sábado, 8 de janeiro de 2011

Bolão Playoffs

Palpites:

Dan

Saints x Seahawks = Saints
Colts x Jets = Colts
Ravens x Chiefs = Ravens
Eagles x Packers = Packers

Derek Szabó

Saints x Seahawks = Saints
Colts x Jets = Colts
Ravens x Chiefs = Ravens
Eagles x Packers = Packers

Juba

Saints x Seahawks = Saints
Colts x Jets = Jets
Ravens x Chiefs = Ravens
Eagles x Packers = Eagles

Flavio

Saints x Seahawks = Saints
Colts x Jets = Colts
Ravens x Chiefs = Chiefs
Eagles x Packers = Packers

Leo

Saints x Seahawks = Saints
Colts x Jets = Colts
Ravens x Chiefs = Ravens
Eagles x Packers = Packers

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

E não é que Tony Sparano continuou?


Ao que parece, esta dupla seguirá em Miami na temporada 2011...

Jim Harbaugh não ficou sensibilizado com a proposta feita por Stephen Ross, Dono do Miami, e permanecerá, ao que parece, em São Francisco mas fora da NFL, treidando a Universidade de Stanford e seu QB A. Luck, que também disse não a NFL.

As atenções agora ficam voltadas para quem será o nosso OC e se teremos outras mudanças no Staff, sobretudo no de Special Teams. E a dupla da foto seguirá em Miami. Devo começar a ter medo desde já?

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Jim Harbaugh: um tiro ( caro ) no escuro?

Jim Harbaugh: se o contratarmos, ele será o Head Coach mais bem pago da NFL...

Ao que parece, Tony Sparano está fazendo o papel de noiva traída: quando souber, o ex-noivo já estará casado. Digo isso por que o dono do time, Stephen Ross e o nosso General Manager Jeff Ireland estão agora em São Francisco para fechar com o Head Coach da Universidade de Stanford, Jim Harbaugh pela bagatela de até 8 milhões por ano ( isso mesmo que você leu ). Como comparação Tony Sparano ganha 3 milhões.

Se confirmada será a sexta troca de Técnico do Miami desde a saída da lenda Don Shula: Jimmy Jonhson ( 1996-1999 ), Dave Wannstedt ( 2000-2004 ), Nick Saban ( 2005-2006 ), Cam Cameron ( 2007 ) e o atual Tony Sparano ( 2008-2010 ). Não custa nada lembrar que antes destes, o Miami só tivera dois Heads Coachs desde a sua fundação ( 1966 ), onde quem treinou até 1970 foi George Wilson, 1995 quando Shula se aposentara. O Pittsburbh Steelers, como comparação teve em todo a sua história, menos de 10 coachs ( e o Steelers fez 70 anos recentemente ). Manter técnicos por vários anos está ficando cada vez mais complicado, por conta das mudanças na forma de jogar ( motivo pelo qual o velho Shula tornara-se ultrapassado na virada dos anos 80 pros 90 ). Mas estamos com uma rotavidade altíssima, e se levarmos em conta que desde que Shula saiu estivemos apenas 6 vezes na post-season, o quadro torna-se dramático.

A qualquer momento Harbaugh poderá será confirmado como Head Coach, mas não acho correto o que estão fazendo com Sparano. Respeito é bom, e mesmo tendo falhado dois anos seguido em ir pra Post-season e tendo feito o ataque ser motivo de piada, é claro e evidente que negociar com tanto empenho com outros sem antes demiti-lo é uma deselegância sem propósito. E se Harbaugh não aceitar? Se os outros também não aceitarem, irão dizer a ele pura e simplesmente para ficar? Será honesto isso? E terá Sparano motivação para continuar em um time que deixou claro que ele só ficou porque os outros não aceitaram o posto?Espero que tenham conversado com Sparano e ele esteja convencido do que está acontecendo ou até tenha aceitado, quem sabe, ser Coordenador no time. Em todo caso, será uma humilhação.

Sobre Harbaugh, é um bom nome e revolucionou a Universidade Stanford com seus conceitos e levou o time a disputar ( e vencer ) Bowls após vários anos de seca. Será, contudo, uma aposta mais para o lado Nick Saban do que para Tony Sparano. Não sabem quem foi Nick Saban? Foi o cara que Draft Jason Allen e que fazia defesa e ataque usarem vestiários separados. Tá bom ou quer mais? Isso não quer dizer que Jim Harbaugh não possa virar um Coach vitorioso, é claro. Espero que se o contrarmos, que ele vire um Vencedor. Afinal é o que todos queremos. Se for por 8mi ao ano, terá que vencer ao menos um Super Bowl em 3 anos. No minimo. E isso é o tipo de coisa que gera ciumeira em todos. E ai, é bom ter cuidado com Mike Nolan...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Dois Toques: Com quem será, com quem será...

Que o irá assinar pra ser treinador. Pois é, está virando novela este assunto. Vamos aos nomes cotados e depois eu faço comentários?
  • Bill Cowher - Vencedor do Super Bowl com o Pittsburgh Steelers, é quase uma lenda. Mas para vir, exige ter o seu próprio Staff. Parece até o Luxemburgo, só falta querer trazer as mesmas perebas;
  • John Gruden - Outro com anel de campeão ( pelo Buccs ), decaiu com o outro time da Flórida até ser demitido dois anos atrás. Fez seguidos péssimos drafts por lá. Mas manteve o time no topo mesmo assim.
  • Jim Harbaugh - Treinador da Universidade de Stanford, que fez excelente temporada na NCAA em 2010.
Vou contar pra vocês uma historinha: ao fim da temporada de 1995, a lenda Don Shula finalmente se aposentou ( tardiamente para alguns, eu - hoje em dia - incluso ) e após 26 anos o Miami iria ter um outro Head Coach. Caos instalado, afinal o próximo treinador não poderia ser qualquer um, e teria que levar Dan Marino ao Super Bowl, ao menos. Quem seria? Escolheram ( e pagaram caro por isso, em mais de um sentido ) Jimmy Johnson, vencedor de 3 Super Bowls com o Cowboys. Parecia ser a escolha acertada, afinal era alguém com mentalidade vencedora ( peguem até aqui e colem os dois primeiros nomes da lista de prováveis HC citada acima ), que já chegará lá e etc. Pois bem, Johson ganhou a sua grana e o máximo conseguido foi ir, via WC, aos playoffs duas vezes em 3 anos. Para não ser totalmente injusto com ele, draftamos Zach Thomas, Jason Taylor, Sam Madison e Patrick Surtains ( entre outros ) em sua gestão.


Pra mim, tanto Cowher ou Gruden, podem virar um novo Jimmy Jonhson. Poucos Head Coaches até hoje conseguirem chegar lá com mais de um equipe e nem sei algum venceu por dois times. Bill Parcells chegou com duas equipes ao Super Bowl ( Giants e Pats ), mas só venceu pela primeira. Embora, tenha contribuido de alguma forma para o time que, a partir de 2000, passou a ser o que é hoje. Em todo caso, seria necessário quebrar uma barreira, porque ninguém aqui quer apenas chegar ao Super Bowl, quer é vencê-lo.

Acho que já dá pra entender quem eu prefiro que vire HC do Dolphins, certo? Pois bem, Jim Harbaugh seria a melhor aposta, correto? Nem tanto. Quando trouxemos Nick Saban ( procurem no arquivo do Blog, caso não o conheçam ) também era. Mas com Jim, a aposta parece mais concreta e menos proprensa a dar errado. Jim foi um QB com bons momentos na NFL. Amanhã irei escrever um perfil dele, para melhor apresentá-lo. Algumas fontes quentes na NFL, já o antecipam como nosso novo Head Coach. Esperar pra ver...

Bolão Week - 17 Resultados

1° Lugar Dan = 110
2° Lugar Juba = 95
2° Lugar Derek Szabó = 95
3° Lugar Guilherme Reis = 94
4° Lugar Bil = 92
5° Lugar Lucas Pizzi = 90
6° Lugar Flavio = 90
7° Lugar Leo = 86

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Draft Pick 2011 do Dolphins é a 15ª...

Pois é, eu pensei que com uma vitória do Seahawks ganharíamos uma posição na ordem do Draft, mas esqueci-me que além da campanha ( vitórias e derrotas ), é levado em consideração a dificuldade do calendário, ou seja, se duas equipes empatam ( caso nosso com o Rams ), fica na frente aquele que perdeu para equipe com calendário menos complicado. Tipo no Brasileiro existissem grupos e o Cruzeiro ficasse a frente do Santos, por ter enfrentado "equipes" mais fracas. É a ordem, e assim ficamos mesmo com a 15ª posição. Assim ficamos, um pouco, mais longe de um bom prospecto de QB. Mas em contrapartida, poderemos ter um de RB ótimo. Ok, sei que a piada não deve ter tido graça...

domingo, 2 de janeiro de 2011

Dois Toques: Acabou... Como assim acabou?

Eu também ficaria com essa cara se fosse o HC do Dolphins e tivesse feito duas temporadas de 7-9, e ter feito o ataque ficar pior, bem pior ao longo dos 3 últimos anos...

Hoje chegou, finalmente, ao fim da temporada 2011. Com uma surra ( prevista ) para o melhor time da NFL, o NE Patriots ( mais uma vez, igualmente infelizmente ). Nosso grande time levou TD de especialista ( pra variar ), nosso QB(??) foi Interceptado, nossos corredores conseguiram praticamente andar pra trás, nossa OL parecia um queijo suiço e a nossa defesa ( praticamente único ponto salutar deste time ) foi desconsiderada por Tom Brady é cia. Faltou algo?

Alguns dirão: Tyler Thigpen marcou um TD. Sim, marcou. Mas contra os reservas do Pats e faltando 0:37 pra terminar a partida. Quanto, realmente, vale isso? Pra mim, nada. Só evitou o time de levar o segundo coco na temporada. E nada mais.

Penso agora, e pela 8ª temporada em 9, no Draft e na Free Agency. Mas temos problemas mais recentes:
  • Quem será o nosso novo OC? Pois pra mim, sem trocar Dan Henning, poderiam trazer Don Shula com 40 anos de idade que não daria resultado;
  • Tony Sparano será ou não demitido? Se sim, quem será o seu substituto? John Gruden ou Tim Cowher? Ambos já venceram o Super Bowl. Mas Jimmy Jonshon tinha vencido 3 antes de chegar em 1996 ao Dolphins e o máximo foi ter levado o time duas vezes a post-season, e todas via Wild Card.
  • Jeff Ireland, será mantido no cargo? Pois é, ele também corre algum risco de ser demitido.
  • Iremos de QB no primeiro round? Neste momento em que escrevo temos a 15ª pick do Draft de 2011, mas se o Seattle vencer o Rams ( cenário mais provável ) ficaremos com a 14ª. Ou seja teremos, no melhor cenário, 14 equipes escolhendo antes de nós, e várias delas com necessidade boa/grande/alta por um QB: Panthers, Bills, Vikings, Niners, Cardinals, Redskins e Titans. Sinceramente, não creio que um dos 3 melhores QBs do próximo Draft, sobre pra gente. Mas isso, será problema para Ireland ou um eventual novo General Manager.
Um ponto positivo do jogo de hoje: Brandon Marshall, apesar de tudo ( Henne, Henning, OL e playbook ) conseguiu passar das 1000 jardas pela quarta temporada seguida. Eu diria que isso foi quase que um milagre...

Por fim, feliz 2011 pra todos os que frequentam o Blog. Neste ano teremos, como sempre, novidades. Por isso, o "como assim acabou" do título da coluna. Não acaba em uma derrota, nem em uma surra. Sempre continuarei aqui, sempre. Sobrevivemos ao 1-15, porque não o faríamos com dois 7-9?