sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Chegar é uma coisa, ficar é outra...

E enfim chegamos... e se a luta foi árdua para chegar, mais ela será para permanecermos. Abaixo as tradicionais imagens tiradas do Site da NFL:


Como é bom, finalmente. ver nosso logo ali entre os que jogariam o Wild Card. Mesmo que como Seed 6 é uma alegria imensa vê-la naquele lugar. Mas, é claro, manter-se na zona de classificação será duas vezes mais complicado do que foi até agora. E tudo passa por nossa ida Baltimore no domingo, às 16:00h ( horário de Brasília ). 

Vencer é o suficiente para ficarmos no posto, mas até perdendo será possível permanecer como Seed 6, desde que o Broncos não vença sua partida. O problema é que eles encaram o saco de pancadas dos Jaguars. Mas é fora de casa e eles não terão o QB titular, Trevor Siemian. Vai que Jacksonville consegue vencer uma, não é mesmo?

Outro ponto é que o Pats segue 2 partidas na frente, mas eles recebem os Rams e devem surrá-los sem grandes dificuldades. Eles, contudo, perderam o seu jogador mais impactante, até mais do que Tom Brady: Rob Gronkowski. Sem ele em campo o time não é tão dominante no ataque, uma vez que a defesa não é de altíssimo nível. Vai que ele perdem uma partida a mais do que nós até a semana 17? Sonho por enquanto, mas vai que rola...

Agora é pensar em vencer o Ravens, porque na semana seguinte teremos o Cardinals que poderá ou não ter mais chances de post-season. Passando essas duas partidas, já teremos conseguido um feito e tanto: ficar com mais vitórias do que derrotas pela primeira vez desde 2009. Mas é claro, queremos mais. 

Em tempo, Branden Albert e Laremy Tunsil talvez joguem no domingo, mas Pouncey está fora da partida. Quem também é dúvida é DeVante Parker, mas Adam Gase disse que o WR evoluiu muito nas últimas horas. Com os 3 crescem bem as chances de vencermos em Baltimore. E isso agora é essencial para voltarmos a Post-Season...

Nenhum comentário: