quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Black Thursday?

A imagem da chegada de Stephen Ross em Davis, Flórida.
Stephen Ross é um dos donos de time mais abnegados a fazer de sua franquia vencedora. Ele tem tentado, sejamos justos. Mas terá sido da maneira correta? Ai, para igualmente sermos justos, a resposta é não. Mas uma coisa é inegável: ele quer ver este time vencendo.

Ir atrás de Jim Harbaugh antes de demitir Tony Sparano foi apenas o maior dos seus erros, mas ele tentou. Fez algo, deu passos no sentido de tentar acertar. Dois anos atrás tentou contratar Jeff Fisher, recém demitido do Titans, mas não deu certo e ele assinou com o Rams. Ai foi atrás da segunda opção: o Coordenador Ofensivo dos Packers, um tal de Joseph Philbin. O contratou. Aconteceu que fez um contrato que eu jamais assinaria com alguém: Philbin, e somente ele, tem o poder de demitir os Coordenadores.

Esta clausula, sinceramente, é um erro grave. justamente porque agora Philbin agarra-se a ela para manter o seu Staff. E nem vou entrar no mérito se ele fizeram ou não um bom trabalho, se poderão ou não melhorarem pra 2014. Eu quero demonstrar como é o Miami Dolphins hoje em dia: uma piada. Nenhum outro Coach da NFL deve ter isso no seu contrato, imagino eu. Talvez nem Bill Belichik. Mas o Coach do Dolphins tem, sem nunca ter sido nada na vida, pois nem chamar as jogadas do Packers ele fazia. Quem fazia isso era Mike McCarthy, o Head Coach. Mas ele é quem decide quando, e se, os Coordenadores vão ser ou não demitidos.

Isso é surreal. Eu acho isso um absurdo. Pois bem, Stepehen Ross está reunido agora com Philbin, Ireland e assessores. Tudo pode acontecer, inclusive nada. E isso, em se tratando de Miami, não quer dizer nada...

Nenhum comentário: