quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

E a nossa defesa?

Agora que temos um novo Coordenador Defensivo, temos que analisar duas coisas básicas: temos talentos suficiente para montarmos uma grande defesa e see não, onde somos mais frágeis.

Sendo assim, vamos ver como estamos em várias posições do setor defensivo ( em ordem de qualidade, na minha opinião ):
  • Defensive Ends: Randy Starks, Kendall Langford, Phillip Merling, Ryan Baker e Ikaika Alama-Francis.

Não são os DEs dos sonhos, mas temos 3 talentos bons e jovens no setor. Starks deu o "grande salto" em 2009 e se mostrou um DE sólido. Os sophomores Langford e Merling revezaram-se na outra ponto da Linha Defensiva e estão melhorando com o tempo ( mais o primeiro que o segundo ). A adição de Peppers no elenco não deve, em tese, alterar esta ordem já que o mesmo deverá atuar como OLB, não como DE. Claro que isto inclui a saída de Porter ou de Taylor ( talvez até mesmo dos dois ). Mas voltando ao setor em si, creio que precisamos de profundidade, já que os outros dois DEs do elenco ( Baker e Francis ) são usados apenas no Special Team. E não me parece que possuam qualidade para mais do que isto.


  • Defensive/Nose Tackles: Jason Fergunson, Paul Soliai, Tony McDaniel

Este é o nosso calo atual. Fergunson é ótimo, mas talvez nem volte em 2010. E mesmo que volte, não sabemos como. Sendo assim, e após vermos que os outros dois não suportam a pressão, precisamos de reforço urgente aqui. A especulação do momento é que Nolan já teria entregue os seus pedidos ao FO e eles incluem um em especial: Vince Wilfork. Claro que isso depende de o Pats não renovar com ele ( ou não tagá-lo ). Mas é um sonho por enquanto ainda distante. O mais provável é vir alguém via draft. E estamos mal, muito mal aqui.


  • Outside Linebackers: Joey Porter, Jason Taylor, Cameron Wake, Reggie Torbor, Quentin Moses.

Um setor que conta com Taylor e Porter juntos é forte. E o foi em 2009, mesmo que os dois não tenham tido temporadas nos seus mais altos níveis, mesmo assim os QBs adversários sofreram um bocado. Wake mostrou serviço e pode evoluir ainda mais, sobretudo com Nolan. Torbor e Moses não me agradam e são usados apenas na rotação e no Special Team. Claro que a iminente saída das duas estrelas preocupa e espero que Nolan ache soluções. Se Julius Peppers viesse, ele entraria de OLB, no Weak Side.

  • Inside Linebackers: Channing Crowder, Akyn Ayodele, J. D. Folsom e Erik Walden

Aqui temos um problema: temos dois jogadores "batalhadores" ( Crowder e Ayodele ), mas falta o Playmaker, aquele que faça a jogada diferente, que decida um jogo com um tackle, forçando um fumble ou conseguindo uma Int. Em 0utras palavras, falta o "craque". E buscá-lo é prioridade para que passemos a ter - de fato - uma defesa TOP. Claro que Crowder é peça vital nesta defesa, basta ver como decaímos quando ele se machucou, mas ele necessita de complemente. E este, com certeza, não vem a ser Ayodele e como este ganha muito ( mais de 3mi em 2010 ), não deve aceitar reserva. Os outros dois que temos, servem ao Special Team. E só.

  • Conerbacks: Vontae Davis, Sean Smith, Will Allen, Jason Allen e Nathan Jones

Temos um setor, reconhecidamente, frágil. Mas será que é só por falta de peças de qualidade ou por serem dois destes rookies? Talvez seja por causa da falta de pressão nos QBs adversários, mas é fato que aconteceram erros grosseiros na nossa secundária, que foi a quinta pior do ano ( e pela segunda temporada seguida ). Então o que fazer? Inicialmente temos que esperar ver o que Nolan vai fazer: se vai ficar com o que tem ou trazer reforços - seja via FA, Trades ou no Draft. Eu confio em Davis e Smith, que no geral, não foram ruins. Afinal, eram rookies. Dos Allens, eu fico com Will e mesmo assim pela sua experiência, não pela qualidade em si. Já o Jason é lixo comprovado. Nathan Jones é dos melhores do Special Team, e deve ficar nisso mesmo.

  • Safeties: Yeremiah Bell, Gibril Wilson, Tyrone Culver, Chris Clemons e Nate Ness

Pra começar uma informação importante: temos dois SS como os melhores do setor. Isso mesmo, tanto Bell quanto Wilson são Strong Safeties. O que implica dizer que Wilson jogou improvisado como FS, e quem conhece o jogo sabe que não é a mesma coisa. No entanto, isso serve pra explicar parte de seus erros em 2009, mas não todos. Sendo assim, precisamos de um FS. Eu acredito que Clemons ( que já atuou nesta posição nos jogos finais ) possa ser uma alternativa, mas ai passaríamos a ter 3 jovens nas 4 posições de cobertura, o que vem a ser arriscado. Os outro dois, eventualmente jogam como S, mas contribuem mais no Special Team, com destaque grande para Culver. Foi dele um dos tackles que permitiram a TGJ marcar o segundo TD contra o Jets.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Dois Toques - Enquete do Draft e Mike Nolan

Pra começar, uma atualizada em como anda a Enquete sobre qual posição escolher no Draft, com a 12ª pick. É um tanto surpreendente o resultado até aqui:

- Um LB, para renovar o setor - 13 (36%)
- Um WR, TGJ nunca mais - 10 (27%)
- Um NT, Fergunson não guenta mais - 8 (22%)
- Um RB, pois Brown se machuca demais - 4 (11%)
- Um CB/S, temos o pior setor da Liga - 1 (2%)

O fato de opção por um Linebacker liderar é, sim, uma surpresa. Eu esperava que ficasse entre um Running back e um Nose Tackle. Pois bem, estas duas posições estão atrás - e muito mais do que se poderia supor - da escolha de um Wide Receiver. Seria o efeito TGJ? Efeito da má ( talvez péssima?? ) temporada dele? Provável que seja. Já o fato de os DBs estarem na lanterna faz todo o sentido, já que recebemos 3 reforços em 2009 e todos podem/devem evoluir em 2010.

Quanto ao nosso novo Coordenador Defensivo, uma coisa intriga: ele foi demitido do Broncos ou já estava em negociações com o Dolphins e foi liberado? A questão se justifica na velocidade do acordo: em menos de 24 horas após sair do Colorado, ele já estava com contrato assinado na Flórida. Ok ele seria logo contactado por vários times, mas tanto assim? A versão que saiu hoje é que ele fora sondado pelo Miami, que pedira permissão ao Broncos ( algo necessário pelas regras da Liga ) para conversar com ele. E antes de permitir, o FO do Denver teria perguntado onde ele queria ficar. E ele teria respondido em Miami. Ai surge outra boa pergunda: porque ele quer vir pra Flórida?

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

5 jogadores que poderemos não ver em 2010...

Matéria do site thephinsider.com, que eu traduzi/adaptei pro Blog:
  • Jason Taylor, DE/OLB, 35 anos - Situação contratual: Free Agent - Quem me conhece a mais tempo sabe o que represente este cara: ele é o meu verdadeiro ídolo neste time, e nem a temporada em que ele jogou em outro time tirou este posto dele. Ele é um Dolphins player nato, e por isso aceitou receber o mínimo de salário base para um veterano ( US$ 800mil ), ao invés de ir pro Pats. Mas é sábido que um dos motivos da saída de Pasqualoni foi o fato de não ter lidado bem com o "estrelismo" de Taylor e Porter. E JT está claramente insatisfeito, tendo até mesmo ficado no banco no fim da temporada. Ele, se ficar, terá que receber claros sinais de que será usado. Mas como garantir a um atleta de 36 ( quando a temporada começar em setembro ) o posto de Starter? Eu creio que ele tenha reais condições de sêlo, mas qual seria o impacto disto no elenco? Eu, é óbvio, quero que ele fique, mas não fiquemos surpresos de vê-lo com outra camisa...
  • Joey Porter, OLB, 33 anos - Situação contratual 2 anos com US$ 5mi em 2010. Uma pergunta inicial: o que houve com Joey Porter? De mito em 2008 para quase um OLB normal em 2009? Qual a explicação e qual o motivo? Bom, a resposta não é conhecida, mas o fato é que ele não rendeu - nem perto - do esperado neste ano ( 9 sacks e 41 tackles ). Então vem outra pergunta crucial: compensa tê-lo no time e pagar a ele 5mi? Se for o de 2008, vale. Se não for, é um desperdício de dinheiro. Sobre o contrato vale ressaltar que ele já recebeu 90% do prêmio de assinatura, e assim não teríamos multas exorbitantes caso ele seja trocado. Afinal, ele tem mercado, ainda. E quando ele esvaziou seu armário ao fim da temporada, parecia como se não esperasse voltar...
  • Gibril Wilson, FS, 28 anos - Situação contratual: 3 anos com US$ 3,9 mi em 2010. Realmente, de longe, a decepção de 2009. Aliás, as contratações "fortes" no FA da Era Sparano foram desastrosas ( vide Ernest Wilford, que seria o WR do time ). Foi frágil, não impunha respeito e talvez um cone fosse melhor que ele. Não por outro motivo Chris Clemons ( safety do quinto round ) passou a ter mais e mais chances no fim da temporada. Caro demais para ser back-up e fraco pra ser Starter. Será que ele fica? Pra sair, só via Trade. Mas alguém pagaria algo por ele?
  • Akyn Ayodele, ILB, 31 anos - Situação contratual: 1 ano de contrato com US$ 3mi em 2010. Eu realmente gosto de Ayodele e o time também. Ele é um Inside que joga pro time, não aparece como estrela e ajuda pra caramba a comunidade pobre de Miami. Qual o problema então? Bom, ele é um jogador de grupo, não uma estrela. E defesas precisam de, ao menos, um ILB que se destaque, que faça as big plays. E seu compenheiro de posição ( Channing Crowder ) também não é assim. Então que se "livre" do mais velho e mais lento - e com contrato maior em valor e menor em tempo - do que o mais jovem e mais caro. Afinal, quem pagaria 3mi pra um ILB reserva?

Temos um quinto atleta que talvez não mais o vejamos em Miami. Mas este parece meio óbvio quem seja. Não é? Bom, ele é da safra de 2007, não agrada 7 em 10 Dolphins Fãs e, digamos assim, nem mesmo é o terceiro melhor do time na sua posição? Você sabe quem ele é? Ainda não? Bom, ganha um doce de 19g quando conseguir...

Mike Nolan é o nosso novo Coordenador de Defesa...

Ótima notícia, com certeza. De defesas, ele entende pacas...

Segundo o jornalista da FOX, Jay Glazer, que cobre os times da Flórida o Miami Dolphins acertou contrato com Mike Nolan, ex Head Coach do Niners e DC do Broncos, para ser o substituto de Paul Pasqualoni, demitido semana passada. Sendo assim esta a primeira mudança do time em 2010. O que eu penso a respeito? Vejam como era a defesa do Broncos em 2008 e como a mesma foi em 2009.

E também modificamos o nome de nosso Estádio: sai o LandShark ( música de um cantor dos EUA ) e entra Sun Life. O nome é de um conglomerado de empresas do sistema financeiro dos EUA e que desembolsará US$ 7,5 milhões por ano, por um contrato de 2 anos, segundo informações não oficiais. Deve ter pesado no acordo o fato do estádio ser, pela segunda vez em 5 anos, sede do Super Bowl.


segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Sonhar não custa nada...

Analisando o mercado, resolvi sonhar com um pacote de 3 contratações de Free Agents que poderão estar disponíveis no mercado em 01/03/2010. São assim uns jogadores que poderia ser, como posso dizer, úteis:

  • Julius Peppers, 30 anos, Defensive End - Carolina Panthers - Números da Temporada 2009; 10 sacks, 26 tackles
  • Vince Wilfork, Nose Tackle, 29 anos - New England Patriots; 45 tackles ( NT não costumam conseguir sacks ).
  • Brandon Marshall, 26 anos, Wide Receiver - Denver Broncos - Números da Temporada 2009: 101 recepções ( 67,3% de aproveitamento ), 1120 jardas ( 11,3 por passe ), 510 após a recepção, 8 passes dropados;

O primeiro é um DE de 4-3, mas que: a) está insatisfeito no time atual; b ) quer migrar pra um sistema 3-4, que é o que usamos. Mas por que contratar, se ele custará caro? É Top em sua posição e o teríamos ao lado de Wilfork, outro Top, fazendo com que tivessemos uma rotação excepcional na DL, com Langforg, Merling e Starks entrado sempre com o máximo e dando ao próprio Peppers condições estar sempre a 100%.

O segundo é Top 3 em sua posição e o motor da defesa do Pats. É jovem e tem ao menos mais umas 6 temporadas, 4 delas ( talvez ) em altíssimo nível. Claro e evidente que nem é preciso dizer mais nada pra justificar sua contratação.

Já o terceiro viria para ser o nosso "astro". Em um Depth com jogadores esforçados e dois promissores ( Bess e Hartline ), Marshall seria Starter desde o primeiro dia. Está em seu melhor momento na carreira e deve ter mais umas 3 temporadas em bom nível - o atual. Seria perfeito tê-lo em Miami, caindo verdadeiramente, como uma luva.

E quem sairia? Como pagaríamos o salário destes 3? E ainda teremos rookies para assinar? Fácil: mande-se embora os barangas ( os Allens por exemplo ) e troca-se jogadores que já está claro que não irão progredir. Alguém pensou em que jogador eu me referi? Ganha um doce de 19g quem acertar...

Temor...

Com a ida de nossos odiados rivais para a AFC Champs, ganhamos um problema e tanto: o Jets só esteve uma vez no Super Bowl e o venceu. E agora, caso passe pelo Colts, poderá jogar outro, e que será no Land Shark Stadium, o nosso estádio!!!

Portanto Phinático que por ventura não tenha simpatia pelo time de Peyton Manning, passe a adorá-lo. A pior coisa que poderia acontecer seria ver o nosso maior rival fazer a festa dentro de nossa casa. Sequer querer vê-los no Super Bowl eu quero, quanto mais que eles vençam. Não se esqueçam disso...