sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Ryan Tannehill se machuca, Moore será Starter, Cutler sendo contratado e um grave erro de planejamento...

acostume-se a ver essa cena muitas vezes em 2017...
Presumo que todos já saibam o que aconteceu com Ryan Tannehill ontem, quando em uma corrida básica e sem toque caiu sentindo muitas dores. E eis que o mundo caiu e ao que parece ele realmente vai ficar fora da temporada, correndo o risco de perder toda a temporada. Sempre fui um crítico dele - e não deixarei isso de lado porque ele se machucou - mas lamento profundamente por ele, que é esforçado e demonstra ser uma boa pessoa. Não é o QB que eu quero no Dolphins, mas jamais irei comemorar contusões de qualquer jogador, ainda mais de um do meu time. Adiante...

Ai vem a parte do erro de planejamento, que aconteceu em 3 partes: a escolha errada de Tannehill em 2012, a não escolha de outro QB nos drafts seguintes e por fim não terem feito a cirurgia nele assim que a temporada acabou ( para ele ). Quanto ao primeiro erro, nada a acrescentar do que eu já disse durante os 5 anos dele em Miami ( aliás eu me orgulho de ter dito antes do draft que ele não seria a solução dos problemas ). Quanto ao segundo erro, foi talvez o maior erro, porque é entendível a escolha de Tannehill, mas já em 2012 ficou bem claro que ele nunca renderia em altíssimo nível. Portanto, o time deveria ter usado uma ou duas picks para colocar um outro QB jovem para se desenvolver. Ah, mas isso geraria problemas e tals... que tal dizer isso para o Redskins que pegou RGIII e Kirk Cousins?? Será que alguém ousa dizer que eles fizeram errado? E por fim, na época vi diversos analistas dizendo que o correto seria a cirurgia, mas o time fez de tudo para que ele ficasse sem entrar na faca e agora isso está cobrando um alto preço. Além do mais, fugiram da cirurgia de todas as formas para ele não ficar alguns jogos de fora e... bom, agora será a temporada inteira. Haja erros!!!

Voltemos às opções que temos. Enquanto escrevo o Front Office negocia, a pedido de Adam Gase ( que manda em tudo, diga-se ) com Jay Cutler, que foi enxotado de Chicago, onde não deixou qualquer saudades. Claro que com Gase ele foi muito bem, mas... eu não me animo com ele de QB, preferiria ver o time contando com Colin Kaepernick, porque ele adicionaria algo diferente ao que time já tem. Mas iremos de Cutler e de Matt Moore. 

Sobre Moore, cabe outra crítica pesada ao Front Office: ele é um Tannehill mais velho e com menos potencial ( e Tannehill já não tinha muito não ). Moore não deveria ser o reserva do Miami. Aliás, foi por causa dele que perdemos Andrew Luck, ao ele conseguir inúteis 6 vitórias em 9 jogos finais de 2011. Desde muito tempo eu cobro um outro QB como reserva de Tannehill, mas o FO não fez isso e agora iremos pra temporada com ele. E com a ausência de Tannehill o time vai atrás de outro QB com o mesmo perfil. Ai não dá... por isso eu queria Kaep...

Depois falarei sobre o que time poderá fazer na temporada. Como ainda não está 100% definido se é o Cutler será contratado, fica sem sentido fazer isso... mas se preparem para sofrer...

Nenhum comentário: