acho isso ótimo. Porque quem em sã consciência acharia que o time teria saldo positivo agora, tendo passado o carro em Steelers e Bills? Tendo vencido - de forma dura - Jets e Chargers? Acho que ninguém. Dito isso, temos que lamentar que Chiefs e Broncos tenham virado suas partidas contra Panthers e Saints, respectivamente, porque ainda estamos 2 jogos atrás de ambos ( bem como do Raiders ). Só que o Broncos ainda não cumpriu sua bye week e por isso, na prática, estamos apenas uma vitória atrás. E com Trevor Siemian oscilando como tem feito, nada é impossível.

Claro que tudo depende de conseguirmos - ao menos - mais 5 vitórias, porque com 4 o time ficaria com 9-7. Com 10 vitórias as chances de post-season ficam bem próximas e mesmo que sejamos punidos por derrotas como as que tivermos para o Titans, quem vai reclamar de uma temporada com 10 vitórias? Eu mesmo não irei... Sete partidas. Sete é a chamada conta do mentiroso. Sete partidas precisando vencer, pelo menos cinco. Será que dá? Lembrando mais uma vez contra quem, onde e quando serão estas partidas:


Já disse antes e vou repetir: a chance é vencer os mais "fáceis" ( Rams, Niners, Jets e Bills ) e ver o que consegue contra os mais "fortes" ( Ravens, Cardinals e Patriots ). Contra o Pats, a mais distante das 7 partidas, pouco pode ser dito, porque podemos tanto termos chances de vencer a divisão como ter mais derrotas do que vitórias. Mas de uma coisa eu sei: se o time de Bill "larápio" Belichik estiver tranquilo quanto ao Seed 1 ou já campeão da divisão e não tiver mais nada para brigar, ele poderá poupar jogadores como ano passado. Mas se o jogo valer algo para eles, BB colocará força máxima, tenha, certeza disso. 

Bills e Jets encaramos fora, e o segundo já está fora com 3-7 e o primeiro quase com seu 4-5. Chances reais de estarem nem ai para a temporada quando os encararmos, a não ser nos ferrar é claro. Cardinals não tem atuado bem, mas é perigoso. O Ravens tem oscilado muito, mas lidera a sua divisão no momento e isso tem que ser levado em conta, assim como nosso desempenho fora de casa contra eles. Niners é aquele adversário para o qual adoramos nos complicar nessas situações ( lembro do ano que vencemos o Packers e perdemos pra Browns, Lions e Bills ). Espero que dessa vez superemos uma equipe como os Niners.

E deixei por último o próximo rival, o Rams que vence mais partidas quando não marca TD ( 2-1 ) do que quando marca ( 2-4 ). Time oscilante a tal ponto de que finalmente colocará o QB rookie Jared Goff para jogar e... bom, isso pode ser um problema porque não teremos parâmetro para ele, a não ser as partidas na NCAA. Vai que ele arrebenta em seu debut na NFL e logo contra nós? Coisa típica, não é mesmo? Tomara que, assim como diante de Bills e Jets, essa seja a nossa temporada de vencer partidas esquisitas. 

Temos uma chance real de post-season. Depende do time consegui-la. Se iremos ou não, é outra conversa. Mas não podemos negligenciar que, jogando como estamos, falar em post-season não é mais devaneio. Pode, ainda, não ser uma realidade forte, mas deixou de ser loucura. E isso já está valendo a temporada, mesmo que - mais uma vez - o time fique de fora ao final. Porque temos algo para melhorar ano que vem e não apenar consertar. 

3 comentários:

Eber Prado disse...

Pra quem viu o começo da temporada pensei que seria mais do mesmo, mas parece que a coisa tá se ajeitando para o lado do Miami Dolphins.

Chance razoável de pós temporada.

Flávio Vieira disse...

sim, chance razoável... plenamente alcançável. se iremos conseguir ou não é outro papo.

Luis Fernando de Almeida disse...

"Temos algo para melhorar ano que vem e não apenas consertar." - Essa frase realmente me deixou feliz, e esperançoso com Miami