domingo, 1 de abril de 2012

Precisamos de um QB, mas iremos escolher um no 2º Round?

Não escondo de ninguém que a simples menção de Ryan Tanehill aparecer como o escolhido em nossa 8ª pick me causa nauséas das mais profundas. Mas me parece bem provável que o nosso Front Office acabe por escolher um no Draft, ficando com sérias chances de ser um no segundo round. Recentemente escolhemos 3 QBs em segundo round, a saber: 2007 - John Beck, 2008 - Chad Henne e em 2009 o terrível Pat White. 

Claro que nenhum deles resolveu nossos problemas e mais ainda fizeram com que perdessemos a chance de reforçar melhor a equipe. Mas eu me lembrei de outra escolha: demos a nossa pick de segundo round em 2006 pro Vikings para termos Daunte Culpepper ( ele recebera a tender ). Portanto foram 4 anos seguidos perdendo picks em QBs. Claro e evidente que podemos fazer isso agora e dar certo e QB fora do primeiro round ( às vezes até mesmo nele ) é um risco alto. 

Por isso durante a semana irei postar sobre QBs que podem aparecer no nosso Miami Dolphins no segundo round ( ou até depois ). São apostas, mas tem seus atrativos e claro seus contras ( em alguns casos, praticamente só isso ). Iremos escolher algum? Não sei, é claro. Mas se formos de QB depois do primeiro round, com certeza um destes vestirá nossa camisa. Os nomes que serão esmuiçados são:
  • Kirk Cousins, Michigan State - 02/04;
  • Brandon Weeden, Oklahoma State - 03/04;
  • Brock Osweiler, Arizona Staste - 04/04;
  • Nick Foles, Arizona - 05/04.
Aguardem. E na sexta-feira, por questões religiosas eu não faço qualquer atividade remunerada ou recreativa, pois é o dia da Paixão de Cristo. 

2 comentários:

RFIALHO disse...

O caso da Ryan Tanehill me parece bastante com o do Gabbert, se vc der uma olhada nos posts do ano passado aqui no blog vai encontrar palavras minhas dizendo: " quem draftar o Gabbert achando q ele já
ta pronto pra jogar vai se dar muito mal". Nao deu outra, os jaguars pagaram o pato e pra mim Tanehill ta no mesmo barco, basta pegar os numeros dele contra os times mais fortes na NCAA.Tanehill é QB pra daqui a uns 3 anos no minimo. Por outro lado Tanehill tem uma caracteristica q eu sempre faço questao de observar em QBs jovens: Como ele se comporta na endzone, e nesse quesito Tanehill é muito eficiente.

Dos QBs listados um que eu gosto bastante de ver jogar é o Kirk Cousins e eu gostaria muito de ver o Dolphins draftando ele.

Em compensaçao cheguei a ter calafrios quando vi que o Dolphins tava demonstrando interesse no Brock Osweiler. Meus Deus! Ele é horroroso! Quem nao o conhece vai no draftbreakdown.com e assiste a um jogo dele. Ele é tao ruim que no pro day(onde todo QB vai bem e completa quase todos os passes)o tal Oswiler lançou 7 overtrhows!

Enfim, voltando ao Tanehill eu to bem tranquilo, e nem to preocupado em ficar observando muito ele pois o Dolphins tem o cara que mais o cinhece no seu staff e se o Tanehill for realmente bom o Dolphins vai trazer ele pra Miami.

Flávio Vieira disse...

é, o CC tb achava o TGJ o melhor do Dolphins...

tudo bem que não treinara ele em Ohio State.