domingo, 26 de julho de 2015

Quarta-Feira é o primeiro dia da Temporada 2015

Quarta-Feira é momento de sonharmos, mais uma vez, com uma temporada vencedora...
Toda Trainning Camp é a mesma coisa: todas as 32 franquias, em tese, partem do mesmo ponto. Todos os seus fãs podem sonhar com uma ida ao Super Bowl e todas podem pensar em vencer mais partidas do que perder. Tudo isso, é claro, em tese.

Desde 2008 que nós não conseguimos, sequer, vencer mais partidas do que perder. E olhem que isso esteve bem acessível nos 3 anos anteriores com Philbin e Tannehill: em todos os anos o time poderia ter conseguido e faltando duas ou três partidas para o final da temporada bastaria vencer rivais de divisão e... bom, todos sabem o que ( não ) aconteceu... Enfim, todos sabem do que estou falando.

Quarta-Feira nós vamos o pontapé  mais uma vez. A quarta com o atual técnico e QB. Que juntos tem 23 vitórias em 25 jogos, uma marca pífia, com certeza. Mas que por alguma razão desconhecida, ainda permanecem onde não deveriam mais estar. Mas isso agora, nem vem mais ao caso. Mais uma vez podemos nos permitir a esperança de sonhar com uma temporada melhor do que a anterior, mesmo que ela ao fim não venha.

Ontem o Miami dispensou o QB Josh Freeman, o qual ninguém entendeu porque fora contratado. Além disso temos duas outras questões de volta de jogadores: Branden Albert e DeVante Parker, o nosso escolhido no primeiro round. Segundo relatos, os dois devem estar aptos para jogar na primeira partida, mas a questão é outra: estarão eles jogando perto do máximo na abertura da temporada? Se não, nem preciso dizer como isso seria terrível. Até porque Parker é tido como a esperança para que Tannehill enfim possa render como alguns esperam que ele possa render um dia. Já com o Albert o problema seria bem pior, pois o nível da proteçao à Tannehill decairia consideravelmente.

Outro problema é quem serão os Guards Starters e para isso temos 3 nomes: Blly Turner, Dallas Thomas e o rookie Jamil Douglas. Os dois primeiros decepcionam até aqui e o último, bom ele foi um reach típico de Miami, mas que torço que possa dar certo e salve a posição. Contudo, poderíamos estar melhor servidos caso a direçao tivesse agido melhor no mercado.

A chave desta TC é ver como ficarão os LBs e os WRs. O primeiro setor porque perdeu Starter e nem no draft trouxe reforços e o segundo porque foi refeito totalmente ( exceção a Jarvis Landry ).

Ah sim, a Universidade Harvard fez um estudo e apontou o Miami como campeão da AFC e disputando o Super Bowl contra o Seahawks. Alguém ai consegue acreditar nisso? Se conseguir, é bom procurar um psiquiatra urgentemente.

Nenhum comentário: