segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

Tua Tagovailoa se declara para o Draft

Ao lado do Head Coach Nick Saban, Tua declarou-se para o Draft 2020
Não nego - jamais fui disso - que meu grau de otimismo com os Dolphins estão bem baixos faz tempo. Adotei a cautela como uma máxima quase total. Mas é impossível perceber que algumas coisas apontam em uma direção diferente. Vencer os Pats e ainda assim ficar na posição em que já estava é uma destas situações. Como se o Universo conspirasse para uma retomada dos grandes dias. Problema é confiar nisso piamente. E eu não estou entre os que são capazes de fazer isso. Desejo, faz tempo, boa sorte a quem se dispor ao risco.

Começamos a temporada com baixas perspectivas. Só loucos ou idiotas poderiam esperar sucesso numa temporada como esta. E terminamos com 5 vitórias, muitas delas - é claro - inúteis. Quando o Tank parecia uma realidade, o QB de Alabama Tua Tagovailoa era o pule de 10 para a First Overall Pick. Não se cogitava que pudesse ser outro o primeiro escolhido no draft 2020. E a hashtag #TankforTua passou a constar das postagens de todos ( ou quase ) torcedores dos Dolphins pelo mundo afora. Era a esperança de dias melhores. De uma possível ressurreição da franquia. Enfim, algo em que se apegar em momentos de humilhações seguidas.

Pois bem, quase na época o Miami começou a vencer e Tua se machucou, voltou e viu sua Alabama ser destroçada por LSU do fenômeno do momento, Joe Burrow. Tua ficou fora do restante da temporada e deixou de ser, para muitos, até mesmo uma escolha Top 5. Quanta mudança no mês de Novembro... ele fez uma cirurgia e sua ida para o Draft ficou como questionável. Ele voltaria para mais um ano em Alabama? Voltaria ele a jogar em alto nível? Enquanto isso, o Miami seguiu vencendo. E o assunto Tua ficou esquecido.

Até que hoje ele se declarou para o Draft. E disse mais: estará pronto para a temporada 2020. E demonstrou muita confiança ao fazer isso para todas as câmeras do mundo. Medo, com certeza, ele não tem. E confiança ele tem de sobra. E, para mim, seria épico ele se re-erguer ao lado do nosso time. Seria fantástico ter Tua Tagovailoa com nossa camisa ( e como disseram no Twitter a camisa remete a Flórida ). Contudo, sempre temos um grande problema: nós mesmos.

Se o Miami escolherá Tua é apenas, por enquanto meras especulações. Mas que Tua tem muitos dos predicados que um QB precisa, é algo inegável. Aguardemos. Mas a esperança existe. E, nisso, eu acredito 1000%. No time e sua capacidade de largar o passado de erros e mais erros, ai eu tenho muito pouca confiança. Mas por hora, curtamos a possibilidade de que o prospecto de Alabama venha nos salvar. 

domingo, 5 de janeiro de 2020

Ano novo, vida nova??

Nosso futuro depende do que estes 2 caras farão...
A temporada 2019 terminou com um ar de 2011. Quem me conhece a fundo, sabe que eu não estou nem um pouco animado com a temporada seguinte. Serei São Tomé até que o time me PROVE o contrário. Vencemos partidas mais do que o necessário, mas ainda assim ficamos na posição 5. Longe de First Overall Pick e a certeza de escolher quem quisessemos. Agora é passado, e temos que olhar para o futuro.

Assim como em 2011, o time não tem QB. Ou tem, se o amigo leitor se contentar com pouco. Moore em 2011 parece-se demais com o Fitzpatrick de 2019, guardadas as devidas proporções. Assim como a 8 anos atrás, a esperança era um Draft perfeito e uma Free Agency cirúrgica. Quem em sã consciência confia nisso? Eu não aposto nem 1 real nisso. As chances de acontecer são pequenas. Mas, vai que rola né? Todos sairemos ganhando. Mas ai vai de cada um acreditar ou não.

Depois das 3 primeiras semanas, o pensamento era #tankforTua. Ele se machucou, nós saímos da escolha 1, mas amanhã ele decidirá se vai ou não para o Draft. Se for, por mais incrível que parecer possa, ele poderá ser nosso. Porque os Bengals devem ir de Burrow e os outros 3 times não devem se arriscar com um QB: Giants, Lions e Redskins. Em tese, apenas em tese, Tua poderia ser nosso. O problema é se ele não se declarar.

Existem outros QBs no Draft, claro... mas eles não passam nem perto de um Tua. Tem até o Tannehill 2.0 e o QB do amor. Mas eles não valem a escolha 5 e não devem sobrar até a escolha 18, que temos pela trade do Minkah Fitzpatrick com os Steelers. Então ou é reach num provável Bust ou nada de QB na primeira rodada. Caso a se pensar...

O time precisa de reforços em todos os setores, embora alguns loucos digam que na defesa só precisemos de 2. Se colocarmos em perspectiva, todo posição precisa de um reforço. Alguns, para mim, mais de um. Ai volta-se a pergunta acima: Ano Novo, Vida Nova? Pode até ser, mas é bom não esperar demais. As chances de cair do cavalo são imensas.