sábado, 11 de abril de 2015

Até que enfim uma coisa boa em 2015: Mike Pouncey renovou seu contrato

Em Miami desde 2011, ele agora é o Center mais bem pago da NFL...
Times campeões são formados via Draft. A máxima da NFL não falha. Busquem pelos últimos campeões do Super Bowl ( e também entre os que perderam a grande partida também ) e me aponte um time sequer formado basicamente via Free Agency. Forçando a barra, alguém poderá citar o Broncos e o Cardinals dentre os últimos 20 times que foram ao grande jogos ( alguns mais de uma vez ). E mesmo o Cardinals, que tinha o QB advindo da FA tinha valores em excesso escolhido no Draft. O Broncos um pouco menos, mas destaques daquela equipes também estavam no time a tempos...

Jake Long, Kendall Langford, Jared Odrick, Vontae Davis ( trocado ) e Sean Smith são alguns dos jogadores que escolhemos nas 3 primeiras rodadas e que tiveram destaque com nossa camisa e que, simplesmente, deixamos sair sem sequer oferecermos extensões contratuais. O draft nao é uma ciencia exata e muitas vezes é preciso insistir no atleta para que ele possa render. Algumas vezes, é certo isso, o sistema em que o atleta atua não é o melhor para ele, outras vezes apenas é um bust mesmo, mas é preciso tempo para que um atleta possa render. 

Alguns podem pegar o que eu disse acima e usarem contra a minha pessoa no caso de Ryan Tannehill. E eu responderei: o caso é muito diferente. Primeiro porque quando se escolhe um QB espera-se, com certeza, que ele mude o nível do time ( o que não aconteceu ). Segundo porque QBs são os atletas mais bem pagos por algum motivo. E terceiro que, está claro para quem quiser ver que nem em 200 anos ele será um QB de elite. Mas nem só de jogadores de elite vivem os times, vezes por outra precisamos de jogadores de grupo, que podem formar um grande setor mesmo sem ser um All-Star. E todos os citados no segundo parágrafo entram nesta situaçao. Long inclusive, foi All-Star atuando em Miami. Adiante.

Desde 2008, apenas um jogador de primeira rodada do Miami, fora Jake Long, foi ao Pro-Bowl. E duas vezes. Seu nome? Mike Pouncey. Escolhido na posiçao de nº 15 em 2011, Pouncey tem sido ( e vai seguir sendo por muito tempo ) o melhor jogador de ataque do time, fora o Punter Brandon Fields. E quando o seu melhor jogador é o Center... pois é. Ao menos no caso dele, que é um legítimo All-Star, o time resolveu manter seu talento na equipe, assinando uma extensão contratual.

Segundo o Site Pro Football Focus, o acordo de 5 anos num total de US$ 52,5 milhões ( US$ 22 milhões garantidos ). Assim ele torna-se o Center mais bem pago da NFL. Merecido, ele é com certeza um dos 3 melhores e será pago como tal. Como ficaremos com Cap pro ano que vem? Ai é outro papo, mas depois dos quase 30 milhoes certos do contrato de Suh, nao seria alguns outros milhoes que seriam problema.

A certeza é que estabilidade é uma certeza na NFL. Quanto mais tempo manter juntos grandes jogadores e jogadores com qualidade mais forte será a equipe. E até aqui, a única boa notícia desta Free Agency - acreditem - é esta, mais de uma após a abertura do mercado. E isso, claro, dá uma ideia do quao boa será a temporada...

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Calendário da Pré-Temporada foi divulgado

Não serve para nada, mas a Pre-Season está definida...
Foi divulgada ontem contra quem iremos jogar as 4 partidas, inúteis, de pré-temporada. Caso alguém curta, estes são os times, datas e locais das partidas.