domingo, 12 de novembro de 2017

Prêmios de Meio de Temporada...

Cameron Wake é sempre uma aposta segura...
A temporada está na metade. Estamos exatamente com .500 de aproveitamento com 4-4. E os problemas do time atual parecem nem terem sido atualizados: OL, QB, RB, LBs e DBs... escapam apenas a DL e os WRs, exatamente como na temporada anterior. Portanto, tirar ganhadores de prêmios sempre é complicado, mas sabem como é temos que nos esforçar e retirar os melhores dentre as perebas que infestam o time.

Assim sendo, vamos aos nomes dos que para mim, são os melhores e até mesmo os piores que mereceram os prêmios:
  • MVP - Cameron Wake. Wakezilla é o cara deste time. Aos 35 anos ele segue como um dos destaques do time e também da NFL. Sempre doa-se 100% em cada Snap e luta até o fim da partida, pouco importando o placar. Pena que está envelhecendo e deve ficar sem um anel de campeão. A menos que troque de time, mas sua dedicação aos Dolphins é inquestionável;
  • MVP Ofensivo - Jarvis Landry e DeVante Parker. Os dois são o ponto fora da curva em drafts na história do Miami Dolphins. São bons demais para terem sido escolhidos por nós. O primeiro - sem QB que preste - quebrou o recorde de mais recepções nas primeiras 4 temporadas da história da NFL. O segundo tem feito das suas e realiza catches miraculosas. Merecem o prêmio. Infelizmente por falta de concorrência;
  • MVP Defensivo - Reshad Jones e Ndamukong Suh. Cameron Wake é o melhor do time, por isso tem que ter alguém na defesa, certo? Acontece que temos 2 jogando muito bem em Jones e Suh. São destaques de seus setores, tem produzido muito bem e destoam da mesmice que é a defesa dos Dolphins. Jones é o melhor membro de uma secundária sofrível e Suh é o esteio da DL ao lado de Wake. Não para discordar...;
  • Surpresa - Cordrea Tankersley. O rookie de Clemson tem sim feito das suas. Atua sem apoio no setor e por isso fazer as coisas bem feitas ganha projeção. Tem cometido erros naturais de um rookie, mas já é bem melhor que seu colega de posição Xavien Howard. Outra vez pela tenho que apontar o fato de a concorrência não é alta. Infelizmente;
  • Decepção - Mike Pouncey. Eu fiquei na dúvida se colocaria Xavien Howard aqui também ou se colocava Adam Gase aqui. Mas decepção é um sentimento relativo a alguém de quem esperamos muito, porque ele tem muito a dar. E neste categoria só o Center se enquadra. É decepcionante a temporada dele até aqui;
  • Troféu Abacaxi - Byron Maxwell. Conseguiu ser pior do que Xavien Howard. Precisa mais?
E ai, gostou? Concorda? Discorda de algum prêmio? Faltou alguém? Poste sua lista ai nos comentários.

Nenhum comentário: