sábado, 24 de setembro de 2011

Existe esperança na temporada após 0-2?

Desde 1990, 22 times conseguiram ir a post-season após estarem 0-2, e quatro deles foram ao Super Bowl ( Cowboys/93, Patriots/01 e Giants/07 venceram e o Patrots/95 perdeu ). Claro tantas outras equipes ficaram com 2-14 ou 3-13 no final da temporada, mas a ideia é tentar achar motivos para ( ainda ) acreditar em uma temporada vencedora. Fiz abaixo uma análise das partidas restantes da temporada e como vejo nossas chances em cada uma delas:

  • Cleveland ( F - amanhã ) - Chances razoáveis de vencer.
  • San Diego ( F -2/10 ) - Eu classifico como derrota.
  • NY Jets ( F - 17/10 ) - É clássico e portanto, vencer é a opção
  • Denver ( C - 23/10 ) - Diria que temos boas chances de vencer
  • NY Giants ( F - 30/10 ) - Se o Giants ainda tiver Starters até lá, derrota.
  • Kansas City ( F - 6/11 ) - Com o Chiefs de hoje, Miami venceria.
  • Washington ( C - 13/11 ) - Sei lá, mas as chances de vencer não são baixas.
  • Buffalo ( C - 20/11 ) - Miami venceu as 3 últimas em Miami. Vence a 4ª...
  • Dallas ( F - 24/11 ) - Temos histórico bom contra o Cowboys e no dia de ação de graças então...
  • Oakland ( C - 4/12 ) - Vencemos 9 em 10. Completar a Dezena é uma possibilidade.
  • Philadelphia ( C - 11/12 ) - Derrota.
  • Buffalo ( F - 18/12 ) - Vencer é possível. Mas estará frio pra cacete...
  • New England ( F - 24/12 ) - Vencer não é possível. Mas estará frio pra cacete...
  • NY Jets ( C - 1/1 ) - Jets normalmente - em Dezembro/Janeiro não vai bem no calor...
Essa contas, feitas por um torcedor, tendem a serem feitas favoravelmente para nós. Temos que ter esperança de que ainda podemos voltar a vencer. Existem caso - reais - de times que conseguiram isso no passado, recente até. Mas não devemos nutrir esperanças de repetirmos feitos de Cowboys, Pats e Giants. A lista completa dos times que conseguiram ir a post-season após 0-2 está no endereço: www.thephinsider.com

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Jason Taylor abriu a boca...


E disparou contra a atual situação, afirmando que o elenco sente-se como se não pudesse vencer, ou em outras palavras desmotivado. Aqui o que ele disse ( atente para a prmeira frase, em destaque meu ):

"It sucks to lose. I don't care if where your're playing.  Whether you're playing on thee moon, Antarctica, Dolphins Stadium, Sun Life, whatever it is, excuse me.  It doesn't matter.  We can go play on [Interstate] 95.  I want to win.  Again, we'll fill the airways for the next seven days about losing at home.  We do want to defend at home.  It's a gola of outs.  We have not done that in the last two weeks, but there are six more here at home.  But, it won't be for awhile.  We're going to go to Cleveland next week, and we're going to prepare to win a football game."

Claro e evidente que um jogador do quilate de Jason Taylor, que joga suas últmas esperanças de ir a um Super Bowl não iria estar satisfeito. Aliás, ninguém pode estar, Mas ele é uma lenda desta Franquia. Portanto tem que ser levado em consideração o que diz. Se ele tem esse sentimento com relação ao time, o que fazer?

Sparano já esteve em situação parecida em 2008. Só que na semana 3 daquela temporada, o time apareceu com a Wild Cat. Será que teremos alguma novidade desta vez? 

Só pra constar Taylor é o líder em sacks entre os jogadores em atividade. Na foto, ele comemora mais um...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Semana 2: Texans 23 x 13 Dolphins

Esse Miami chega a dar medo às vezes, como esses dois ai...

ou como estes dois aqui. Todos no Texans jogam muito bem contra Miami, é um absurdo...

E a ( dura ) realidade prossegue em Miami: perder pro Texans todos as vezes em que nos confrontamos. É duro isso e a cada nova derrota odeio mais ainda este time que - quanto ironia - nunca foi aos playoffs. Mas também nunca perdeu pra gente. Do fundo do meu coração: que ele fiquem mais uma temporada fora da post-season, farei até post pra isso caso aconteça.

Sobre a partida existe pouco a ser dito, mas tentarei ser bem suscinto:
  • Chad Henne voltou ao normal, após atuar dopado na segunda anterior diante do Pats. Mas acreditem, ele não foi o problema-mor pra derrota. Mesmo que a sua Int, caso não acontecesse e resultasse em TD nos daria a vitória, tenha sido dolorida, mas ele não vai conseguir ficar longe delas durante a temporada;
  • De quem foi a ( péssima ) ideia de contratar Mark Colombo? O cara é uma peneira e impede que Henne tenha tempo. Lástima de jogador. De longe uma das piores aquisições da história do Miami;
  • Daniel Thomas é melhor que diziam e foi o grande alento da partida. Afinal ele conseguiu passar das 100 jardas em sua primeira partida de NFL ( poucos o conseguem ) e por pouco não conseguia, na marra, dar-nos a vitoria. Boa atuação e esperemos mais para melhor análise;
  • A defesa apareceu, mas nem tanto. Falta ainda melhorar a coverage e sobretudo a marcação sobre os TEs, mas foi muito melhor que diante do Pats;
  • A OL, exceção a Colombo, esteve até bem e abriu os buracos para que Thomas conseguisse a boa atuação;
  • Já o nosso Special Team é uma piada. Field Goal bloqueado está virando uma péssima rotina e Carpenter ainda me erra um chute de 34 jardas. Assim não dá.
0-2 parece fim de feira ( e sei que postei nesta direção antes do jogo ), mas me lembrei de um dado: em 2008 também ficamos 0-2 e terminamos com um excelente 11-5 ( mas é preciso dizer que aparecer a Wild Cat e uma temporada espetacular da dupla Brown/Williams ). E em 2009 ficamos 0-3 e ainda assim fizemos 7-9. Tudo bem que ano passado fizemos 2-0 e deu em um outro 7-9. Enfim, temos algo recente em que nos agarrar. E lamentar que um dos objetivos da temporada já não foi alcançado. Mais uma vez e pela segunda vez perdendo em casa.