segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Week 15: Dolphins 13 x 41 Patriots - Perder, perder, perder... esse é o nosso ideal!!!

Resumo da partida: a defesa quase chegou no Brady...
Antes de mais nada alguns esclarecimentos:
  • Não teve post ontem porque eu estava no meio de uma crise de pressão arterial. Culpa de um creme de galinha que comi no almoço. E, digamos assim, assisti a partida na base do sacrifício;
  • Sim, o título do post é uma paródia do Hino do Atlético Mineiro;
  • Sim todos esperavam uma derrota, mas queríamos ao menos  dignidade nisso. O que passou longe de acontecer.
Feito este preâmbulo, vamos ao que interessa: não fomos eliminados ontem dos playoffs. Vencer o Patriots fora de casa é algo impossível para um time de derrotados. Sim, de derrotados. É o que, na realidade, o Miami Dolphins atual o é. Um time derrotado, um time loser como dizem nos EUA. Esta é a dura e inequívoca realidade do time que amamos. 

Mais uma vez o time teve chances de sair vencendo no primeiro tempo. Além dos 13 pontos que marcamos, teve um Field Goal bloqueado que foi retornado para Touchdown. Fazendo uma conta bem simples, deveriam ser mais 3 pontos e chegamos aos 16. Nem vou deduzir os 7 do Pats porque o ataque deles poderia fazê-los facilmente. Teve a interceptação idiota do nosso "amado" QB, num passe que nunca esteve ao alcance de Brandon Gibson. Seriam, ao menos, mais 3 pontos e chegamos aos 19. Por fim, teve o drop inexplicável de Damian Williams na End Zone que virou Field Goal. Agora seriam mais 4 pontos e a soma vai chega a 23. Fomos para o vestiário perdendo por 1 ( 14x13 ). Contra uma grande equipe como o New England Patriots não se pode errar tanto...

Antes de passarmos para o pior, falemos do melhor: Joe Philbin diversas vezes em sua gestão ( que para mim já deu o que tinha para dar ) simplesmente negligenciou o tempo no fim do segundo quarto ( e até no fim da partida ), mas ontem eu tomei um choque ao vê-lo pedir tempos quando o Pats recuperou a bola faltando menos de um minuto. A pergunta, óbvia era: ele está pensando em marcar outro TD? Com este ataque horrível que temos? Pois é... o time recebeu a bola, Landy - para mim o melhor jogador em campo e quiçá na temporada - retornou a bola para além do meio campo e... bom, Tannehill mandou o fogo na bomba para Mike Wallace e sabe-se lá como ele acertou o passe e mais impressionante ainda o nosso WR #1 segurou a bola. Touchdown eu gritei ( para me arrepender, pois a cabeça quase explodiu de tanta dor ), mas as zebras não deram. Pensei em gritar de novo, mas a dor me impeliu. Até que na revisão, voltaram atrás e o TD foi marcado. Era a esperança de fazer algo no segundo tempo. Mas isso aqui é Miami...

No segundo tempo, o time ficou no vestiário. Talvez comemorando o sucesso das decisões de Philbin e cia. Talvez pensando que a partida estava ganha. Vai saber... a defesa tomou corrida de 15 jardas de Tom Brady!!! Gronkwoski deitou e rolou e Ryan Tanehhil... bom, este foi ele mesmo. O placar do segundo tempo diz tudo: 27x0, com direito a 24x0 no terceiro quarto. Uma surra dolorida e que o time não teve competência para nem marcar um Field Goal para tirar o zero no terceiro quarto. Não vou citar o quarto final, porque o time tentou tantas 4ª descidas apareceram. Patético, sem dúvida.

E ai apareceu um dado cruel: o Bills venceu o Packers ( aquele time contra quem o ataque não conseguiu matar partida, lembram ) e o nosso rival está agora com 8-6, com chances consideráveis de post-season. Poderia acontecer algo pior do que isso?

Perdemos. E esse, ao que parece, é o nosso ideal. Lamentavelmente.

Nenhum comentário: