quinta-feira, 30 de maio de 2013

Relatório a OTAs desta quarta-feira

Choveu pouco, mas o suficiente para terem que colocar uma bolha gigante cobrindo o campo...


O Miami Dolphins entraram em campo ontem, desta vez sobre o olha atento da imprensa especializada, para o segundo momento, durante três dias das Atividades Organizadas das Equipes ( OTA ). Aqui está uma olhada nos principais acontecimentos do dia:

  • O Dolphins fez toda a prática em área coberta, o que fez muito sentido. O tempo não estava cooperando, e mesmo não sendo uma chuva forte, o campo estava molhado, então não havia razão alguma para a equipe treinar em campo aberto, arriscando uma lesão na superfície escorregadia.
  • O treinou teve uma participação ilustre:o ex-Dolphins quarterback Chad Pennington. CP10 disse que estava lá para "compartilhar um pouco das minhas experiências." Pennington poderia ser mais do que apenas um visitante? Philbin disse após a prática que ele não tem certeza, CP10 é um homem ocupado .
  • Jogadores notavelmente ausentes do treino:. Defensive tackle Randy Starks, que está ignorando todas as OTA´s, deixando claro seu descontentamento com a tag franquia, e o wide receiver Mike Wallace, que não explicou a ausência em um primeiro momento, mas que depois foi informado que foram problemas familiares, nada com ele.
  • Armon Binns se mudou para a posição #1 com Wallace para fora. Ele parece ser um alvo em potencial na redzone.
  • Ficaram fazendo trabalho de recuperação: Dallas Thomas (ombro), Jamar Taylor (hérnia de disco ) e Lance Louis (joelho).
  • Brent Grimes e Richard Marshall alinharam como starter durante o treino. Taylor é esperado para ficar com uma das duas posições de topo, uma vez que ele fique totalmente curado da cirurgia. E duvido que seja Grimes quem de fato corra algum risco.
  • O peso do lado direito da linha ofensiva é algo realmente impressionante.
  • Lamar Miller – como esperado – alinhou como RB1, com Daniel Thomas de backup. Michael Egnew continua a ser o segundo tight end starter, com Dustin Keller de backup e Charles Clay o  terceiro. Egnew parece estar desenvolto agora em 2013, algo que não aconteceu em momento algum no ano passado.
  • Miami focou, sobretudo, as situações na redzone, calo da equipe em 2012. O resultado não chegou a impressionar, mas também não foi desanimador.

Nenhum comentário: