sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Miami evita pela 4ª vez o Blackout...

Vista aérea do Sun Life Stadium, a casa do Dolphins. Está ficando cada dia mais difícil de conseguir a lotação mínima...

A NFL é uma Liga com regras bem rígidas e que tentam abarcar tudo e todos os setores que envolvem o jogo em si. Entre elas existe uma: jogo em que a capacidade do estádio esteja abaixo de 75%, o jogo em questão não será transmitido para a "praça" onde se realiza. Seria melhor que não se transmitisse, alguns podem pensar, pois assim os que fica em casa e assistem a partida pela TV iriam ao Sun Life. Não é bem assim, pois estamos falando de uma região ( no entorno de Miami ) que temos mais de 7 milhões de habitantes e o nosso estádio tem capacidade para pouco mais de 66mil. Sendo assim, qual seria o problema? Sem poder transmitir o jogo, a TV que paga ( e caro ) para ter os direitos não irá pagar pelo jogo, certo? Pois é, e se um jogo não é transmitido, outros patrocinadores ( o banco que dá nome atualmente ao estádio ) irão também pagar menos. Portanto viraria uma bola de neve.

E como chegou-se a essa situação? Três fatores são determinantes:
  1. O Lockout que a Liga viveu este ano, impediu que fossem vendidos, da forma antecipada que era feita todos os anos, os Tickets Season, ou os carnês da temporada. Os mesmos só puderam ser negociados quando a "greve" terminou". Isso fez com que as vendas ficassem bem comprometidas.
  2. A menos que você tenha chegado agora do espaço ou acordado de um estado de Coma deve saber que os EUA vivem uma pesada crise econômica, desde 2007, mas que - talvez - viva seu ápice agora. Sendo assim, os salários ( para quem tem a honra de tê-lo ) cairam e entre pagar uma quantida nada desprezível com os jogos do time de coração e pagar contas essenciais, nem preciso dizer o que a maioria está preferindo fazer. Acertadamente, diga-se.
  3. E por fim tem o problema técnico. Todos nós, no fundo, sabiamos que a temporada seria - no máximo - no mesmo nível das duas anteriores. Nada - nada mesmo - apontava que iríamos ter caminho fácil pra Post-Season. E isso é diferente de acreditar que pudesse acontecer. Era saber que seria complicado. Com isso vem a desconfiança e entre pagar caro para ir ver um time sem futuro e ir ver NBA ( que também está em greve ), Baseball ou Hockei, o torcedor preferiu não comprar os tickets season.
Então como, com tudo isso, ainda não tivemos um Blackout? Simples, a Direção está comprando os ingressos que faltam para os 75% obrigatórios e distribuindo entre, primeiramente, os torcedores que compraram os Tickets Season ( como forma de incentivá-los a continuarem a comprar nos anos seguintes ) e depois fazendo sorteios em rádios e sites de Miami e cercanias. Dessa maneira iremos manter a marca de 106 jogos seguidos com transmissão Televisiva. Mesmo que isso esteja custando caro aos cofres agora, é fundamental para o futuro.

Um comentário:

Dan Pereira disse...

isso tudo começou por causa dos diretores que deixaram o Dolphins afundar a cada temporada que passa e agora estão tentando resgatar a merda que fizeram....tudo isso acontece em Miami porq o time não é bom e como não é facil lotar o estadio em Miami com o time fraco fica quase que impossivel, uma dica pegue um QB franchise arrume os problemas na pré-temporada tras um HC de nome e ai quem sabe os torcedores não se animam