quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Meio de Temporada - Prêmios

O Miami completou a metade de sua temporada com um recorde de 3-5 e um tanto quanto distante de uma vaga na pós-temporada. Para sonhar com uma vaga é necessário que vençamos ao menos 7 dos 8 jogos restantes, algo pouco provável. Irei colocar uma lista com 3 nomes no ataque e na defesa e abrir votações para que vocês possam eleger os MVPs da meia-temporada.

Ataque:
  • # 23 Ronnie Brown, RB - 135 corridas / 566 jardas ( 4,2 avg ) / 7 TDs. É quase impossível falar de Wild Cat sem lembrar de Ronnie Brown, que é o "Mister Wild Cat". Ele criou uma nova dimensão para a posição de RB: corre, recebe e agora passa. Este ano tem até TD passado ( conseguido contra o Pats domingo passado ), mas é preciso dizer, vem decaindo nas últimas partidas. Contra Saints, Jets e Pats tem somadas apenas 123 jardas e só um TD corrido. Espero que contra o Buccs ele possa voltar ao ritmo do ínicio do ano. Em todo caso, seus números estão melhores do que os de 2008.
  • #34 Ricky Williams, RB - 85 corridas / 456 jardas ( 5,4 avg ) / 6 TDs. A se ele fosse 10 anos mais jovem!!! Mas não é, e podemos estar provavelmente a sua última grande temporada, algo que servirá - com certeza - para dignificar um pouco mais a sua super-conturbada carreira. Está no caminho das 1000 jardas e poderá conseguir romper a barreira dos 10 TDs, algo raro para um jogador com sua idade ( 32 ). Merece destaque pela sua regularidade, melhor do que a de Ronnie Brown, mesmo que com números "piores". Sua grande vantagem é a ótima média de jardas por corridas.
  • # 07 Chad Henne, QB - 93-158 passes para 990 jardas / 4 TDs - 3 Ints / 77,8 Rating - É, este é um cara que está aprendendo na marra. Quando o seu xará machucou-se ele foi lançado no time e está, sejamos justos, tendo um desempenho interessante. Não é brilhante, mas está longe de ser um desastre. Mostrou-se forte na partida contra o Jets em casa, onde comandou a virada, duas vezes, no último quarto da partida. Precisa melhorar? Sim, precisa. Mas com a falta de qualidade dos WRs que dispõe, talvez não dê mesmo para ser melhor.

Defesa

  • #94 Randy Starks, DE - Uma das gratas surpresas da temporada. É Starter da Linha Defensiva desde o começo do ano e está dando conta do recado. Tem conseguido gerar pressão nos OLs adversários e por merece seu local aqui.
  • #51 Akin Ayodele, ILB - Veio para ser Starter e tem cumprido tal papel. Com a contusão de Crowder tem mantido o nível do setor, responsável por conter o jogo corrido do rival ( em 6 dos 8 jogos os rivais correram menos de 100 jardas ). Está dando o seu máximo e está ajudando o time.
  • #99 Jason Taylor, OLB - Para quem estava acabado e por uma meia dúzia de babacas era chamado de "Dançarino e ex-DE" a temporada dele está sendo ótima. Não está no nível do Taylor de 2006 - quando foi DPOY - mas está sendo muito útil para o time.

Especialistas:

  • #19 Ted Ginn Jr, WR - Ele fez apenas um jogo brilhante e um na média - contra o Pats - mas merece figurar aqui, nesta votação. Os seus dois TDs contra o Jets são épicos e históricos.
  • #05 Dan Carpenter, K - Ele até aqui errou apenas um chute em 12 tentados - e era um até fácil - mas tem sido um cluth kicker, aquele em que o time recorre sabendo que ele irá acertar. E ele é apenas um Sophomore. Acertou um chute de 52 jardas, tendo errado um de 46.
  • #02 Brandon Fields, P - Pois é, este era altamente criticado por aqui, mas ele está entre os 5 melhores Punter da Liga em 2009. Um dos motivos dos rivais terem sempre TDs longos deve-se a ele: seus punts tem deixado os adversários bem longe da nossa Red Zone.

Estes são os nomes. Votem...

Como anda o Miami - Week 10

Derrota para o NE Patriots, fora de casa. É o tipo de derrota nas qual não podemos ficar furiosos ou extramente tristes. O time enfrentou de igual para igual uma das melhores equipes da Liga e ficou vivo até faltarem 2:30 pro fim da partida. Assim é que se faz...

O Tampa Bay Buccanneers, que me derrubou no Survival, que venceu a primeira semana passada contra o Green Bay. Assim temos um rival com campanha pior que a nossa, onde a vitória, sendo dentro de casa, é uma obrigação. Mesmo o time sendo respeitável...

O Carolina Panthers, fora de casa. É um time de respeito, e que vem em uma temporada ruim, mas que começou a vencer. Portanto, se faz necessário respeito com as panteras da Carolina do Norte.

3-5. A temporada, acreditem, ainda não está perdida. Hoje estamos 3 jogos atrás do Patriots é verdade, mas eles pegam o Saints e o Colts e podem perder ambos. Se isso acontecer, ainda teremos outro jogo contra eles para tentar melar a AFC Leste...

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Pílulas do dia seguinte...

Como tenho feito nas últimas partidas, deixo pra segunda-feira uma análise de uma parte do jogo, normalmente onde o jogo foi decidido. A sequência das 3 fotos mostram bem o que foi o jogo, a despeito do placar final e de que digam que o Miami tenha sido "massacrado":

Esta imagem é anterior a próxima e mostra um incrédulo Bill Belichik com o drive de abertura do segundo tempo do Miami Dolphins. Se o jogo estivesse realmente fácil, ele faria tal cara??

Aqui o motivo da cara de "espanto" do BB: 16 jogadas para conseguir 66 jardas, levando mais de 10min e tendo convertido uma quarta descida e 4 tentativas de 3ª descidas. Neste momento o jogo pendia pro Miami Dolphins e isso era real, não invenção minha...

Mas ai, apareceram duas cruas realidades da NFL: a) Randy Moss é um dos 3 melhores WRs da Liga ( e ainda por cima tem um dos 3 melhores QBs a lançar para ele ); b) temos uma das piores defesas contra o passe da Liga.

No entanto o mesmo Davis que "falhou" ao deixar Moss marcar, foi o mesmo que fez uma interceptação incrível no começo do jogo. Mas este é o problema mor: não conseguem manter o nível a partida inteira. E um último adendo: não deixa-se Moss em marcação individual.

Nestes 1min e poucos o jogo se decidiu. Méritos pro Pats, que é melhor time. Mas que fique a lição: contra o Dolphins atual, é preciso que o máximo de seus dois melhores jogadores apareça. Algo que um dia, isso pode não acontecer...

E esta foto, na verdade screen do vídeo da partida ( assim como as outras ) traduz bem a diferença entre os times: enquanto o Patriots tem Randy Moss nós temos TGJ... que não consegue segurar este passe nas suas mãos... eu até que tento, mas fica díficil defender alguém que consegue dropar um passe que vem na sua mão e sem DB o pressionando desta vez...

domingo, 8 de novembro de 2009

Miami Dolphins 17 x 27 NE Patriots - O melhor time venceu...

Era previsto e perdemos para o Patriots. Lutamos e vendemos caro a derrota. Fez-se necessário que Tom Brady encontrasse Moss para um TD de 71 jardas e anotando ainda dois pontos ao invés do Extra Point. O time tentou responder, mas a falta de qualidade dos nossos Wide Receivers ( e talvez algumas falhas no Playbook ) é um entrave e tanto no ataque, assim como os Defensive Backs na defesa. Conseguimos pressionar os QBs adversários, mas quando mais precisamos pará-los eles, sempre, conseguem um TD ou conversão de terceira descida pra muitas jardas...

Perder era previsto, mas no geral fico feliz com o time: mostrou seu valor. Agora é tentar somar o maior número de vitórias possíveis. E é claro providenciar melhores peças pra receber e evitar passes...