quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Uma vitória enganosa...

Landry conseguiu um TD. Aleluia!!!!
Vencer é, basicamente, o objetivo de todos os esportes profissionais. Entre vencer jogando mal e perder jogando bonito, eu claramente prefiro a segunda opção. Mas quando se perde e vence jogando mal, ai tem algum problema. Em 4 partidas até aqui, o Miami Dolphins não teve aquela atuação de time confiável. E é capaz que não tenha durante toda a temporada.

E aqui chegamos a uma dúvida eterna nos esportes: vencer jogando mal ou perder jogando bem. Basicamente, vencer é o objetivo de todos os esportes, coisa pra lá de óbvia. Mas jogar bem e perder, pode demonstrar que o time tenhas perspectivas de crescimento futuro. Vencer jogando, exceto numa casualidade muito grande, significa que o time esteja fazendo mais do que pode. E em que situação estamos em 2017?

Eu tendo a crer que no pior dos mundos: a OL não rende - falarei dela dura a semana, os LBs são um desastre e a secundária... tirando Reshad Jones falta qualidade demais por ai. É triste ver a defesa dos Dolphins em campo, tirando a nossa DL que anda monstruosa. Mas a defesa é um conjunto, não apenas um grupo de 4 jogadores que alinham contra a OL adversária. Em tempo, Charles Harris conseguiu seu primeiro sack. Ele não tem desapontado, tem feito uma evolução até que boa, mas não dá sinais de que será uma estrela. Até aqui, que fique claro.

E o ataque... bom, o "mago" Adam Gase não tem feito das suas. O time não melhorou basicamente nada entre o jogo contra os Chargers na estreia e este com os Titans. A qualidade dos adversários é que nos permitiram vencer 2 jogos, não nossas qualidades. Não por outro motivo, foi graças a erros de Field Goal que as vitórias foram conseguidas nos dois 2 casos. Contra Jets e Saints nem isso salvaria...

Ter Jay Cutler é parecido com aquele cara que volta para a namorada que lhe pôs chifres: todos sabem que vai dar no mesmo resultado, mas ele  - o corno - acredita que dessa vai dar certo. Todos sabiam antecipadamente que daria errado. Menos Adam Gase. E agora estamos pagando o pato. Salvo um súbita melhora da água para o vinho, iremos ficar com um 6-10. Que nem nos daria a chance de escolher um playmaker nato e nem ir para a post-season. A temporada de Jay Ajayi foi pro ralo, porque a OL não rende. Sobram os WRs ótimos, mas sem QB para lançar para ele. É uma pena ver tanto talento desperdiçado.

A vitória veio, mas a sinalização não é das melhores. Nossa defesa fica muito tempo em campo e assim cansa no fim, porque o ataque não tem capacidade de mover-se. Somando isso a falta de qualidade dos LBs e dos CBs... poderia ser pior: o time não ter a DL que tem. E n domingo o QB que vai lançar do outro lado é do Matt "the ice" Ryan... tenham pesadelos desde já...

Nenhum comentário: