quinta-feira, 25 de outubro de 2012

40 anos do Undefeated Team - A saga começa

Todos os torcedores do Miami Dolphin sabem de cor qual é o maior feito da História da NFL para uma franquia e a quem ela pertence. Mas será que vocês conhecem a história completa? Acho que não. Pra começar essa séria - que irá encerrar-se no dia 14 de Janeiro de 201, data na qual consumamos o feito até hoje inigulado ( Chupa Bill "Dick Vigarista Belichik!!!) duas fotos que abrem e fecham o feito:



Na primeira temos a apresentação de Don Shula, que todos conhecem é claro, na off-season da temporada de 1970. Mas quem é o senhor ao lado dele? É ninguém menos do que o mentor da mais ousada transação até então da NFL: Joseph "Joe" Robbie, o fundador do Miami Dolphins. Ele convenceu o então já bem sucedido Shula a tranformar o Dolphins em um time vencedor. Shula era Treinador do Baltimore Colts ( sim, o Colts já foram de Baltimore, de onde sairiam apenas em 82 ) e perdera o Super Bowl de 68 para o Jets ( pois é, eles venceram o Super Bowl primeiro do que nós ). Porque ele aceitou sair do vitorioso Colts para o até então saco de pancadas Dolphins? Robbie disse: "venha ser o manda-chuva em Miami, você terá carta branca para montar a equipe, contratar e dispensar jogadores e treinadores". Isso em uma época em que isso era algo rarríssimo ( Vince Lombardi gozada de igual privilégio em Green Bay, mas este já era imortal antes de morrer ). Shula topou e resolveu mudar de ares. Resultado? Presença em Post-Season no ano de estreia e apenas duas temporadas em vinte e cinco(!!) com menos vitórias do que derrotas, dois Super Bowl conquistados em cinco presenças, recorde de vitórias...

A segunda é da chegada em Miami, após a vitoria no Super Bowl VII diante do Washington Redskins por 14x7, que apesar do retrospecto do Dolphins ( 16-0 ) era considerado favorito para barrar o time "sem derrotas". Tal desconfiança deve-se ao fato de que os times que enfrentamos em 72 terminaram a temporada com 0,380 de aproveitamento, mais baixo percentual na história para um campeão de Super Bowl. Mas desconsideram os que dizem isso, que o time apesar de invicto ( e portanto, detentor da melhor campanha de toda a Liga ) teve que jogar a decisão da AFC na casa do Steelers, algo inimaginável hoje em dia, e que nunca mais ocorreria e jamais ocorrera antes.

No próximo post, os anos de Shula em Miami anteriores a temporada 72. Que incluem uma ida a um Super Bowl, perdido diante do Cowboys.

2 comentários:

Luiz Paulo disse...

Cara,

Fantastica sua ideia de contar essa historia!!

mal posso esperar pelos proximos posts!!

Derek Szabó disse...

Parabéns pela iniciativa Flávio... faço minhas as palavras do Luiz Paulo