sábado, 8 de novembro de 2008

Seattle Seahawks at Miami Dolphins


Quem diria que o Miami chegaria para enfrentar o "forte" Seahawks na condição de favorito, com 4-4 e com chances reais de vencer a divisão? Essa é a NFL e esse é o Miami Dolphins...

Brinco dizendo que penso estar sonhando com a atual fase do Miami, e para ver que não estou delirando, abro o site da NFL e vejo a classificação da AFC Leste. Por isso é que eu tentarei ser o mais pés-no-chão possivel aqui:
  • O time do Seahawks sofre com várias contusões e não terá mais uma vez o seu QB Titular, Matt Hasselback. Por isso o Starter será Seneca Wallace o que por si só já favorece, e muito, o Miami, mas não custa lembrar que nem só de um QB Top é feito um time de NFL;
  • A defesa é forte o suficiente para tentar impedir o estabelicimento do jogo corrido por parte do Dolphins, e todos sabemos que sem às corridas, sempre é mais arriscado vencer os jogos, pois será necessário o jogo aéreo o que pode levar às indesejáveis Ints. Por isso Ronnie Brown e Ricky Williams terão que aparecer bem, juntamente com o OL;
  • O Miami tem um dos mais quentes QBs da Liga e ele está se mostrando um jogador decisivo. Se tive ajuda dos WRs/TEs poderá pela primeira vez em sua carreira, conseguir 5 jogos acima da casa das 200 jardas. Que assim seja;
  • Nosso Front Seven terá que rugir diante da OL do Hawks. Mike Holmigren deve ter preparado algo para evitar ( ou ao menos tentar ) Porter e seus sacks, mas a DL e os LBs do Miami não se resumem à Porter. Temos Langford, Merling, Holliday, Fergunson, Starks, Roth, Crowder... sacks, pressão e TFL serão importantes para inibir o ataque do Seahawks, e fazer com que eles tenham bastantes 3rd for long, forçando Wallace a tentar o passe;
  • E com os passes forçados, caberá a nossa secundária - que reconheço tem melhorado - defleti-los e/ou interceptá-los. Eles bem que poderão fazer isso.
  • E o nosso ST, ruim até agora, ser ao menos decente. Quase levavam outro TD no Colorado. Assim não dá, Sparano.
Espero que o time inteiro possa fazer uma boa apresentação, pois o jog será duro, pois enfrentaremos uma grande equipe, com grandes jogadores que querem mostrar valor e respeitar essa tradicional equipe. Por isso, cabe aos nossos jogadores, ter mais do que eles... Que assim seja...

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Semana 10 vs Seattle Seahawks

Vitória contra o Denver Broncos fora de casa e permitindo que o adversário tenha corrido apenas 14 jardas e com a nossa secundária conseguindo 3 Interceptações. Algo sem dúvida, inacreditável...

O Seattle Seahawks, time que antes do começo da temporada era por muitos considerado como um dos candidatos à final da NFC, foi ceifado na temporada por uma série de contusões. No começo do ano, eu diria que o Hawks venceria. Agora eu digo que nós venceremos. Mas perder não é o fim do mundo, pois a defesa deles é forte e não teve tantas baixas quanto o ataque...

O Oakland Raiders, time para o qual perdemos ano passado, em grande atuação de Daunte Culpepper, que havia sido cortado do Miami meses antes, talvez a única boa decisão do GDBAT... Agora, na situação em que os times se encontram, uma derrota seria terrível. Para o Miami é claro...

4-4. Esta campanha é melhor desde 2005. Temos chances de PS desde 2005. Será que igual 2005 ficaremos fora da PS? Talvez, mas se vencermos o Seahawks estaremos com saldo e podemos até terminar a rodada na vice-liderança da divisão...

Mid-Season Awards

  • MVP Ofensivo: Chad Pennington - Em um time que praticamente só teve dois QBs desde a fundação até o início deste novo século ( Bob Griese e Dan Marino ) ter que conviver com figuras nefastas como Harrington, Fiedler, Feely, Beck, Lemon e com veterenos decadentes como Culpepper e Green é um alento enorme termos um dos líderes em jardas na temporada e em aproveitamento nos passes. Se o Miami está com 4-4 até aqui, muito deve-se creditar na conta da chegada de Chad-Pennington, que havia sido cortado do nosso rival com a chegada do "mito" Brett Favre. Chad-P é o motor da recuperação do Miami neste ano. - Menções honrosas: Ronnie Brown, Ricky Williams e Greg Camarillo.
  • MVP Defensivo: Joey Porter - Quando assinou com o Miami na off-season de 2007, a idéia era ter uma super defesa com o trio Porter/Taylor/Thomas. Só que 2007 foi do jeito que foi e os HOFs saíram do Miami ( Thomas cortado e Taylor trocado ) e Porter chegou a cheirar a Bust. Só que 2008 veio, com a defesa 3-4 e Porter está detonando, até aqui é o líder em sacks na temporada ( 11,5 ) e um dos jogadores mais temidos pelos QBs adversários, vide Matt Cassell. - Menções honrosas: Jason Fergunson, Channing Crowder e Akyn Aiodele.
  • Rookie: Kendall Langford - Não irei criar categoria ataque e defesa, pois ofensivamente são apenas três os rookies que ainda estão no time: Chad Henne praticamente nem jogou, Donald Thomas se machucou na primeira partida e está fora da temporada e Jake Long está tendo problemas de adaptação mesmo que já tenha mostrado valor. Por isso a minha escolha é para o DE de 3° round ( 5° pick ) da Universidade de Hampton, que está mandando bem na DL, sendo Starter da mesma. Por isso ele é o MVP entre os Rookies neste meio de temporada. - Menções honrosas: Phillip Merling, Jake Long e Shawn Murphy

Resultado da enquete: Estamos 2-2 na temporada, mas como terminaremos?

12-4 Com Post-Season!! 4 (15%)
10-6 Wild Card é ótimo 9 (34%)
8-8 Bem melhor que 2007 5 (19%)
6-10 Nada mal 3 (11%)
5-11 ou menos. E tá bom 5 (19%)

De um modo geral temos uma divisão: 13 pessoas acreditam em Post-Season e outras 13 não acreditam nisso. No entanto o mais interessante é que 18 de 26 votos foram para uma temporada zerada ou acima... como estamos com 4-4 e com um final de temporada, teoricamente, mais simples do que o que já passou, realmente é o mais provável...

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

O caminho para o paraíso é...

Um tanto quanto surpreendentemente aberto. Senão vejamos a classificação atual da AFC Leste:



Neste contexto o Miami é o quarto - posição que infelizmente mais ocupamos nas últimas três temporadas - mas apenas à uma vitória do Patriots. Nas próximas duas partidas jogaremos em casa contra Hawks e Raiders - onde temos plenas condições de vencermos - e na sequência dois jogos dentro da divisão: Bills ( em Toronto ) e o Patriots em casa.

Não quero ser super otimista e dizer que iremos vencer os quatro jogos, mas também não seria o fim do mundo um 4-0 neste 3° quarto de temporada. Sobretudo porque os outros times irão se enfrentar e poderão tirar vantagem uns dos outros.

Nestas 4 próximas partidas residem nossas chances de sonhar - bem acordado diga-se de passagem - com uma "outrora inimaginável" para o Post- Season...

domingo, 2 de novembro de 2008

Uma vitória com vários significados...

O principal é que desde 2005 que o Miami não ficava zerado em uma temporada, a não ser antes de a mesma começar. Depois porque vencemos fora de casa um time de fora da divisão, o que não acontecia desde o dia 23 de Novembro de 2006, quando derrotamos o Detroit Lions e terceiro pois agora estamos dentro da briga pela Divisão ( no momento em que escrevo o Pats está perdendo pro Colts por 7x6 no intervalo, o que deixa nossos três rivais com 5-3 de campanha ). Mas vamos às fotos da importantíssima vitória do Miami no Colorado:

Secundária marcando TD? Pois é, hoje foi assim e teve mais duas outras Ints em Jay Cutler... Parabéns à todos os membros, que conseguiram se superar. Na foto, Will Allen correndo pra marcar o primeiro TD de Retorno de Interceptação este ano...

Outro ângulo da Interceptação e o começo do retorno pra TD...

Quando foi chamado, Dan Carpenter correspondeu. Chutou 4 FGs e é co-líder em pontuação na rodada. Nada mal para um UDFA...

Ha, como é bom ter um Técnico de verdade e com capacidade. Ele ousou - pra mim até demais - em uma tentativa de conversão de 4ª descida no fim da partida, quando o placar era 19x17. Mas ele tem o time nas mãos, e o time corresponde ao seu comando. Se ele tivesse vindo um ano antes...

Meu ídolo neste time, Channing Crowder não teve uma atuação destacada, mas ele cumpre bem o seu papel: de ser um dos esteios dessa defesa. O outro esteio, Porter, conseguiu mais um sack, e já tem 11,5 na temporada...

Comemora Ronnie Brown. Mais um TD corrido, o oitavo até aqui... fundamental anotação no momento crucial da partida, com o placar em 19x17

Hoje ele foi mais discreto, voltando ao seu patamar normal. Não que isso seja ruim de todo, mas é que sempre se espera mais dele. Que seja contra o Seahawks o seu primeiro TD na temporada...

Como é prazeroso poder dizer: "temos um QB ótimo...". Obrigado Brett Favre, eu não me canso de falar...

O jogo corrido do Broncos praticamente não funcionou... e nos passes, às 3 Ints foram cruciais... ( correção: "praticamente não funcionou" foi gentileza minha, afinal foram apenas 14 jardas no jogo inteiro, uma das piores marcas da história da Liga. No caso do Denver é claro... )

Felizes o Phináticos?? Coisas da era Bill Parcells...
Trent Edwards era um dos grandes QBs da Liga em 2008. Cutler era outro destaque. Os dois perderam pro Miami, ambos comentendo erros, alguns até mesmo grosseiros... E tomar 3 Ints da Secundária do Miami, é realmente pra ficar com cara de pastel...

União. Esse é um dos segredos do time. Com isso o time está com 4-4, o que parecia inatingível ao início da temporada.

Viva o Miami Dolphins, um gigante há muito adomercido que começa a querer volta para o seu lugar de direito. Post-Season não é impossível ( o mais provável é em 2009, é claro ). Mas por enquanto, parabéns pela belíssima vitória de hoje...

Dolphins 26 x 17 Broncos

Miami venceu e com uma atuação decente dos membros da Secundária. Chad Pennington foi bem, quase 300jds, mas sem TD e com uma Int. Mais tarde posto as impressões e fotos da partida...

Comparação entre Ataques e Defesas - Dolphins x Broncos


Opiniôes: 
  • Confronto Ataque x Ataque: Favorável ao Broncos, pois é o 2° melhor da Liga, embora o Miami esteja em 9°, a vantagem é grande pró-Denver em termos jardas, quase 32 jardas a mais por jogo.
  • Confronto Defesa x Defesa: O Broncos tem um desempenho melhor contra o passe ( 28ª no geral ) do que contra às corridas ( 30ª no geral ). O Miami surpreende ao aparecer 25° contra o passe e na 15° posição contra às corridas, sendo a 20ª defesa da Liga inteira. Em tese, levamos vantagem.
  • Resumo da ópera: eles tem um ataque melhor que o nosso e a nossa defesa é melhor que a deles. Por isso o confronto se decidirá no combate entre o que os times tem de mais frágil: o ataque do Miami contra a defesa do Broncos. Se Chad-P e cia conseguirem se impor, venceremos. Que assim seja...