terça-feira, 31 de outubro de 2017

Carta Aberta ao Miami Dolphins, seu proprietário, seu GM e seu Head Coach

O passado seguirá cada dia mais distante...
Eu amo o Miami Dolphins desde muito tempo. Em algum momento dos anos 80, por interferência do saudoso Luciano do Valle, eu virei torcedor do Miami Dolphins. Mas não foi a esta franquia desorganizada e derrotada que eu me apaixonei. Saúdo demais os que foram arrebatados por esta zona que é os Dolphins desde o fim dos anos 90. Os senhores da foto que ilustram este post, todos tem 80 anos ou mais e estão próximos de morrerem sem ver o time que tornaram famosos voltar a vencer um Super Bowl.

Eu amo o Miami Dolphins. Sofro demais com ele. Toda vez que tomamos uma surra eu fico ensandecido, tresloucado até. Eu amo este time tanto quanto amo o Santos Futebol Clube, meu time no que vocês chamam de Soccer. Amo tanto amo o LA Lakers, o NY Rangers, o NY Yankees e o LA Galaxy. Amo mais, se vocês quiserem saber. Porque para o glorioso Miami Dolphins eu criei este blog. Só dos Dolphins já comprei camisa um dia. Só dos Dolphins eu fico fora de mim quando somos surrados.

Sobrevivi às péssimas escolhas, sobrevivi ao Monday Night Miracle ( sabe-se lá como ), sobrevivi às trades insanas, sobrevivi a TGJ, a Pat White... estou sobrevivendo à Ryan Tannehill. Mas senhores Adam Gase, Stephen Ross, Mike Tannenbaum e Chris Grier não sei se sobreviverei ao que vocês estão fazendo agora. Esta Trade de Jay Ajayi por uma escolha de 4º round beira a loucura. E na verdade, o é. Como vocês podem ter feito isso, após o time tomar 40 pontos sem marcar nenhum dos Ravens, na quinta passada? De teremos tomado de zero também contra os Saints? De teremos perdido para o então zerado NY Jets? Vocês querem mesmo acabar com a franquia?

Parem com isso. Façam coisas decentes, sensatas e aceitáveis. Doar um dos melhores RB por nada é idiotice. Nada do que ele possa ter feito justifica doá-lo por nada. E nós, torcedores, não merecemos isso. O que vocês estão nos pedindo é que aguentemos uma nova reconstrução, que não vai dar em nada como as outras que foram feitas desde que Dan Marino se aposentou? É isso que vocês querem que passemos outra vez? Depois vocês ainda não entendem porque o Estádio não lota. Como seria possível lotar um estádio cometendo erros absurdos como este de hoje? Quem é sádico o suficiente para ir semana após semana, ano após ano ao estádio ver um time ruim, mal comandado e mal montado? Haja vontade de sofrer...

Salvem o nosso Dolphins, porque nós o queremos grande. Nós o queremos vencedor. Nós o queremos ganhando outro Lombardi. Não sendo a piada da NFL. Sorte nossa que existe - com todo o respeito aos seus torcedores - um Cleveland Browns, que consegue pior do que nós, mas isso não me serve de consolo. Respeitem esta camisa, que um dia envergou varal. E se não forem capazes de fazer isso, que saíam. O quanto antes...

Porque eu estou cansando de perder. E muitos outros também o estão. E podem largar o time se vocês seguirem sendo tão trapalhões como estão sendo. E isso cansa... 

Um comentário:

Guilherme Mitre disse...

Compactuo de suas palavras, Flavio. Essa trade do Jay Ajayi beira a sacanagem, o boicote mesmo... Não há lógica... Amo os Dolphins tanto ou mais quanto amo o meu Galo, e como torcedor que acompanha e segue os jogos desde 2001 (portanto, 16 anos), digo que já vi demais...
Vi os Bengals serem piada, fechando ano após ano com duas ou três vitórias, vi o mesmo com os Cardinals, Jaguars, Bills e tantos outros... Todos esses times se reinventaram, seja com bons drafts, bons QBs, boas offseasons, bons técnicos. Os Dolphins, OK, nunca foram os Browns, mas também nunca saíram da linha da mediocridade de lá pra cá. QBs medíocres (Jay Fiedler, Cleo Lemon...), técnicos terríveis (Dave Wannstedt, Joe Philbin), drafts lamentáveis (Pat White, Jonathan Martin). Sempre serei Dolphins, mas temo me tornar um torcedor medíocre, digno dessa franquia.