segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Um olhar sobre uma semana de Trainning Camps...

Nossas esperanças dependem do desempenho deste jovem - e promissor - QB. Será que ele está pronto para este desafio?

Tivemos mais de uma semana de intensos - e também produtivos - treinos no Centro de Davie. O time está agora mais forte do que estava em 2009, temos jovens que estão respondendo as situações mais adversas possíveis e veteranos para orientá-los quando as coisas ameaçarem a sair dos eixos. Agora é precisa olhar de uma maneira mais desfocada, tentando situar nosso time dentro das suas reais possibilidades dentro da temporada.

Chad Henne está preparado para a pressão que irá sofrer?

Não é novidade alguma que QB é a posição mais importante de um time ( com raríssimas exceções os grandes times sempre tem um QB ao menos bom, normalmente excelentes ), a mais visada e uma das mais - se não a mais - que mais sofrem pressão. E é neste ponto que Henne está: ano passado ele pegou um time com 0-3 e entrou no sufoco de conseguir resultados, e venceu seus dois primeiros como Starter. Até o fim da temporada fora mais 5, tendo ficado 7-6 quando começou os jogos. Um caminho interessante, se olharmos que ele teve alguns ótimos momentos ( segundo tempo contra o Titans e o jogo inteiro contra o Jets no Monday Night em Miami ).

Até agora ele está mostrando um bom nível de evolução, mas creio que só conheceremos o verdadeiro Henne 2010, quando o time estreiar na temporada. Semana passada ele teve um treino ruim na quarta, mas recuperou-se prontamente na sexta. Ele tem feito até por merecer o apelido recebido: The robot. Sparano só é elogios para ele e quem acompanha este espaço sabe o quanto ele não é chegado a fazer isso.

Sendo assim eu diria que ele está preparado. Eu vibrei com grandes momentos dele e claro vimos maus momentos também, mas isso é natural, afinal ele era praticamente rookie ainda. Agora com 13 jogos as costas e um Trainning Camp inteira como Starter, ele só tem a melhorar.

Mike Nolan está sendo impactante

A defesa já é outra, totalmente diferente da época de Paul Pasqualoni. Ele montara uma defesa boa até certo ponto, mas faltava o algo mais. Pois agora parece que não falta mais. A capadidade de Mike Nolan como Coordenador Defensivo já era conhecida a tempos, mas o seu fracasso como Head Coach no Niners parecia ter manchado o seu nome. Começo a achar que pode tê-lo deixado mordido e ele quer provar o seu valor.

Até as próprias blitz parecem mais eficientes, mais bem elaboradas, e segundo alguns analistas, nem sentiremos falta dos medalhões que saíram: Joey Porter, Jason Taylor e Gibril Wilson. Podemos resumir em uma palavra o que esta nova defesa é: versátil. Uma defesa ágil e que tem condições de pressionar os QBs adversários com eficiência, sem se descuidar dos WRs adversários, um dos nossos calos em 2008 e 2009. Até aqui, Nolan é outro que vale a grana nele investido.

Toque rápido:

  • Se Brandon Marshall fizer 50% do que tem feito nas TC até aqui, tem tudo para ganhar estátua em frente do Sun Life Stadium. Ele tem conseguido bater os colegas DBs em mais da metade dos treinos e até aqui não cometeu nenhum fumble, com apenas 3 Drops. Se rolar a química ideal com Henne...;
  • Quem mais tem sofrido contra Marshall é Sean Smith. E isso tem uma explicação: o biotipo dele não se "casa" com o do WR. Mas como Marshall não será seu rival, ele tem tudo só pra melhorar com este embate. E conta a seu favor que nos últimos 4 treinos, Marshall só recebeu 2 passes contra ele;
  • Nolan Carroll segue sendo a grata surpresa. Algo natural, em cada ano sempre aparece algum late round a conseguir destaque. Mas para alguns, o dele tem surpreendido. Tomara que siga assim na temporada.
  • Na nossa OL, temos 2 vagas para 3 Guards: Donald Thomas. Richie Incognito e John Jerry. Ao que parece John Jerry está sendo forçado ao máximo nestas TCs, mas Thomas e Inconito é quem levam certa vantagem pela experiência.

Nenhum comentário: