domingo, 9 de setembro de 2018

Week 1: Titans 20 x 27 Dolphins - Vencemos o jogo mais longo da história...

Jakeem Grant deu tranquilidade à partida com seu retorno de 101 jardas...
Miami Dolphins venceu a primeira partida da temporada por 27 x 20 contra os Titans, no jogo mais longo da história. A partida começou às 14:00hs e terminou depois das 21:00, devido a tempestade que estava rondando o Hard Rock Stadium. O jogo foi interrompido perto do fim do segundo quarto e perto do final do terceiro quarto. Somados, a interrupção chegou perto das 4 horas. Algo surreal, sem dúvida. Lembrando que a partida com tempo de jogo mais longo também tem os Dolphin envolvidos: o Divisional Playoffs de 1971 contra os Chiefs, que teve 3 - isso mesmo - prorrogações. Foi também a primeira vitória nossa em post-sesason.

No jogo de hoje o time começou lento, saiu de campo sem pontuar na primeira posse, mas os Titans não: marcaram um FG. Depois de várias alternâncias de posses no primeiro quarto, um drive seguro levou o time até a end zone e Tannehill achou Kenny Stills para fazer 7x3. Seria o placar até o fim do primeiro tempo, que só terminaria perto das 18:00hs. Mas Tannehill conseguiu lançar uma Interceptação dando um passe perfeito nas mãos do defensor e que estragou a primeira interceptação de Reshad Jones, que esteve em dia de graça.

Depois de um FG acertado no terceiro quarto, veio o insano quarto final: TD dos Titans, TD de retorno dos Dolphins no lance seguinte ( Jakeem Grant de 101 jardas ), depois TD de Tannehill para Kenny Stills e retorno de TD para os Titans. Estava 14x14 e tudo poderia acontecer. Até que Reshad Jones consegue outra interceptação e um FG coloca tudo na rota da vitória. Ah, n, quarto final Tannehill ainda lançou outra interceptação. 

Destaques Positivos: 
  • Reshad Jones - Como eu dissera quando Minkah Fitzpatrick foi draftado, ele ficaria mais solto. E foi o que se viu em campo hoje. Com o novato em campo, ele não precisa ser o salvador da pátria lá atrás. Conseguiu pressionais mais a linha ofensiva adversária, algumas vezes parecendo até um DE;
  • Jakeem Grant - Não foi apenas no retorno que ele foi bem. Ainda recebeu passes. Agora detém o recorde de maior retorno de kickoff em jogos como mandante da franquia.
  • Kenny Stills - Recebeu 2 passes para TD, um deles de 75 jardas ( totalizou 106 em 4 recepções ). Parece mais solto em campo;
  • Frank Gore - O veterano RB foi bem demais. Mostrando que pode ser bastante útil.
Foram mal:
  • Mike Gesicki - Muito se espera dele e... ele recebeu só um passe. Não foi muito acionado, o que é um problema;
  • Kenyan Drake - Quem esperava ele detonando nas corridas, com certeza ficou bem preocupado. 14 corridas e 48 jardas estão bem longe de uma grande atuação.  Mesmo dando um desconto de que ele correu 3 vezes no final da partida, ainda assim ele ficou devendo.
  • Ryan Tannehill - Não exatamente mal, mas não foi bem. Olk, ele está vindo de um ACL duplo, mas o que se viu em campo hoje não é o signal caller seguro que o time precisa. Ele errou 2 passes terríveis ( ambos resultaram em interceptações ), perdendo uma posse na red zone. A seu favor poderia-se contar os 20 passes certos em 28, mas tem um porém: os passes seguem sendo na maioria screen pass. Acertou a bomba para Stills, que é excelente, mas na posse seguinte errou por muito numa tentativa igual.

Nenhum comentário: