quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Pensando na Pick 12 - Parte 1: Offensive Tackle

Nosso atual Left Tackle veio do Estado de Michigan. Que tal substitui-lo por outro atleta vindo do mesmo estado?

Temos muitas necessidades, imensas eu diria. De Wide Receivers com, ao menos, potencial para serem Tops, passando por Deffensive Backs de qualidade, indo a Tight Ends, Deffensive Linemen e indo até a melhores Linebackers. Qualquer atleta de grande qualidade nessas posições poderá aparecer em nossa pick do Draft. Mas estas posições também podem ser cobertas via Free Agency ou nos demais rounds. Hoje abro uma série, tentando prever o que vai acontecer no primeiro round, e a posição escolhida é - para muitos - uma das principais de toda a NFL: Left Tackle.

Tivemos a grata experiência de termos por 3 anos um dos três melhores LT da NFL ( em 2010 ele foi simplesmente o melhor ): Jake Long. A primeira escolha geral no draft de 2008 correspondeu a todas as expectativas nele depositadas, jogando o fino da bola, pena que não teve um QB para proteger. Ao fim da temporada de 2010 ( sua melhor ) ele sofreu uma contusão e começou a decair e em 2011 sofreu uma terrível contusão ( ACL ), fez duas cirurgias e não foi nem sombra do jogador que um dia fora. Claro e evidente que isso acontece, é claro e Long não foi o primeiro e nem será o único, infelizmente a ter sua carreira abreviada em termos de qualidade por uma contusão.

Agora temos uma realidade: renovar ou não com Jake Long? Tudo depende dessa decisão e eu particularmente só renovaria com Long caso ele aceitasse um Salário por Produtividade e mesmo assim não sei se compensaria. Por isso o jogador da foto está aqui: Eric Fischer de Central Michigan. Jake Long veio da Universidade Michigan, porque não draftar um outro OT do mesmo estado?

Claro e evidente que a Universidade de Fischer nem se compara a de Long ( e Henne também, é bom lembrar ), mas ele tem força, talento e qualidades suficientes para ser um jogador do mesmo patamar de Long. Se vai sê-lo na NFL é outra historia. Os dois melhores valores pro Draft já terão saído a essa altura ( Lucas Joeckle - Texas A&M - e Taylor Newman - Michigan - este considerado o novo Long ) e escolher Fischer faz sentido. Se iremos fazê-lo são outros 500...

3 comentários:

Derek Szabó disse...

Opinião minha: chega de gastar 1st round pick com OL.

Flávio Vieira disse...

eu até concordo, mas é algo que pode virar realidade.

Thiago Torres disse...

Podemos até pegar um OT na fisrt pick mas tudo dependerá da ja discutida permanencia de Jake Long na equipe, se isso ocorrer, não precisamos gasta-la, podemos pegar um OT até q bom num 2º round(quem sabe não temos um achado como foi o Martin, apesar de não ter ido muito bem). Se for pra pegar um OT prefiria o Taylor Lewan, mas como foi dito no tópico já teria saido tá a nossa escolha.