segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Pílulas do dia seguinte: Vencer é bom, mas dá para confiar?

ah, se ele jogasse assim toda partida, como fez no primeiro tempo ontem...
Não tem jeito, não dá para esquecer que o atropelamento de ontem foi contra o Raiders. Não dá... Eu coloco Raiders e Bills em patamares parecidos, embora a defesa do segundo seja melhor. Portanto, o time que fez o que fez ontem com o Raiders, deveria ter vencido o Bills. Mas todos vimos como o time foi uma droga diante do rival de divisão. E ao contrário do Raiders, ainda iremos encontrar o Buffalo outra vez, e dado o ( péssimo ) história recente... O The Phinsider listou 5 observações sobre a vitória de ontem. Eu irei citá-la aqui, dando meu olhar sobre elas:

Era uma partida para se vencer. E o time o fez - Não tem como pensar diferente. Perder para o Raiders ( a última foi em 2007, em Miami na última atuação decente da carreira de Danta Culpepper ) seria o fundo do poço. O time de preto e cinza seria rebaixado, caso isso fosse possível. E nós ainda estamos uma estágio acima disso. Não sei até quando, mas ainda estamos. Claro que sair atrás e responder com um FG não foi a melhor abertura, mas depois o time marcou mais 5 TDs sem resposta... mas o começo, deu um certo susto...

O ataque moveu-se com mais rapidez e consistência. Ok, foi contra o Raiders. Mas se o time portar-se assim diante de equipes mais fortes, pode conseguir bons resultados. Não queremos - e sabemos não ter - um super ataque, mas executar passes curtos entremeados por boas corridas dá para fazer e o time mostrou isso ontem. Foi ágil e eficaz. confundindo a defesa adversária. Ok, contra times mais fortes isso não será fácil, mas temos que tentar. Nas partidas anteriores, nem isso fizemos. Portanto é algo animador.

Tannehil teve uma grande partida. Em termos né? Eu mesmo me assustei com ele no primeiro tempo: 17/19, 202 jds, 2 Tds e 0 Int. Mas ai eu volto a dizer: foi contra o Raiders. E sabem contra quem ele também tivera uma grande partida assim? O Jaguars. Teve, é claro, a partida contra o Patriots ano passado, mas me parece um ponto fora da curva... mas ele foi bem ontem. Seguro, firme e decidido. Correu algumas vezes, soltou screen pass, play actions e até duas ou três bombas... foi bem. Mas foi contra o Raiders, portanto devagar com o andor... até para, se ele for outra vez mediano, não caiam criticas sobre ele, certo? Curiosamente, Matt Moore spo participou da partida em chamado "tempo de lixo", onde ninguém mais quer nada com a partida. A não ser evitar contusões...

A defesa foi firme e capitalizou com os erros. Bom, a nossa secundária tinha zero interceptações. Ontem conseguiu 3. Pois é, nada como encarar o Raiders... tá, eu sei que é chato ficar lembrando isso em todo parágrafo, mas lembrar que a defesa não fizera isso. Até fumble retornado para TD teve ontem. Mas sim, a defesa não tem nada a ver com a fraqueza do rival e surrou o ataque depois do primeiro drive deles, que terminou em TD. Foram 38 pontos seguidos do nosso ataque sem que o deles aparecesse. E quando apareceu, nossos titulares estavam sendo sabiamente poupados...

A Bye Week chega em boa hora. Sempre é bom uma pausa. Se ela vem com vitória, vira o melhor dos mundos. Serão mais de 10 dias de treinos para melhorar o que está dando certo e tentar recuperar o que não vem dando. Claro que existem problemas que independem apenas de mais treino. Fato. Mas dá para diminuir os impactos deles com repetições. E chegar descansado para a próxima partida.

Nenhum comentário: