sábado, 20 de outubro de 2007

Carta para os dirigentes...

Estou, neste final de semana, escrevendo uma carta que enviarei nessa ordem: para o Head Coach Cam Camerom, o General Manager Randy Muller e ao proprietário da franquia. Um colega meu de trabalho, expert em inglês irá traduzi-la, e eu irei colocá-la como post aqui. Além disso enviarei a mesma para Espn, ABC e CBS. Pode até não dar em nada, mas quero mostrar o meu - e para ser sincero, o nosso - descontentamento com a atual situação deste time que amo. Quem sabe vendo que até torcedores no Brasil estão insatisfeitos com as seguidas lambanças feitas pelo trio, ele resolvam repensar o que estão fazendo. Quem sabe...
Domingo tem jogo, infelizmente, contra o Patriots. Quero, de coração, agradecer a todos que estão entrando neste espaço e deixando ( ou não ) suas opiniões nas caixas de comentários. Este blog tem crescido e isso é obra de vocês. Quanto ao jogo: posso até estar errado, mas o NE é tão favorito e nós tão derrotáveis, que é um desses jogos em que o improvável costuma acontecer... não custa nada acreditar nisso, pois nas nossas armas de ataque...

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Alguém ainda acredita neste time(!!)??

No seguimento à inacreditável troca de Chris Chambers para o Chargers, por nada, é bom lembrar outras lambanças feita pelos nossos ultra competente(??) dirigentes:
1 - Deixaram ir embora um excelente TE, Randy Mcmichel;
2 - Trocado o WR Wes Welker;
3 - Demitido o Dante Cullpepper, sem sequer ganhar uma escolha de draft. E deu no que deu no jogo contra o Raiders, para onde ele foi de graça...
4 - Draftar Ted Ginn Jr, quando precisávamos de um QB, Brad Quinn por exemplo;
5 - Trocar com Chiefs o QB Veterano, que até que não jogou tão mal quanto eu esperava, Trent Green para ser o comandante deste ataque(??);
6 - E agora, como desgraça pouca é bobagem, mandar Chambers para San Diego por uma reles escolha de 2° round.
Parafraseando o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso: "assim não pode, assim não dá". Infelizmente para nós, poder até que não pode, mas os homens que cuidam(??) do destino deste time fazem assim mesmo.
Crédito para algumas lambanças que eu havia esquecido:
http://bolaoval.net/2007/10/os-erros-de-miami.htm - Blog da Bola Oval. Aqui é assim, crédito para quem merece...

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

E Chambers se foi... Quem sair por último que apague a luz...

No post sobre a derrota para o Texans eu fiz uma pergunta: Será que pode ficar pior do que isso?? Não demorou muito e os nossos competentes(??) dirigentes deram a resposta: sim, pode... ( e leiam lá que eu disse: "não deveria ter feito esta pergunta")

Chris Chambers foi trocado por uma escolha de segundo round do próximo draft. Ou eu estou enlouquecendo ( algo que com esse time do Miami é bem provável ) ou nossas estrelas estão querendo sair para times melhores?? Será que estamos fadados a virarmos, sem deméritos a esses times, Cardinals, Bengals e etc, como franquias nas quais as estrelas não querem jogar? Trocar Chambers com o Chargers é de uma burrice tremenda. Explico porque:
1 - É um time da mesma conferência;
2 - Deverá ficar na parte de cima no próximo draft, arrisco dizer que de 20ª para cima;
3 - Já é um time forte, portanto estamos reforçando um time ainda mais. No futuro se os enfrentarmos, teremos ainda mais dificuldades;
4 - Ficamos com o nosso próprio ataque, que já é bastante improdutivo, ainda mais fraco;
5 - De que adianta ter muitas escolhas e draftar errado, quando se precisa de um Franchise QB e se traz um WR retornador, que até agora nada fez;
6 - Se for para fazerem a cagada que fizeram agora, eu preferiria o contrário: reforçar o elenco com estrelas cedendo escolhas.
Estou cansado e revoltado. Como podem fazer isso com o time que amo. Será que merecemos tanto castigo por sermos o único time "undefeated" da história?. Por quanto tempo mais ficaremos fora do SB? Porque o Ranfy Muller não pede demissão? Ele está acabando com o nosso time. Com o time que eu amo. Isso é demais para mim. O que falta acontecer? Rumores dão conta que Thomas e Taylor, estão propensos a se aposentarem as final desta temporada, acabando com o que resta de qualidade nesta defesa. Não temos QB que preste, temos um RB esforçado, que não consegue vencer partidas. Tinhamos um real "playmaker" e abrimos mão dele por apenas uma escolha do segundo round, que aposto, será da 20ª para cima. Fosse uma de primeiro round, até ia, afinal, seriam duas escolhas entre as, sei lá, 22 primeiras, mas não. Quem vai receber as bolas nesse ataque: o veterano Booker? O inexperiente Hagan? Ou o novato candidato a bomba Ted Ginn Jr?
As perspectivas são as piores possíveis: sem QB, sem WR e sem defesa. Querem mais? Acham que o pior já passou? Aguardem novos capitulos dessa novela de terror que está instalado em Miami. Acreditem, ainda vem mais coisa, de muito ruim, por aí...
Por problemas na caixa de comentário, republiquei este post

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

0-7??

Será que a nossa defesa conseguirá pará-lo??

Essas duas perguntas, a do título e a da foto do incrível Tom Brady poderiam resumir-se a uma só: podemos vencer o Patriots?? Impossível não é, mas mantenho o que disse anteriormente: se vencermos com Lemon como QB titular, temos que erguer uma estátua para ele na frente do nosso estádio. As vezes me pergunto pq estamos tão mal assim e cheguei a uma conclusão: deve ser castigo por termos sido de 1970 ( chegada de Shula ao Miami ) até 1999 ( aposentadoria de Marino ) considerados sempre como favoritos ao SB. Tudo bem, que nesse periodo tivemos campanhas ruins, mas jamais duas, três seguidas. Depois que Marino se aposentou, a menos que eu esteja enganado, estivemos apenas duas vezes na post-season, e as duas foram nas temporadas após a sua aposentadoria ( 2000 e 2001 ), sendo que apenas em 2000 jogamos em casa. Assim realmente as coisas ficam por demais distantes. Com essa temporada, pífia para dizer pouco, iremos completar nada menos que 6 temporadas seguidas, fora da Post-season, recorde negativo na história da franquia. E para ser sincero, não creio que iremos no ano vem, pois não vejo como os homens que cuidam do nosso time possam fazer uma mudança do dia para a noite.

Voltando ao jogo contra o Patriots, qualquer coisa fora uma lavada tá valendo. Até mesmo perder por um field gol me deixaria até que animado. Mas penso que não será assim;. Mas quem sabe aconteça uma hecatombe e consigamos sair do 0... afinal, sempre resta essa possibilidade...


domingo, 14 de outubro de 2007

Mais do mesmo... péssimo futebol...

O que está acontecendo com essa defesa(??). E semana que vem tem apenas o Patriots de Brady, Moss, Welker, Stallworth...

Sei que estou ficando repetitivo, mas é que a ruindade deste time do Miami também o é. 41x31 para Browns é o fim da picada. Ou não quem sabe, afinal semana que vem tem o Patriots em casa. Nada contra o simpático Cleveland, mas cá para nós, levar 41 pontos é demais para o Miami. Se contra o Browns levamos mais de 40, quantos levaremos do melhor time da Liga??. Sobre o jogo podemos tirar algumas considerações:

1 - Lemon fez uma partida decente. Passou para 2 Td, marcou outros dois, conectou 24 de 43 passes ( mais de 50% de aproveitamento ) para mais de 250jd´s. Não se pode negar que ele tenha feito uma boa partida. Mas Flávio ele foi inteceptado duas vezes? Sim, mas compensou marcando outros dois. Ponto para ele. Outras atuações parecidas podem até resultar em vitórias para o time;

2 - As demais peças do ataque estiveram até bem. Brown passou das 100jd novamente e ainda recebeu mais 69 em nove passes. Chambers recebeu 6 passes para 79. E Martin marcou os dois td, num total de apenas 18jd. Ou seja, o ataque esteve bem, afinal marcou 31 pontos. Só falta, para ajudar a defesa, ficar mais tempo com a posse de bola. Corrigindo isso, quem sabe dê até para vencer umas três partidas nesta temporada;

3 - A defesa foi uma peneira, para variar. Sem Thomas essa defesa não existe. Lembremos que ele tem 35 anos e podemos ver o que o futuro nos aguarda. O time do Cleveland correu 140jd e pelo ar foram outras 245, ou seja, somadas o time avançou quase 400jd. Assim não existe ataque que possa vencer partidas. Chegamos, apesar dessa quantidade de jardas sofridas, perdendo de 24x27, portanto a vitória era possível, como já havia sido contra o Redskins, contra o Jets e contra o Texans. Mas a defesa não está conseguindo parar o ataque adversário. Marcamos mais um TD hoje, mas levamos outros 2. E a diferença que era de apenas 3, virou 10 ao final da partida. Como resolver isso?? Treino. Talento existe, apenas está sendo mal aproveitado...

4 - E os nossos especialistas, que o nosso "great" Head Coach Cameron disse no início da temporada, seria o melhor da liga, e que Ted Ginn Jr seria eleito o rookie of the year??



A realidade é que, para variar, perdemos mais uma vez. Esta temporada está empatada com a de 2003 como a de pior início de todos os tempos da franquia. Semana que vem tem Patriots. Posso até errar, tomara que erre, mas creio que iremos amargar nesse ano o pior de nossa gloriosa história. Pois depois tem o Giants em Wembley. Mas o Giants está mal Flávio? Sim, mas em termos de estar mal, ninguém na liga entende mais do que a gente...